Igor Protti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Igor Protti
Informações pessoais
Nome completo Igor Protti
Data de nasc. 24 de setembro de 1967 (48 anos)
Local de nasc. Rimini,  Itália
Altura 1,71 m
Apelido Il Principe
Informações profissionais
Período em atividade 1983–2005
Clube atual Aposentado
Posição Atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1983–1985
1985–1988
1988–1989
1989–1992
1992–1996
1996–1997
1997–1998
1998
1998–1999
1999–2005
Itália Rimini
Itália Livorno
Itália Virescit Boccaleone
Itália Messina
Itália Bari
Itália Lazio
Itália Napoli Vindo de Empréstimo
Itália Lazio
Itália Reggiana
Itália Livorno
7 (0)
75 (12)
31 (10)
105 (31)
112 (46)
27 (7)
27 (4)
2 (0)
24 (8)
192 (108)

Igor Protti (Rimini, 24 de setembro de 1967) é um ex-futebolista e treinador de futebol italiano, que jogava como atacante.

Passou a maior parte de sua carreira em times de divisões inferiores na Itália (começou em 1983, no Rimini, defendendo ainda o Virescit Boccaleone na temporada 1988-89), mas ganhou visibilidade quando tornou-se ídolo no Livorno, sendo um jogador fundamental na conquista do acesso do time a Série A. Defendeu o clube "Amaranto" em duas oportunidades (1985-88 e 1999-2005) - antes da segunda passagem, jogou uma temporada pela Reggiana (1998-99). Atuou em apenas 2 clubes grandes no futebol italiano: Lazio (1996-97 e 1998) e Napoli (1997-98, por empréstimo), onde chegou a envergar a camisa 10, imortalizada no clube por Maradona. Em ambos, Protti não conseguiu destaque (apesar de ter conquistado a Supercopa Italiana em 1998, com a camisa Laziale).

Depois que Protti encerrou a carreira ao final da temporada 2004-05, aos 39 anos, o clube aposentou a camisa 10 em homenagem ao atacante. Porém, atendendo a um pedido do ex-jogador, o Livorno decidiu reutilizá-la. Francesco Tavano foi o responsável em usar o número no restante da temporada 2006-07[1] .

É, ao lado do também ex-atacante Dario Hübner, um dos 2 jogadores a conquistar os títulos das Séries A, B e C1 do Campeonato Italiano[2] . É também o único artilheiro da competição que jogou por uma equipe rebaixada (marcou 24 gols pelo Bari em 1995-96, empatado com Giuseppe Signori)[3]

Referências

  1. "Sarà ritirata la maglia di Morosini E si pensa di intitolargli un settore del Picchi". http://firenze.repubblica.it/ (em italiano). La Repubblica. 15 de abril de 2012. Consultado em 20 de abril de 2015. 
  2. Enrico Turcato (8 de novembro de 2010). "Dario Hubner supera ogni record". http://www.sportmediaset.mediaset.it (em italiano). Mediaset. Consultado em 20 de abril de 2015.  Ligação externa em |website= (Ajuda)
  3. "Protti, capocannoniere retrocesso". http://www.gazzetta.it (em italiano). La Gazzetta dello Sport. Consultado em 20 de abril de 2015.  Ligação externa em |website= (Ajuda)
Bandeira de ItáliaSoccer icon Este artigo sobre futebolistas italianos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.