Diferenças entre edições de "Chica da Silva"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Já não era escrava na época
m
(Já não era escrava na época)
Em 1753, [[João Fernandes de Oliveira]] chegou ao [[Arraial do Tijuco]] para assumir a função de contratador dos diamantes, que vinha sendo exercida por seu pai homônimo desde [[1740]]. No mesmo ano compra Chica da Silva, que no ano seguinte foi [[alforria]]da pelo novo explorador de diamantes, quando então passou a viver com o contratador, ainda que nunca tivessem se casado oficialmente.<ref>{{Citar livro|url=https://books.google.com.br/books?id=UpQLYVC6jVUC&pg=PA4&lpg=PA4&dq=%22Chica+da+Silva%22;+1754;+Tijuco;+%22Jo%C3%A3o+Fernandes%22&source=bl&ots=OTf8kq1-LA&sig=ACfU3U2pJaszbdzTThJnXqj82Y5As6QoqQ&hl=pt-BR&sa=X&ved=2ahUKEwiTo-GFyd7pAhVUHLkGHVcyAKoQ6AEwCnoECBQQAQ#v=onepage&q=%22Chica%20da%20Silva%22%3B%201754%3B%20Tijuco%3B%20%22Jo%C3%A3o%20Fernandes%22&f=false|título= Para conhecer Chica da Silva|ano= 2007|autor= Keila Grinberg, Lucia Grinberg, Anita Almeida|editora= Jorge Zahar Editor|isbn= 9788571109810}}</ref><ref>{{Citar livro|url=https://books.google.com/books?id=eHphBAAAQBAJ&printsec=frontcover#v=onepage&q&f=false|título=Chica da Silva: A Brazilian Slave of the Eighteenth Century|ultimo=Furtado|primeiro=Júnia Ferreira|data=2008-11-17|editora=Cambridge University Press|lingua=en}}</ref>{{nota de rodapé|Algumas fontes atribuem o ano de 1754 como o da chegada de João Fernandes ao Arraial do Tijuco.<ref>{{citar livro|url=https://books.google.com.br/books?id=knV0s_U7FVcC&pg=PA914&lpg=PA914&dq=%22o+amante+de+Xica+da+Silva+chegou+ao+Tijuco+em+1754%22&source=bl&ots=XgbzXE_TQN&sig=ACfU3U0SAf-I4hVejs0zaMyA4TRgIhLptg&hl=pt-BR&sa=X&ved=2ahUKEwjv85mvyt7pAhWmLLkGHWlJBiEQ6AEwAHoECAIQAQ#v=onepage&q=%22o%20amante%20de%20Xica%20da%20Silva%20chegou%20ao%20Tijuco%20em%201754%22&f=false|título=Quilombo do Campo Grande|subtítulo=A História de Minas que se desenvolve ao povo|nome=Tarcísio|sobrenome=Martins|página=914|editora=Santa Clara|ano=2008|local=[[Contagem]]|isbn=978-85-87042-76-7|acessodata=27 de maio de 2012}}</ref>}}
 
Com João Fernandes ela teve treze filhos durante os quinze anos em que com ele conviveu: Francisca de Paula ([[1755]]); João Fernandes ([[1756]]); Rita (1757); Joaquim (1759); Antonio Caetano (1761); Ana (1762); Helena (1763); Antônia (1764); Luísa (1765); Maria (1766); Quitéria Rita ([[1767]]); Mariana (1769); José Agostinho Fernandes (1770). Todos foram registrados no batismo como sendo filhos de [[João Fernandes de Oliveira|João Fernandes]], ato incomum na época quando os filhos bastardos de homens brancos e ex-escravas eram registrados sem o nome do pai.<ref name=Cardozo2 />
 
[[Imagem:Casa de Chica da Silva.JPG|thumb|300px|esquerda|Casa onde Chica viveu, em [[Diamantina]].]]

Menu de navegação