J. J. C. Smart

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
J. J. C. Smart
Nascimento 16 de setembro de 1920
Cambridge, Inglaterra
Morte 6 de outubro de 2012 (92 anos)
Melbourne, Austrália
Nacionalidade inglês
Ocupação Filósofo, acadêmico
Influências
Escola/tradição Filosofia analítica, realismo australiano
Principais interesses Filosofia da mente, metafísica, filosofia da ciência, filosofia política, filosofia da religião
Ideias notáveis Teoria da identidade mente-cérebro
Religião nenhuma (ateu)

John Jamieson Carswell "Jack" Smart AC (Cambridge, 16 de setembro de 1920 — Melbourne, 6 de outubro de 2012) foi um filósofo, professor acadêmico e autor inglês. Nasceu numa família de acadêmicos: seu pai era professor universitário de Astronomia na Universidade de Cambridge e seus dois irmãos mais novos vieram a se tornar professores, também de nível superior, de História da arte e Estudos religiosos. Graduou-se na Universidade de Glasgow, assim como seu pai, e depois adquiriu título de bacharel em Filosofia pela Universidade de Oxford. Foi um dos primeiros proponentes da Teoria da identidade mente-cérebro.[1] Mudou-se para a Austrália em 1950 quando aceitou um emprego na Universidade de Adelaide e acabou passando a maior parte de sua vida nesse país, voltando à Inglaterra em algumas ocasiões, como quando foi eleito membro honorário da Corpus Christi College, faculdade constituinte da Universidade de Oxford, em 1991, e membro honorário da Queen's College, também de Oxford, em 2010. Após sua aposentadoria, recebeu o título de professor emérito da Universidade Monash, em Melbourne, cidade onde veio a falecer.[2] Criado como episcopal, Smart abandonou a fé e se considerava um "ateu relutante".[3]

Obras[editar | editar código-fonte]

Smart foi um prolífico autor. Algumas de suas obras foram:

  • Extreme and Restricted Utilitarianism, The Philosophical Quarterly, outubro de 1956, pp 344–354.
  • An Outline of a System of Utilitarian Ethics, 1961.
  • Philosophy and Scientific Realism, 1963.
  • Problems of Space and Time, 1964 (editado, com introdução).
  • Between Science and Philosophy: An Introduction to the Philosophy of Science, 1968.
  • Utilitarianism: For and Against (coescrito com Bernard Williams; 1973)
  • Ethics, Persuasion and Truth, 1984.
  • Essays Metaphysical and Moral, 1987.
  • Atheism and Theism (Great Debates in Philosophy) (inclui contribuições de J.J. Haldane; 1996)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia/um(a) filósofo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.