Henry Wilson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Henry Wilson
18º vice-presidente dos Estados Unidos
Período 4 de março de 1873
a 22 de novembro de 1875
Presidente Ulysses S. Grant
Antecessor Schuyler Colfax
Sucessor William A. Wheeler
Senador por Massachusetts
Período 31 de janeiro de 1855
a 4 de março de 1873
Antecessor Julius Rockwell
Sucessor George S. Boutwell
Dados pessoais
Nome completo Jeremiah Jones Colbath
Nascimento 16 de fevereiro de 1812
Farmington, Nova Hampshire,
Estados Unidos
Morte 22 de novembro de 1875 (63 anos)
Washington, D.C.
Estados Unidos
Esposa Harriet Malvina Howe
Partido Republicano
Religião Congregacionalismo
Assinatura Assinatura de Henry Wilson
Serviço militar
Lealdade Flag of the United States (1861-1863).svg União
Serviço/ramo Exército da União
Anos de serviço 1861
Graduação Coronel
Comandos 22º Regimento Voluntário da Infantaria de Massachusetts
Conflitos Guerra de Secessão

Henry Wilson (nascido Jeremiah Jones Colbath) (Farmington, 16 de fevereiro de 1812Washington, D.C., 22 de novembro de 1875), foi o 18º vice-presidente dos Estados Unidos (1873 a 1875 ) e senador por Massachusetts (1855 a 1873). Antes e durante a Guerra Civil Americana, ele foi um importante republicano e um forte oponente da escravidão. Wilson devotou suas energias à destruição do "Poder dos Escravos" - a facção de proprietários de escravos e seus aliados políticos que os americanos antiescravistas viam como dominadores do país.

Originalmente um Whig, Wilson foi o fundador do Partido do Solo Livre em 1848. Ele serviu como presidente do partido antes e durante a eleição presidencial de 1852. Wilson trabalhou diligentemente para construir uma coalizão antiescravagista, que passou a incluir o Partido do Solo Livre, os democratas antiescravistas, os Barnburners de Nova York, o Partido da Liberdade, membros antiescravagistas do Partido Nativo Americano (Know Nothings) e os antiescravistas Whigs da escravidão (chamados de Whigs da Consciência). Quando o partido Free Soil foi dissolvido em meados da década de 1850, Wilson juntou-se ao Partido Republicano, que ele ajudou a fundar e que foi organizado em grande parte de acordo com a coalizão antiescravista que ele havia alimentado nas décadas de 1840 e 1850.[1]

Enquanto senador durante a Guerra Civil, Wilson foi considerado um "Republicano Radical",[2] e sua experiência como general da milícia, organizador e comandante de um regimento do Exército da União e presidente dos comitês militares do Senado permitiu-lhe ajudar a administração de Abraham Lincoln em a organização e supervisão do Exército da União e da Marinha da União. Wilson foi o autor de projetos de lei que proibiram a escravidão em Washington, DC, e incorporaram os afro-americanos ao esforço da União na Guerra Civil em 1862.[3]

Após a Guerra Civil, ele apoiou o programa Republicano Radical para a Reconstrução. Em 1872, Wilson foi eleito vice-presidente como companheiro de chapa de Ulysses S. Grant, o atual presidente dos Estados Unidos, que estava concorrendo a um segundo mandato. A chapa Grant e Wilson foi bem-sucedida, e Wilson serviu como vice-presidente de 4 de março de 1873 até sua morte em 22 de novembro de 1875. A eficácia de Wilson como vice-presidente foi limitada depois que ele sofreu um derrame debilitante em maio de 1873, e sua saúde continuou declinou até ser vítima de um derrame fatal enquanto trabalhava no Capitólio dos Estados Unidos no final de 1875.[4]

Ao longo de sua carreira, Wilson foi conhecido por defender causas que às vezes eram impopulares, incluindo os direitos dos trabalhadores para negros e brancos e a abolição da escravidão.[5] O político de Massachusetts George F. Hoar, que serviu na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos enquanto Wilson era senador, e mais tarde serviu no próprio Senado, acreditava que Wilson era o organizador político mais habilidoso do país. No entanto, a reputação de Wilson quanto à integridade pessoal e princípios políticos foi um tanto prejudicada no final de sua carreira no Senado por seu envolvimento no escândalo do Crédit Mobilier.[6]

Referências

  1. Abbott, Richard H. (1965). Cobbler in Congress: Life of Henry Wilson, 1812–1875. 1. Madison, WI: University of Wisconsin
  2. McKay, Ernest A. (1971). Henry Wilson: Practical Radical; A Portrait of a Politician. Port Washington, NY: Kennikat Press. pp. 11, 16. 233. ISBN 978-0-8046-9010-2
  3. Myers, John L. (2005). Henry Wilson and the Coming of the Civil War. Lanham, MD: University Press of America. p. 8. ISBN 978-0-7618-2608-8
  4. Abbott, Richard H. (1972). Cobbler in Congress: The Life of Henry Wilson, 1812–1875. Lexington, KY: University Press of Kentucky.
  5. Shelden, Rachel A. (2013). Washington Brotherhood: Politics, Social Life, and the Coming of the Civil War. Chapel Hill, NC: University of North Carolina Press. pp. 31–32. ISBN 978-1-4696-1085-6
  6. Navarro, Bob (2009). The Gilded Age: The Forgotten Executives (em inglês). Bloomington: Xlibris Corporation. pp. 54–59 

Links externos[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Henry Wilson
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Henry Wilson
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.