Instituto Liberal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Instituto Liberal
Logótipo
Fundação 1983
Sede Rio de Janeiro, RJ
Diretor-Presidente Lucas Berlanza
Fundador(a) Donald Stewart Jr.
Sítio oficial https://www.institutoliberal.org.br

O Instituto Liberal é uma organização sem fins lucrativos fundada pelo empresário Donald Stewart Jr. em janeiro de 1983[1] na cidade do Rio de Janeiro. Atualmente, é presidida pelo jornalista Lucas Berlanza.[2][3][4][5]

Faz parte de uma rede de think tanks[6] cujo objetivo é difundir no Brasil os valores do Liberalismo, como livre iniciativa, propriedade privada e responsabilidade individual.[1] Para isso, promove seminários, congressos e publicação de obras[4], como a tradução para o português de dois livros de Friedrich Hayek, O caminho da servidão e Direito, legislação e liberdade.[carece de fontes?]

A organização é considerada um think tank do liberalismo e da nova direita no Brasil.[7][4][6][8][9]

Ex-presidentes do Instituto Liberal[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «"Instituto liberal"» (em inglês). econbiz.de 
  2. Berlanza, Lucas (22 de maio de 2021). «Queremismos nossos de cada dia». Folha de S. Paulo. Consultado em 27 de maio de 2021 
  3. «Quem somos». Instituto Liberal. Consultado em 27 de maio de 2021 
  4. a b c William R. Nylen (maio de 1993). «"Selling Neoliberalism: Brazil's Instituto Liberal".» (requer pagamento). Journal of Latin American Studies / Volume 25 / Issue 02 (em inglês). Cambridge University Press. pp. 301–311. Consultado em 29 de janeiro de 2013 
  5. Lidiane Elizabete Friderichs (8 de maio de 2019), A atuação política dos think tanks neoliberais brasileiros e argentinos: os casos do Instituto Liberal, do Instituto de Estudos Empresariais e do Instituto para el Desarrollo Empresarial de la Argentina (1983-1998), São Leopoldo: Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Wikidata Q106568484 
  6. a b Onofre, Gabriel da Fonseca (2014). «A Nova Direita no Brasil: o caso dos Institutos Liberais brasileiros» (PDF). In: Beatriz Kushnir; et al. ANAIS XVI ENCONTRO REGIONAL DE HISTÓRIA DA ANPUH-RIO: SABERES E PRÁTICAS CIENTÍFICAS. Rio de Janeiro: ANPUH-RIO. ISBN 978-85-65957-03-8. Consultado em 16 de dezembro de 2017 
  7. Gros, Denise B. (2004). «Institutos liberais, neoliberalismo e políticas públicas na Nova República». Revista Brasileira de Ciências Sociais. 19 (54): 143–159. ISSN 0102-6909. doi:10.1590/S0102-69092004000100009 
  8. Lidiane Elizabete Friderichs (2020), «Instituto Liberal e Instituto de Estudos Empresariais: mentores da nova direita neoliberal brasileira», ISBN 978-65-88461-18-1, Nova direita, bolsonarismo e fascismo: reflexões sobre o Brasil contemporâneo: 214-230, Wikidata Q107289095 
  9. «Personalidades do Instituto Liberal». Instituto Liberal 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre a política do Brasil é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.