Gary Speed

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Gary Speed
Gary Speed 2011.jpg
Informações pessoais
Nome completo Gary Andrew Speed
Data de nasc. 8 de setembro de 1969
Local de nasc. Mancot, Reino Unido
Nacionalidade inglês
Falecido em 27 de novembro de 2011 (42 anos)
Local da morte Huntington, Reino Unido
Altura 1,80 m
canhoto
Apelido Garreh
Speedo
Informações profissionais
Posição Volante
Clubes de juventude
1984–1988 Leeds United
Clubes profissionais
Anos Clubes
1988–1996
1996–1998
1998–2004
2004–2008
2008–2010
Leeds United
Everton
Newcastle United
Bolton Wanderers
Sheffield United
Seleção nacional
1990–1991
1990–2004
País de Gales Sub-21
País de Gales
Times/Equipas que treinou
2010
2010–2011
Sheffield United
País de Gales

Gary Andrew Speed, MBE (Mancot, 8 de setembro de 1969Huntington, 27 de novembro de 2011), foi um treinador e futebolista galês que atuava como volante.

Foi um dos recordistas em participações na Premier League, com 535 jogos. Até sua morte em 2011, apenas David James e Ryan Giggs haviam disputado mais partidas na competição do que Speed.

Carreira como jogador[editar | editar código-fonte]

Leeds United[editar | editar código-fonte]

Seu primeiro clube foi o Leeds United, onde teve seus melhores momentos. Estreou em 1989, com apenas 19 anos de idade. Fez parte do elenco que conquistou o título da Segunda Divisão Inglesa (à época, First Division), e marcou um gol na decisão da Copa da Liga Inglesa contra o Aston Villa, em 1996.

Everton[editar | editar código-fonte]

Após deixar o Leeds, em 1997, Speed assinou com o Everton, mas sua carreira com os Toffees não foi das mais satisfatórias: foram 65 partidas e 18 gols marcados.

Newcastle e Bolton[editar | editar código-fonte]

Ainda se destacaria com as camisas de Newcastle United e Bolton Wanderers até 2008, quando experimentou pela primeira vez desde 1992, a sensação de disputar a Segunda Divisão Inglesa - já no novo formato.

Sheffield United[editar | editar código-fonte]

Contratado pelo Sheffield United por empréstimo do Bolton, que não tinha o volante em seus planos para o restante da temporada 2006–07. Speed, aos 37 anos de idade, continuava sendo a grande atração dos Blades no segundo escalão do futebol inglês, marcando seis gols em quatro anos. Seu bom desempenho fez com que a direção do Sheffield escolhesse Garreh como jogador-treinador entre 2008 e 2010.

Encerrou sua carreira ao término da temporada 2010–11, com números surpreendentes para um volante: 842 partidas oficiais por clubes e 135 gols marcados (número expressivo para um jogador desta posição).

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Speed é um dos jogadores mais conhecidos da história da Seleção Galesa, a qual fez sua estreia em 1990. Desde então, foram 14 anos de serviços prestados com os Dragões, tendo atuado em 85 partidas e marcado sete gols. Retornou ao País de Gales em 2011, desta vez como treinador, substituindo o veterano John Toshack. Um de seus primeiros atos no comando dos Dragões foi a tentativa de convencer três ex-jogadores da Seleção a voltarem a envergar a camisa vermelha - Danny Gabbidon foi o único a aceitar a proposta de retorno, ao contrário de Robbie Savage e Ryan Giggs.

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

Antes de encerrar a carreira de jogador em 2010, Speed era jogador e treinador do Sheffield United ao mesmo tempo. Ao abandonar os gramados, permaneceu como treinador em tempo integral. Foi apenas um ano como comandante dos Blades, quando foi anunciada sua contratação para ser o novo selecionador do País de Gales.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Leeds United

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Morte[editar | editar código-fonte]

No dia 27 de novembro de 2011, a Associação de Futebol do País de Gales anunciou que Speed foi encontrado enforcado na sua residência em Huntington, no condado de Cheshire. A polícia não descarta a hipótese do treinador ter cometido suicídio.[1] A rodada da Premier League, com muitos ex-companheiros e comandados de Speed atuando naquele dia, ficou marcada pelas demonstrações de luto e pesar.

Referências

  1. «Morre Gary Speed, técnico de País de Gales». Trivela. 27 de novembro de 2011. Consultado em 6 de janeiro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]