Mercado livre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para a empresa de comércio eletrónico, veja MercadoLivre.

O mercado livre, no âmbito da economia de mercado, é um princípio capitalista pelo qual qualquer agente económico é livre para praticar formas de troca mercadológica seguindo os princípios da livre concorrência, oferta e procura num mercado. Um comerciante pode oferecer melhores preços que outro visando atrair o consumidor e adquirir uma clientela. O mercado livre dentro do espírito das luzes defende a liberdade de mercado contra a oligarquia e em favor do pobre.[1]

Esse princípio favorece o cliente, que pode escolher a melhor oferta, e tem a seu dispor comerciantes interessados em seu poder de compra. É o oposto do monopólio comercial, muito comumente praticado durante a fase do mercantilismo, no começo do século século XVI.

Referências

  1. Perrot, J. (2011).Du jeu, des enfantset des livres à l’heure de la mondialisation. Paris: Editions du Cercle de la Librairie. Pp. 12

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.