Heidi Heitkamp

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Heidi Heitkamp
Senadora dos Estados Unidos
pela Dakota do Norte
Período 3 de janeiro de 2013
Antecessor(a) Kent Conrad
28º Procuradora geral da Dakota do Norte
Período 15 de dezembro de 1992
15 de dezembro de 2000
Antecessor(a) Nicholas Spaeth
Sucessor(a) Wayne Stenehjem
20º Comissária de impostos da Dakota do Norte
Período 2 de dezembro de 1986
15 de dezembro de 1992
Antecessor(a) Kent Conrad
Sucessor(a) Robert Hanson
Dados pessoais
Nascimento 30 de outubro de 1955 (62 anos)
Mantador, Dakota do Norte, Estados Unidos[1]
Nacionalidade Estados Unidos Americano
Casamento dos progenitores Ali
Nathan
Alma mater Universidade da Dakota do Norte
Faculdade de Direito de Lewis e Clark
Cônjuge Darwin Lange[2]
Website Site de campanha

Mary Kathryn "Heidi" Heitkamp (Mantador, Dakota do Norte, 30 de outubro de 1955) é uma política da Dakota do Norte, sendo senadora por seu estado de origem. Ela foi a 28º Procuradora geral do estado entre 1993 a 2001. Heitkamp concorreu para governadora em 2000, perdendo para John Hoeven. Ela considerou ser candidata para a nomeação democrata para a eleição do Senado dos Estados Unidos em 2010, que substituiria o senador Byron Dorgan,[3] mas em 3 de março de 2010 ela se recusou a concorrer contra Hoeven, que acabou sendo eleito.[4] Em novembro de 2011, Heitkamp anunciou sua candidatura para a eleição para o senado em 2012, eleição que substituiria o senador Kent Conrad, que havia decidido se aposentar.[5] Ela derrotou o congressista republicano Rick Berg em 6 de novembro de 2012 e um dia depois da eleição Berg admitiu a derrota. Ela é a segunda senadora pela Dakota do Norte, sendo Jocelyn Burdick a primeira a ocupar o cargo.

Primeiros anos, educação e carreira[editar | editar código-fonte]

Heitkamp nasceu em 1955. Ela tem um B.A. da Universidade de Dakota do Norte e um JD da Faculdade de Direito de Lewis e Clark. Entre 1980-1981 ela foi uma advogadaa da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos.[6] Depois disso, ela foi contratada pelo escritório do Comissário de impostos da Dakota do Norte como advogada.

Em 1986, quando o comissário Kent Conrad decidiu se aposentar, a fim de concorrer ao Senado dos Estados Unidos, Heitkamp concorreu para o cargo e venceu a eleição com 66% dos votos contra o republicano Marshall Moore.[7] Ela serviu nesse cargo até 1992.

Procuradora geral[editar | editar código-fonte]

Em 1992, o procurador-geral do estado, o democrata Nick Spaeth, decidiu se aposentar, a fim de concorrer para governador da Dakota do Norte.[8] Heitkamp venceu a vaga aberta com 62% dos votos.[9] Em 1996, ela foi reeleita com 64% dos votos.[10]

Uma das realizações mais conhecidas de Heitkamp como procuradora geral foi a de liderar os esforços legais do estado contra as empresas de tabaco que resultou em um acordo, que ficou conhecido como Tobacco Master Settlement Agreement.[11]

Eleição para governador em 2000[editar | editar código-fonte]

Em 2000 o governador republicano Ed Schafer decidiu não buscar um terceiro mandato. Heitkamp concorreu e venceu a primária sem oposição. No lado republicano, John Hoeven, CEO do Banco da Dakota do Norte, também concorreu sem oposição. Durante a campanha para governadora, foi anunciado que Heitkamp tinha sido diagnosticada com câncer de mama, que agora está em remissão. Hoeven derrotou Heitkamp com 55% a 45%. Heitkamp ganhou em 12 dos 53 condados do estado.[12]

Entre campanhas (2001-2011)[editar | editar código-fonte]

Heitkamp foi a diretora da Grande usina Plains Synfuels da empresa Dakota Gaseificação entre 2001 a 2012.[2][13][14]

Seu irmão, Joel Heitkamp, é um apresentador de talk-show de rádio e ex-senador do estado. Heidi Heitkamp ocasionalmente preenche a vaga de seu irmão como apresentadora de seu programa, News and Views, que é transmitido nas emissoras da Clear Channel em Dakota do Norte.

Senadora dos Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

Eleição para o senado em 2012[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2011, o senador democrata Kent Conrad anunciou sua intenção de se aposentar em vez de procurar um quarto mandato completo em 2012.[15] Em 8 de novembro de 2011, Heitkamp anunciou que iria ser candidata na eleição.[16] Ela prometeu ser "uma voz independente".[17]

Heitkamp foi atacada em comerciais por aceitar contribuições de campanha de um advogado de defesa, Jack McConnell, Jr., que tinha ajudado Heitkamp a implementar uma solução com as empresas de tabaco quando ela era procuradora geral do estado, que resultou no Tobacco Master Settlement Agreement. Heitkamp lançou um anúncio para responder a estas alegações.[18]

Heitkamp venceu a eleição de 6 novembro de 2012, tendo uma diferença de 2 994 votos, menos de 1% dos votos expressos. Berg admitiu a derrota no dia seguinte.[19] Se ele quisesse, a eleição poderia ter sido sujeita a uma "demanda de recontagem" sob a lei da Dakota do Norte, que permite uma recontagem se a derrota for por menos de 2%.[20]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Heidi Heitkamp - Candidate for U.S. President, Republican Nomination - Election 2012». The Wall Street Journal. Consultado em 1 de dezembro de 2012. 
  2. a b «In North Dakota, a Competitive Contest for Senate». nytimes.com. 30 de setembro de 2012. Consultado em 10 de novembro de 2012. 
  3. Miller, Sean J. (7 de janeiro de 2010). «Heitkamp 'very interested' in rematch with Hoeven». The Hill 
  4. McPike, Erin (3 de março de 2010). «Heitkamp Won't Run In ND». The Hotline. Consultado em 3 de março de 20100.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. Daum, Kristen M (8 de novembro de 2011). «SPECULATION NO MORE: Heitkamp announces U.S. Senate run». Flickertales from The Hill. Consultado em 8 de novembro de 2011. 
  6. «Heidi Heitkamp». Dakota Gasification Company. Consultado em 7 de dezembro de 2012. 
  7. «ND Tax Commissioner Race - Nov 08, 1988». Our Campaigns. Consultado em 11 de novembro de 2011. 
  8. «ND Attorney General Race - Nov 03, 1992». Our Campaigns. Consultado em 11 de novembro de 2011. 
  9. «ND Attorney General Race - Nov 03, 1992». Our Campaigns. Consultado em 20 de janeiro de 2014. 
  10. «ND Attorney General Race - Nov 05, 1996». Our Campaigns. Consultado em 11 de novembro de 2011. 
  11. «Attorneys General announce Tobacco Settlement Proposal» (Nota de imprensa). Washington State Office of the Attorney General 
  12. «ND Governor Race - Nov 07, 2000». Our Campaigns. Consultado em 11 de novembro de 2011. 
  13. Smith, Nick (7 de outubro de 2012). «Heitkamp campaigns on problem solving over partisanship». bismarcktribune.com. Consultado em 10 de novembro de 2012. 
  14. Nelson, Eliot (3 de janeiro de 2013). «Heidi Heitkamp Sworn In To Senate, Awkwardness Ensues». huffingtonpost.com. Consultado em 6 de janeiro de 2013. 
  15. Haga, Chuck (18 de janeiro de 2011). «Conrad's current Senate term his last». Grand Forks Herald. Consultado em 28 de dezembro de 2011. 
  16. «ND Democrat Heidi Heitkamp to run for US Senate». Yahoo! News. Associated Press. 8 de novembro de 2011. Consultado em 11 de novembro de 2011. 
  17. Camia, Catalina (8 de novembro de 2011). «Democrats promote Heitkamp in N.D. Senate race». USA Today. Consultado em 11 de novembro de 2011. 
  18. James Hohmann (16 de agosto de 2012). «Ryan welcomes Medicare fight--Obama defends Biden--Crossroads hits Heitkamp--First DCCC IE of the cycle--Sabato says Wisconsin Senate leans Republican». Politico 
  19. «In North Dakota, Berg concedes U.S. Senate race to Heitkamp». DL-Online. 7 de novembro de 2012 
  20. «2011 – 2013 North Dakota Secretary of State Recount Guidelines» (PDF). vip.sos.nd.gov. Agosto de 2011. Consultado em 10 de novembro de 2012.. NDCC § 16.1-16-01(2)(b) Demand Recounts – If an individual fails to be elected by more than 0.5% but less than 2% of the vote cast for the candidate receiving the most votes for the office sought. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Legislador
Precedido por:
Kent Conrad
Senadora dos Estados Unidos pela Dakota do Norte
2013
Incumbente
Precedido por:
Nicholas Spaeth
Procuradora geral da Dakota do Norte
1992–2000
Sucedido por:
Wayne Stenehjem
Cargos políticos
Precedido por:
Kent Conrad
Comissária de impostos da Dakota do Norte
1986–1992
Sucedido por:
Robert Hanson