Hayabusa 2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hayabusa 2
小惑星探査機 はやぶさ2 CGモデル.jpg
Impressão artística da sonda.
Descrição
Nomes alternativos はやぶさ2 (em japonês)
Tipo Sonda espacial
Missão Retorno de amostra
Operador(es) Japão JAXA
Identificação NSSDC 2014-076A
Identificação SATCAT 40319
Website Página oficial - JAXA
Duração da missão 4 anos, 8 meses e 19 dias
Propriedades
Fabricante Japão NEC Corporation
Massa de lançamento 609 quilogramas (1 300 lb)
Altura metro (3,3 ft)
Largura 1,25 metros (4,1 ft)
Comprimento 1,6 metros (5,2 ft)
Potência elétrica 2,600 Watts
Geração de energia Painéis solares fotovoltaicos
Missão
Contratante(s) Japão Mitsubishi HI
Data de lançamento 3 de dezembro de 2014, 04:22 UTC
Veículo de lançamento Japão H-IIA
Local de lançamento Japão LA-Y, Centro Espacial de Tanegashima
Destino 162173 Ryugu
Data de inserção orbital 27 de junho de 2018
Data de sobrevoo da Terra: 3 de dezembro de 2015
Data de aterrissagem Planejada: dezembro de 2020
Local de aterrissagem Planejado: Woomera, Austrália
Fim da missão Planejado: dezembro de 2020
Outros
Notas Este artigo ou seção se refere ou tem relação com uma missão espacial atualmente em curso. A informação apresentada pode mudar com frequência.


Hayabusa 2 é uma espaçonave robótica da Agência Espacial do Japão, JAXA,[1] com a missão de recolher amostras de material do asteroide 162173 Ryugu e enviá-las à Terra para análise.[2][3][4] A sonda é a sucessora da Hayabusa.

Desenvolvimento da missão[editar | editar código-fonte]

O seu lançamento ocorreu no dia 3 de dezembro de 2014 a partir do Centro Espacial de Tanegashima por um foguete H-IIA.[5] Depois de 3,5 anos viajando 3,2 bilhões de quilômetros através do espaço, a nave espacial chegou oficialmente ao asteroide em 27 de junho de 2018.[6]

Primeira aterrissagem[editar | editar código-fonte]

Hayabusa2 executou com sucesso uma aterragem desafiador no asteroide Ryugu em 2/22/19 às 7:30 da manhã no Japão. Autoridades da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão confirmaram que, durante uma operação autônoma, a Hayabusa2 pousou momentaneamente dentro de um alvo de apenas seis metros de largura e disparou um projétil de aço na superfície do asteroide na esperança de espalhar fragmentos em um cone de coleção.[7]

Cratera[editar | editar código-fonte]

A missão em geral seguiria as linhas da sua antecessora Hayabusa, com a adição de um dispositivo explosivo que vai ser usado para criar uma pequena cratera para atingir camadas mais profundas do asteroide.[8] Em abril de 2019, ela lançou uma minúscula espaçonave que explodiu e enviou um projétil de cobre não explosivo de 2 quilos para Ryugu, criando uma cratera. O exame remoto subseqüente do local indicou que o material ejetado da cratera havia se acumulado cerca de 20 metros para um lado da cratera. Essa área se tornou o alvo para a segunda aterragem.[9]

Segunda aterrissagem[editar | editar código-fonte]

Em 11 de julho de 2019, por volta das 10h30 (01h30 GMT), a sonda fez uma aterragem “perfeita” no asteroide Ryugu. A segunda aterragem para a nave.[10] Quando a nave pousou, ela disparou uma bala de tântalo na superfície, provavelmente espalhando poeira e fragmentos de rocha em um cone de coleta. A nave então subiu.[9] No mesmo dia, por volta das 1:30 (GMT), Hayabusa2 coletou as primeiras amostras subterrâneas do asteróide.[11]

É esperado que a Hayabusa 2 pesquise o asteroide e colete amostras por um ano e meio, iniciando o retorno para a Terra em dezembro de 2019, e chegando à Terra em dezembro de 2020.[4][12]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Wendy Zukerman (18 de agosto de 2010). «Hayabusa 2 will seek the origins of life in space». New Scientist. Consultado em 17 de novembro de 2010 
  2. «JAXA Report on Hayabusa-2, May 21st, 2014» (PDF). Consultado em 5 de setembro de 2014. Arquivado do original (PDF) em 15 de julho de 2014 
  3. Vilas, Faith (25 de fevereiro de 2008). «SPECTRAL CHARACTERISTICS OF HAYABUSA 2 NEAR-EARTH ASTEROID TARGETS 162173 1999 JU3 AND 2001 QC34». The Astronomical Journal. 135 (4): 1101. Bibcode:2008AJ....135.1101V. doi:10.1088/0004-6256/135/4/1101. target for the planned Japanese mission Hayabusa 2 
  4. a b Makoto Yoshikawa (6 de janeiro de 2011). «小惑星探査ミッション「はやぶさ2」» [Asteroid Exploration Mission "Hayabusa 2"] (PDF). 11th Symposium on Space Science (em Japanese). Consultado em 20 de fevereiro de 2011 [ligação inativa]
  5. Launch Success of H-IIA Launch Vehicle No. 26 with "Hayabusa2" Onboard (em inglês)
  6. «Japan's new asteroid probe reaches its target after 3.2-billion-kilometer journey». Science | AAAS (em inglês). 27 de junho de 2018 
  7. Update: Japanese spacecraft safely lands and leaves asteroid surface in effort to collect samples por Dennis Normile (2019)
  8. Small Carry-on Impactor (SCI): Its scientific purpose, operation, and observation plan in Hayabysa-2 mission (em inglês)
  9. a b NormileJul. 11, Dennis; 2019; Am, 11:00 (11 de julho de 2019). «In a first, a Japanese spacecraft appears to have collected samples from inside an asteroid». Science | AAAS (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2019 
  10. Malewar, Amit (11 de julho de 2019). «Japan's Hayabusa2 makes final touchdown on asteroid». Tech Explorist (em inglês). Consultado em 11 de julho de 2019 
  11. Malewar, Amit (13 de julho de 2019). «Hayabusa2 probe successfully collects first samples from Ryugu asteroid». Tech Explorist (em inglês). Consultado em 15 de julho de 2019 
  12. Japan's next asteroid probe approved for development

Ligações externas[editar | editar código-fonte]