Giovanni Silva Tiepo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tiepo
Informações pessoais
Nome completo Giovanni Silva Tiepo
Data de nasc. 08 de fevereiro de 1998 (22 anos)
Local de nasc. São Domingos (SC), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,84 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Chapecoense
Número 98
Posição Goleiro
Clubes de juventude
2008–2012
2012–2018
Internacional
Chapecoense
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2017– Chapecoense 00035 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 27 de fevereiro de 2020.

Giovanni Silva Tiepo, mais conhecido apenas como Tiepo (São Domingos, 8 de fevereiro de 1998), é um futebolista brasileiro que atua como goleiro. Atualmente joga na Chapecoense.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Nascido em São Domingos, Santa Catarina, Tiepo ingressou na equipe juvenil da Chapecoense em 2012, depois de ser liberado do Internacional.[1]

Chapecoense[editar | editar código-fonte]

Tiepo fez sua estreia na equipe principal da Chape no dia 9 de fevereiro de 2017, na derrota de 2 a 0 contra o Cruzeiro pela Primeira Liga.[2]

Em abril de 2019, depois de duas temporadas como terceiro jogador pra posição, Tiepo se tornou titular após a suspensão de João Ricardo e a lesão de Elias.[3] Mesmo com a contratação de Vagner, que sofreu uma lesão no joelho, Tiepo foi mantido como goleiro titular da equipe. Estreou na Série A do Brasileirão no dia 27 de abril, fazendo várias defesas importantes durante vitória em casa por 2 a 0 sobre o Internacional.[4]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Chapecoense

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Eduardo Florão e Pedro Rocha (8 de maio de 2019). «Hoje a 90 km do filho, mãe relembra começo de Tiepo e coragem para incentivar sonho». GloboEsporte.com. Consultado em 31 de dezembro de 2019 
  2. «Ábila marca mais dois, e Cruzeiro bate a Chapecoense na Primeira Liga». GloboEsporte.com. 9 de fevereiro de 2017. Consultado em 31 de dezembro de 2019 
  3. «Tiepo dedica classificação a João Ricardo e agradece apoio: "Passaram confiança"». GloboEsporte.com. 15 de abril de 2019. Consultado em 31 de dezembro de 2019 
  4. «Inter perde para Chape em jogo com pênalti marcado no VAR e segue com tabu». UOL Esporte. 27 de abril de 2019. Consultado em 31 de dezembro de 2019