Can't Be Tamed

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de I Can't Be Tamed)
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde agosto de 2015). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Can't Be Tamed
Álbum de estúdio de Miley Cyrus
Lançamento 18 de junho de 2010 (2010-06-18)
Gravação 2009–10
Gênero(s) Dance-pop
Duração 44:15
Formato(s) CD, download digital
Gravadora(s) Hollywood Records, Universal Music
Produção Antonina Armato, Tim James, John Shanks
Cronologia de Miley Cyrus
The Time of Our Lives
(2009)
Bangerz
(2013)
Singles de Can't Be Tamed
  1. "Can't Be Tamed"
    Lançamento: 18 de maio de 2010 (2010-05-18)
  2. "Who Owns My Heart"
    Lançamento: 22 de outubro de 2010 (2010-10-22)

Can't Be Tamed é o terceiro álbum de estúdio da artista musical estadunidense Miley Cyrus. O seu lançamento ocorreu em 18 de junho de 2010, através da Hollywood Records. O disco possui uma sonoridade inspirada pelo dance-pop, sendo que em termos líricos, fala sobre se libertar de restrições e expectativas, que são largamente mencionados no contexto dos relacionamentos românticos. As gravações do projeto ocorreram durante 2009 e 2010 durante a Wonder World Tour, com a produção musical ficando a cargo de Devrim Karaoglu, Marek Pompetzki, Rock Mafia e John Shanks.

Após seu lançamento, Can't Be Tamed recebeu, em seu geral, resenhas generalizadas dos críticos de música, que foram ambivalentes no sentido da percepção de falta de foco musical e uma falha para estabelecer plenamente a imagem pública e matura de Cyrus, também denotando seus vocais "excessivamente" processados e sua falta de profundidade emocional. Comercialmente, teve um desempenho mediano, ao debutar na terceira posição da Billboard 200. No entanto, foi sua posição de pico mais baixa na tabela e seu álbum com menos cópias vendidas nos Estados Unidos, tendo comercializado, no total, 350 mil cópias. Can't Be Tamed se posicionou moderadamente em outras paradas internacionais, tendo as dez melhores posições em regiões como a da Austrália, do Canadá e do Reino Unido

Dois singles foram lançados de Can't Be Tamed. O primeiro, a faixa-título, teve como melhor posição a oitava na Billboard Hot 100, e obteve um desempenho moderado mundialmente. O segundo, "Who Owns My Heart", foi lançado apenas nas regiões da Europa, não entrando em qualquer posição da Billboard Hot 100 e tendo um desempenho pobre nas paradas do continente lançado. Para sua promoção, a cantora apareceu em várias séries de televisão e embarcou na digressão Gypsy Heart Tour, em 2011. Os esforços promocionais para Can't Be Tamed começaram a associação da artista cada vez mais com uma imagem mais provocativa, algo continuado com seu próximo álbum Bangerz (2013).

Precedentes[editar | editar código-fonte]

Miley afirmou que dará uma pausa em sua carreira musical após o lançamento de "Can't Be Tamed", pois deseja amadurecer sua música e "poder criar algo mais aguçado, sem que precise se preocupar com comentários do tipo: 'Isso não é o que os fãs querem escutar".[1] Ela completou que deseja dedicar-se ao cinema antes disso acontecer.[2]

Miley acreditava que o verão de 2010 era o melhor momento para lançar o álbum, porque era "definitivamente um bom CD. É bom para explodir em seu carro". O álbum foi lançado pela primeira vez em 18 de junho de 2010, na Alemanha e, em seguida, em 21 de junho de 2010 no Estados Unidos. Uma edição padrão , contendo apenas um CD de áudio, e uma edição deluxe, contendo um CD de áudio e um DVD, foram liberados. O DVD contém imagens inéditas do show de Miley na The O2 Arena em Londres, Inglaterra, que era parte de sua primeira turnê mundial, de 2009 Wonder World Tour. Ele contém dezenove performances ao vivo e bastidores de entrevistas com Miley.

Gravação[editar | editar código-fonte]

Can't Be Tamed foi gravado enquanto Miley viajava em sua turnê, Wonder World Tour. Em dezembro de 2009, começou o processo de gravação em Londres, Inglaterra. O produtor do álbum John Shanks, que já produziu hits como The Climb, queria fazer com o que Miley viajasse a lugares diferentes nesse álbum.

Outros produtores com quem Miley trabalhou nesse álbum são Antonina Armato e Tim James, que produziram sucessos de Miley como "See You Again" e "7 Things".

Singles[editar | editar código-fonte]

  • "Who Owns My Heart" é o segundo single europeu do Can't Be Tamed. O single foi liberado na Alemanha em 15 de outubro de 2010. Seu videoclipe foi gravado no teatro Royal Oak Music em Detroit, Michigan, entre os dias 15 e 16 de agosto de 2010, com direção de Robert Hales e seu lançamento ocorreu no dia 8 de outubro de 2010 no site do MSN Espanha.[8]

Outras canções[editar | editar código-fonte]

  • "Liberty Walk" foi lançada como um single digital em 23 de novembro, diretamente na loja virtual Itunes em uma versão remix feita pela "Rock Mafia" assim como a canção "See You Again (Rock Mafia Remix)" em 2008. alcançou a posição #79 na parada do Canadá.

Divulgação[editar | editar código-fonte]

Miley Cyrus em uma performance de "Robot", no Brasil.

Para promover Can't Be Tamed, a Hollywood Records programou apresentações nas rádios e na televisão. A cantora apresentou seu primeiro single no Dancing with the Stars, em 18 de maio de 2010. Duas novas canções foram apresentadas no Rock in Rio Lisboa, em 29 de maio de 2010. Em 3 de junho de 2010, a canção "Can't Be Tamed" foi novamente performada, no programa de televisão britânico Britain's Got Talent. No dia da 21 de junho, Miley se apresentou na boate Heaven, em Londres, para promover o álbum. Miley também cantou no House Of Blues, em Los Angeles, no dia de lançamento do álbum. Ela apresentou sete faixas do disco, sendo seis transmitidas pela MTV, através da internet. Ela promoveu o segundo single "Who Owns My Heart" no MTV Europe Music Awards e no programa alemão Wetten Dass. Miley também cantou a canção "Forgiveness and Love" no American Music Awards.

Como parte da divulgação do Can't Be Tamed, Miley Cyrus entrou na sua terceira turnê mundial a Gypsy Heart Tour com base no álbum. A turnê passou por por países da América do Sul e da Austrália, Miley disse a revista OK! que não passaria pelos Estados Unidos por não se sentir confortável.

Vendas[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos, o álbum vendeu 102 mil cópias apenas na primeira semana, estreando na posição #3 na Billboard 200, atrás de Drake, com o álbum Thank Me Later, e de Eminem, com Recovery.[9] Na semana seguinte foram vendidas 32 mil cópias, e por isso, caiu para a posição #9 - uma queda de 68%.[10] No dia 15 de julho, o álbum caiu mais duas posições, indo para a #11, com a venda de 28 mil cópias. Em Portugal o disco manteve-se 4 semanas em 1º lugar da tabela de vendas, atingindo o disco de ouro.[11] No Brasil a cantora atingiu 40 mil cópias, recebendo disco de Platina.[12]Atualmente, o álbum ultrapassou 450 000 exemplares vendidos em os EUA e mais de 1 milhão de cópias em todo o mundo. Ele também conseguiu 6 vezes platina e 3 discos de ouro em todo o mundo.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Edição padrão
N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Liberty Walk"   Antonina Armato, Miley Cyrus, John Read Fasse, Tim James, Michael McGinnis, Nicholas J. Scapa 4:06
2. "Who Owns My Heart"   Antonina Armato, Miley Cyrus, Tim James, Devrim "DK" Karaoglu 3:34
3. "Can't Be Tamed"   Miley Cyrus, Antonina Armato, Paul Neumann, Marek Pompetzki, Paul NZA, Brandon Jane 2:48
4. "Every Rose Has It's Thorn" (Cover de Poison) Bret Michaels, Rikki Rockett, Bobby Dall e C.C. Deville 3:48
5. "Two More Lonely People"   Miley Cyrus, Antonina Armato, Angie Aparo, Brandon Jane, Kevin Kadish 3:09
6. "Forgiveness And Love"   Miley Cyrus, Antonina Armato, Tim James, Adam Schmalholz 3:28
7. "Permanent December"   Miley Cyrus, John Shanks, Claude Kelly 3:37
8. "Stay"   Miley Cyrus 4:20
9. "Scars"   Miley Cyrus 3:42
10. "Take Me Along"   Miley Cyrus 4:09
11. "Robot"   Miley Cyrus 3:43
12. "My Heart Beats For Love"   Miley Cyrus, John Shanks, Hilary Lindsey, Gordie Sampson 3:45
Duração total:
44:13
Edição deluxe

A edição deluxe de Can't Be Tamed foi lançada no mesmo dia que a padrão, teve como bônus um DVD com o show completo e inédito da Miley Cyrus Wonder World Tour.[13]

Paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Parada (2010) Melhor
posição
Argentina Argentinian Albums Chart[14] 3
Austrália Australian Albums Chart[15] 4
Áustria Austrian Albums Chart[16] 2
Bélgica Belgium Albums Chart (Flanders)[17] 8
Bélgica Belgium Albums Chart (Valônia)[17] 7
Canadá Canadian Albums Chart[18] 2
República Checa Czech Albums Chart[19] 8
Dinamarca Danish Albums Chart[20] 25
Países Baixos Dutch Albums Chart[21] 31
União Europeia European Top 100 Albums[22] 2
Finlândia Finnish Albums Chart[23] 41
França French Albums Chart 13
Alemanha German Albums Chart[24] 4
Grécia Greek Albums Chart[25] 3
Hungria Hungarian Albums Chart[26] 20
República da Irlanda Irish Albums Chart[27] 5
Itália Italian Albums Chart[28] 4
México Mexican Albums Chart[29] 10
Nova Zelândia New Zealand Albums Chart[30] 2
Noruega Norway Albums Chart[31] 8
Polónia Polish Albums Chart[32] 11
Portugal Portuguese Albums Chart[33] 1
Espanha Spanish Albums Chart 1
Suécia Swedish Albums Chart[34] 21
Suíça Swiss Albums Chart[35] 1
Reino Unido UK Albums Chart[36] 8
Estados Unidos Billboard 200[9] 3

Certificações[editar | editar código-fonte]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Gravadora
 Alemanha[40] 18 de Junho de 2010 Hollywood Records
 Estados Unidos[41] 21 de Junho de 2010
 Reino Unido[42] Polydor Records
 Portugal Universal Music
Flag of Spain.svg Espanha Universal Music
 Japão[43] 23 de Junho de 2010 Hollywood Records
 Austrália[44] 25 de Junho de 2010
 Brasil[45] 27 de Junho de 2010 Universal Music

Referências

  1. Lignani, Cássio (10 de dezembro de 2009). «Miley Cyrus pretende dar um tempo em sua carreira musical». Cifraclubnews. Consultado em 27 de abril de 2010 
  2. «Miley Cyrus quer ser uma atriz séria». Quem. 26 de março de 2010. Consultado em 27 de abril de 2010 
  3. Vena, Jocelyn (26 de abril de 2010). «Miley Cyrus' Can't Be Tamed Due June 22» (em inglês). MTV News. Consultado em 26 de abril de 2010 
  4. Malone, Ailbhe (14 de maio de 2010). «Pop Corner» (em inglês). The Irish Times. Consultado em 14 de maio de 2010 
  5. Magazine, Billboard (17 de maio de 2010). «Chart Highlights: Pop, Adult Pop, Latin Songs & More» (em inglês). Billboard. Consultado em 19 de maio de 2010 
  6. «Miley Cyrus 'Can't Be Tamed' on Radio May 3rd!» (em inglês). JustJaredJr. 26 de abril de 2010. Consultado em 27 de abril de 2010 
  7. Gibson, Cristina (12 de abril de 2010). «Miley Cyrus Celebrates "Edgy" Video With New Boy» (em inglês). E!. Consultado em 1 de maio de 2010 
  8. «Who Owns My Heart [Single]» (em alemão). Amazon.de. Consultado em 7 de setembro de 2010 
  9. a b Grein, Paul (30 de junho de 2010). «Week Ending June 27, 2010: Eminem Tops Garth» (em inglês). Yahoo!. Consultado em 3 de julho de 2010 
  10. «Emimem's 'Recovery' Remains at No. 1 on the Billboard 200» (em inglês). Billboard. Consultado em 6 de agosto de 2010 
  11. «Miley #1 no Top nacional de vendas durante 1 mês». MileyPT/Cotonete. Consultado em 21 de julho de 2010 
  12. «Certificados ABPD». Consultado em 16 de junho de 2011 .
  13. "«Can't Be Tamed - CD / DVD Combo - Deluxe Edition». Amazon. Consultado em 21 de maio de 2010 
  14. «Ranking Semanal Pop - Fecha de 27 de junio, 2010» (em espanhol). CAPIF. Consultado em 26 de outubro de 2012 
  15. «MILEY CYRUS - CAN'T BE TAMED (ALBUM)» (em inglês). Australian-charts. Consultado em 6 de agosto de 2010 
  16. «Ö3 Austria Top 40» (em inglês). FMQB (WebCite). Consultado em 9 de abril de 2010. Cópia arquivada em 6 de agosto de 2010 
  17. a b «MILEY CYRUS - CAN'T BE TAMED (ALBUM)» (em inglês). Ultratop.be. Consultado em 6 de agosto de 2010 
  18. «Canadian Albums Chart». billboard.com. Consultado em 19 de julho de 2010 .
  19. «Can't Be Tamed - TOP50 Prodejní (ver 201026)». IFPIcr.cz. International Federation of the Phonographic Industry. Consultado em 24 de agosto de 2010 
  20. «Miley Cyrus - Can't Be Tamed (Album)». Danishcharts.com (em inglês). Tracklisten. Consultado em 3 de julho de 2010 
  21. «Miley Cyrus - Can't Be Tamed (Album)». Dutchcharts.nl (em holandês). MegaCharts. Consultado em 3 de julho de 2010 
  22. [1]
  23. «Miley Cyrus - Can't Be Tamed (Album)». Finnishcharts.com (em inglês). Finland's Official List. Consultado em 3 de julho de 2010 
  24. «Cyrus, Miley: Can't Be Tamed (ltd.deluxe Edt.)». Musicline.de (em alemão). Media Control Charts. Consultado em 3 de julho de 2010 
  25. «Miley Cyrus - Can't Be Tamed (Album)». Greekcharts.com (em inglês). IFPI Greece. Consultado em 3 de julho de 2010 
  26. «Top 40 album». Mahasz (em húngaro). Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége. Consultado em 15 de julho de 2010 
  27. «Discography Miley Cyrus». Irish-charts.com (em inglês). Irish Recorded Music Association. Consultado em 3 de julho de 2010 
  28. [2]
  29. [3]
  30. «Miley Cyrus - Can't Be Tamed (Album)». Charts.org.nz (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand. Consultado em 3 de julho de 2010 
  31. «Miley Cyrus - Can't Be Tamed (Album)». Norwegiancharts.com (em inglês). VG-lista. Consultado em 3 de julho de 2010 
  32. «Official Retail Sales Chart». OLiS.onyx.pl (em inglês). OLiS. Consultado em 3 de julho de 2010 
  33. «Miley Cyrus - Can't Be Tamed (Album)». Portuguesecharts.com (em inglês). Top Associação Fonográfica Portuguesa. Consultado em 3 de julho de 2010 
  34. «Miley Cyrus - Can't Be Tamed (Album)». Swedishcharts.com (em inglês). Sverigetopplistan. Consultado em 3 de julho de 2010 
  35. «Miley Cyrus - Can't Be Tamed (Album)». Hitparade.ch (em alemão). Swiss Music Charts. Consultado em 3 de julho de 2010 
  36. «Chart Stats - Miley Cyrus - Can't Be Tamed». The Official Charts Company (em inglês). Chartstats.com. Consultado em 3 de julho de 2010 
  37. «ARIA Charts – Accreditations – 2010 Albums». Australian Recording Industry Association. Consultado em 16 de Janeiro de 2012 
  38. «Certificados». Associação Brasileira dos Produtores de Discos. Consultado em 16 de Janeiro de 2012 
  39. «Miley Cyrus recebe emocionada Disco de Platina em Filipinas». Terra (em inglês). Terra Networks. Consultado em 16 de Janeiro de 2012 
  40. «Can'T Be Tamed» (em inglês). Amazon.de. Consultado em 18 de junho de 2010 
  41. «Can't Be Tamed» (em inglês). Amazon. Consultado em 18 de junho de 2010 
  42. «Albums Release Diary» (em inglês). Digital Spy (WebCite). Consultado em 17 de abril de 2010. Cópia arquivada em 17 de abril de 2010 
  43. «Miley Cyrus (マイリーサイラス)» (em japonês). HMV. Consultado em 18 de junho de 2010 
  44. «Can'T Be Tamed» (em inglês). CD Online. Consultado em 8 de agosto de 2010 
  45. «Can't Be Tamed». Livraria Saraiva. Consultado em 18 de junho de 2010