Kylie (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Kylie
Álbum de estúdio de Kylie Minogue
Lançamento 04 de julho de 1988
Gravação Outono de 1987 – Primavera de 1988
Londres, Inglaterra
Melbourne, Austrália
Gênero(s)
Duração 35:22
Gravadora(s)
Produção Stock Aitken Waterman
Cronologia de Kylie Minogue
Último
Último
Enjoy Yourself
(1989)
Próximo
Próximo
Singles de Kylie
  1. "I Should Be So Lucky"
    Lançamento: 29 de dezembro de 1987
  2. "Got to Be Certain"
    Lançamento: 02 de maio de 1988
  3. "The Loco-Motion"
    Lançamento: 27 de julho de 1988
  4. "Je Ne Sais Pas Pourquoi"
    Lançamento: 17 de outubro de 1988
  5. "It's No Secret"
    Lançamento: 15 de dezembro de 1988
  6. "Turn It into Love"
    Lançamento: 21 de dezembro de 1988
    (promocional para o Japão)

Kylie é o álbum de estreia honônimo da artista musical australiana Kylie Minogue. Foi lançado em 04 de julho de 1988, pela editora discográfica PWL Records, Mushroom Records e Geffen Records em parceria com a Warner Bros. O álbum foi produzido por Stock Aitken Waterman, que também escreveu nove das dez faixas do álbum. A maior parte da composição do álbum é do dance-pop, com fortes influências do bubblegum pop e do teen pop. O álbum contém algumas baladas, sendo elas "Je Ne Sais Pas Pourquoi", "It's No Secret", "I'll Still Be Loving You" e "I Miss You". A principal grandeza do álbum repetiu o estilo teen pop e dance-pop, como visto em "I Should Be So Lucky" e "The Loco-Motion".

O álbum recebeu uma recepção mista dos críticos de música. Muitos elogiaram o álbum em si, enquanto alguns não gostavam de outra cantora do bubblegum pop, e os críticos compararam Kylie com a cantora e compositora Madonna e com seu álbum auto-intitulado (1983). Apesar da reação da crítica mista, o álbum foi um sucesso mundial. Ele alcançou a primeira posição em três países, incluindo o Reino Unido, Nova Zelândia e Japão, e produziu três singles número um na Austrália. Na América do Norte, o álbum atingiu um pico baixo nas paradas da Billboard, mas ainda conseguiu vender mais de 500.000 cópias e a certificação de ouro. Na Austrália, o álbum foi relançado com o nome "The Kylie Collection" também em 1988, bem como um álbum de vídeo VHS na Austrália e também remixes como bônus. Kylie foi certificada sete vezes platina no Reino Unido e já vendeu mais de 7 milhões de cópias em todo o mundo.

Kylie teve um total de seis singles lançados do álbum em todo o mundo. Seu single de estréia "The Loco-Motion", escrito por Gerry Goffin e Carole King, teve tabelas musicais em todo o mundo e esteve na primeira posição em um total de oito países, e atingiu o pico entre os dez primeiros de vinte países, tornando-se um dos singles mais bem sucedidos da Minogue até à data. O segundo sucesso e single de Minogue foi "I Should Be So Lucky", que esteve na primeira posição em sete países, incluindo a Austrália e o Reino Unido, e chegou a 28ª posição nas paradas da Billboard, nos Estados Unidos.

Antecedentes e gravação[editar | editar código-fonte]

Em 1979, com 11 anos, Kylie Minogue foi estabelecida como uma atriz infantil, aparecendo nas séries de TV The Sullivans e Skyways. Minogue e sua irmã Dannii Minogue ambas tentam alcançar o sucesso na indústria de TV da Austrália, mas Dannii recebeu melhores oportunidades do que Kylie.[1] Na época, Kylie ficou com ciúmes do sucesso novo de Dannii em Austrália. Em 1985, Kylie foi escalada em um dos papéis principais na telenovela The Henderson Kids, mas seu papel durou apenas uma temporada, e foi concluído depois de duas temporadas.[2] Interessada em seguir uma carreira na música, ela e Dannii fez uma fita demo para os produtores do programa semanal de música Young Talent Time,[3] que contou com Dannii como uma indicada. Kylie deu sua primeira apresentação cantando no show de televisão em 1985, mas não foi convidada para se juntar ao elenco. O sucesso de Dannii ofuscou as apresentações de Kylie, até a mesma estar no elenco da novela Neighbours. A novela alcançou popularidade no Reino Unido,e um marco na televisão após, em um episódio onde o personagem de Kylie e de Jason Donovan se casam, atraiu mais de 20 milhões de telespectadores britânicos.[4]

Em 1987, durante um concerto beneficente no Fitzroy Football Club, os membros do elenco de Neighbours fizeram seu próprio show de talentos. Minogue não tinha preparado nada para cantar, porém, subiu ao palco e fez uma versão cover de "Loco-Motion" - ela imediatamente assinou um contrato com a gravadora Mushroom Records.[5] A canção foi lançada como single na Austrália, e. tornou-se o single mais vendido da década de 1980. O sucesso resultou em Minogue viajando para Londres com Mushroom Records e seu executivo Gary Ashley para trabalhar com Stock, Aitken e Waterman. Eles sabiam pouco de Minogue e tinham esquecido que ela estava chegando; como resultado, eles escreveram "I Should Be So Lucky", enquanto ela esperava fora do estúdio.[6] Minogue gravou a canção em menos de uma hora, e voltou para casa na Austrália para trabalhar em Neighbours.[6] A canção se tornou um sucesso enorme, e Mike viajou para Melbourne para se desculpar com Minogue sobre esquecer sobre sua sessão de gravação anterior. Enquanto Stock estava lá, Kylie gravou seu próximo single, "Got to Be Certain", juntamente com o álbum da trilha, e o único lançamento no Japão de single, "Turn It Into Love", e Stock convenceu com o sucesso de Minogue para voltar a Londres no início de 1988 para gravar músicas para seu álbum de estreia.[6]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Minogue finalmente assinou contrato com a Mushroom Records no início de 1987.[7] A primeira música que Minogue já tinha considerado recorde foi a bem-sucedida "The Loco-Motion", que ela gostou imediatamente quando ela ouviu pela primeira vez.[6] Quando ela se apresentou para uma angariação de fundos na Austrália, cantou a canção da dupla Sonny & Cher "I Got You Babe". Alan Hardy, que pediu Minogue para se apresentar na arrecadação de fundos, notou que ela estava muito nervosa na apresentação. Hardy depois perguntou se ela cantaria outra e, para sua surpresa, ela cantou "The Loco-Motion", já ensaiando a canção antes da apresentação.[6] Minogue foi gravar a canção em Melbourne, mas não conseguiu gravar a canção na mesma chave que a faixa de apoio, então ela melhorou a sua voz, para que ela pudesse mudar sua extensão vocal para um Mi menor.[8]

Depois do sucesso de seu single de estréia "Locomotion" na Austrália, Minogue viajou para Londres para trabalhar com Stock Aitken Waterman, uma equipe britânica de produção e escrita de sucesso. Eles sabiam pouco de Minogue e tinham esquecido que ela estava chegando; como resultado, eles escreveram "I Should Be So Lucky", em 40 minutos, enquanto ela esperava fora do estúdio de gravação.[6] Mike Stock escreveu a letra para a canção em resposta ao que ele tinha aprendido sobre Minogue antes de sua chegada. Ele acreditava que, embora ela era uma estrela de novela de muito sucesso na Austrália e muito talentosa, "devia haver algo de errado com ela" e percebeu que ela "deveria ser 'azarada' no amor".[6] Minogue gravou a canção em menos de uma hora, o que atribui ao Stock seu bom ouvido para a música e suas habilidades de memorização rápida. Depois que Minogue terminou a sessão de gravação, ela voltou para casa para a Austrália para continuar o trabalho na novela Neighbours.[6] Depois de ouvir a canção, Waterman disse: "Eu pensei que era fantástica, então eu corri para o DJ e perguntei-lhe do que se tratava. Ele disse 'É Kylie Minogue - I Should Be So Lucky'". Mais tarde, ele disse a Mike Stock que a canção seria um hit instantâneo.[9]

Composição[editar | editar código-fonte]

De acordo com Allmusic, o álbum tem estilos como o pop rock e eletrônico que é inspirada por muitos sub-estilos musicais, como o dance-pop, eurodance e teen-pop.[10]

A primeira faixa do álbum, "I Should Be So Lucky" é uma canção dance-pop orientada, que apresenta elementos do bubblegum pop e da música new wave. De acordo com a folha de música em MusicNotes.com, que foi publicada pela Universal Music Publishing Group, a canção é definida na chave de C Major.[11] Os vocais de Minogue vão desde a nota chave de D4 para a nota chave de C5. A faixa é definido em tempo comum e se move a um ritmo moderado de 120 batidas por minuto. A instrumentação da canção apresenta sintetizadores, teclados e guitarras. "Je Ne Sais Pas Pourquoi" é uma faixa pop de balada, que também é inspirado pelos estilos teen-pop e dance-pop, que apresenta instrumentais incluindo caixas de ritmos, sintetizadores e alguns riffs de guitarra menores. A versão de Kylie tem uma introdução completamente diferente e tem um andamento um pouco mais rápido e batida mais forte.[12] As faixas "Got to Be Certain" e "It's No Secret" tem inspiração da música dance, enquanto o último é inspirado mais na música de balada, enquanto "Turn It Into Love" é uma faixa house music.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Análise da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 2.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar half.svgStar empty.svgStar empty.svg[13]
DigitalSpy 3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg[14]

Kylie recebeu críticas mistas dos críticos de música. Chris True da Allmusic deu uma avaliação de dois e meio, sendo no total cinco estrelas, dando-lhe uma comentário. Ele disse: "Enquanto os valores de produção na estreia de Kylie são datados no melhor e as músicas são nada além de um padrão final dos anos 80, existem algumas qualidades bastante cativantes para ela". Ele disse que Minogue se tornaria uma estrela pop e um "ícone da Europa".[13] Nick Levine, do Digital Spy, deu três estrelas de cinco. Ele disse: "A produção de S.A.W. torna Kylie datada como o seu corte de cabelo na capa do álbum, o álbum é tão carregado com variedade, e a pequena cantora pop australiana já está mostrando sinais de personalidade".[14]

Performance comercial[editar | editar código-fonte]

Kylie estreou na segunda posição no Reino Unido em 16 de Julho de 1988. No entanto, em sua sétima semana, o álbum finalmente chegou a primeira posição, e ficou por quatro semanas consecutivas, e duas semanas em novembro de 1988,[15] e foi certificado seis vezes platina no início de 1989.[16] Ele vendeu 1,8 milhões de cópias em 1988 (eventualmente vendeu 2.105.698 cópias)[17] e tornou-se o álbum mais vendido daquele ano.[15] Kylie foi o primeiro álbum de um artista solo feminina a ultrapassar as vendas de dois milhões no Reino Unido,[18] e é o 58º álbum mais vendido de todos os tempos.[19] Finalmente, em 1989, Minogue tornou-se a cantora mais jovem na história da música do Reino Unido a ter um álbum na primeira posição, e manteve esse registro até a artista canadense Avril Lavigne lançar o álbum Let Go, em 2003.[20]

Na Austrália, terra natal de Minogue, o álbum entrou na segunda posição, onde ele eventualmente atingiu o pico durante três semanas consecutivas, e permaneceu na parada por um total de 28 semanas. O álbum foi certificado seis vezes platina pela Australian Recording Industry Association (ARIA), numa época em que a platina na Austrália foi concedido para as vendas de 100 mil - o que equivale a mais de 600.000 cópias vendidas. Na Nova Zelândia, o álbum estreou na décima posição e, finalmente, chegou a primeira durante seis semanas. O álbum então permaneceu nas paradas por um total de 53 semanas. Em setembro de 2014, Kylie foi o 330º álbum mais vendido na Nova Zelândia.[21]

O álbum alcançou o top dez na Alemanha,[22] Noruega,[23] e na Suíça,[24] e vendeu 143.627 cópias na Suécia. Kylie conseguiu traçar mesmo nos Estados Unidos, onde estreou na 53ª posição na Billboard 200. Este foi o último álbum de Kylie nos Estados Unidos, até seu álbum Fever de 2002.[25] Em 1989, o álbum teve a certificação de ouro nos Estados Unidos, vendendo mais de 500.000 cópias,[26] e platina no Canadá.[27] Kylie já vendeu mais de 5 milhões de cópias em todo o mundo.[15]

Singles[editar | editar código-fonte]

"Locomotion", primeiro single de Minogue, passou sete semanas na primeira posição na parada de singles da Austrália, e foi o mais vendido single no país para a década de 1980.[15] Esta versão de "Locomotion" muitas vezes foi ao ar na VH-1 Europe. A canção, no entanto, foi apenas um lançamento australiano e não fazia parte do seu projeto de álbum de estreia, até que ela regravou para o lançamento em 1988. "I Should Be So Lucky" foi o primeiro single do álbum e contou com letras escritas por Mike Stock. Stock acreditava que, apesar de Minogue ser uma estrela de uma novela de sucesso na Austrália e muito talentoso, "devia haver algo de errado com ela" e percebeu que ela "deve ser 'azarada' no amor".[6] A canção tornou-se um hit na primeira posição nas tabelas musicais da Austrália e no Reino Unido.[27] "Got to Be Certain", o segundo single, alcançou a primeira posição nas tabelas musicais na Austrália, e foi moderadamente bem sucedido em outras partes do mundo, alcançando a segunda posição na tabela musical do Reino Unido por três semanas e o top dez na Alemanha e na Suíça.[28] Minogue re-gravou "Locomotion" em abril de 1988, e colocou um novo título na canção "The Loco-Motion". Foi lançada como terceiro single do álbum e se tornou a maior entrada na parada de singles do Reino Unido por uma artista feminina.[29] Na América do Norte, alcançou a primeira posição no Canadá e a terceira na Billboard Hot 100.[29] "Je Ne Sais Pas Pourquoi", o quarto single, atingiu a segunda posição nas tabelas musicais do Reino Unido.[30] "It's No Secret" foi lançado como o quinto single do álbum na Austrália, Nova Zelândia, Canadá, América do Norte e Japão onde foi o quarto single. "Turn It into Love" foi lançado exclusivamente no Japão como o quinto single e passou 10 semanas na primeira posição, sem nenhuma promoção ou vídeo.

Faixas[editar | editar código-fonte]

O álbum apresenta dez faixas em sua edição padrão. Todas as canções foram escritas e produzidas por Mike Stock, Aitken e Matt Pete Waterman, exceto "The Loco-Motion", que foi escrito por Gerry Goffin e Carole King. Créditos adaptados do encarte de Kylie.

("Love at First Sight" é completamente sem relação com a música de 2001 de mesmo nome, que Minogue gravou).

N.º Título Duração
1. "I Should Be So Lucky"   3:28
2. "The Loco-Motion"   3:17
3. "Je Ne Sais Pas Pourquoi"   4:03
4. "It's No Secret"   4:01
5. "Got to Be Certain"   3:21
6. "Turn It into Love"   3:39
7. "I Miss You"   3:18
8. "I'll Still Be Loving You"   3:52
9. "Look My Way"   3:39
10. "Love at First Sight"   3:11
Duração total:
35:22

Créditos[editar | editar código-fonte]

As seguintes pessoas que contribuíram para Kylie:[31]

Créditos adicionais

  • Dee Lewis - backing vocals
  • Mae McKenna - backing vocals
  • Suzanne Rhatigan - backing vocals
  • Matt Aitken - produção, arranjos, teclados, guitarra
  • Mike Stock - produção, arranjos, backing vocals, teclados
  • Pete Waterman - produção, arranjos
  • George DeAngelis - teclados
  • Neil Palmer - teclados
  • A. Linn - bateria
  • Jason Barron - engenheiro
  • Peter Day - engenheiro
  • Dia Stewart - engenheiro
  • Karen Hewitt - engenheiro
  • Jonathan King - engenheiro
  • Mark McGuire - engenheiro
  • Yoyo - engenheiro
  • Peter Hammond - mixagem
  • Jay Willis - masterização
  • Lawrence Lawry - fotografia
  • David Howells - design
  • Lino Carbosiero - cabelo

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Tabela musical (1988) Melhor
posição
 Austrália (ARIA)[15] 2
 Áustria (IFPI)[32] 15
 Canadá (Canadian RPM Albums Chart) 78
 Países Baixos (Dutch Albums Chart)[33] 42
 Alemanha (German Albums Chart)[22] 8
 Japão (Japan Albums Chart)[34] 30
 Noruega (Norwegian Albums Chart)[23] 10
 Nova Zelândia (New Zealand Albums Chart)[35] 1
 Suécia (Swedish Albums Chart)[36] 22
Suíça (Swiss Albums Chart)[24] 7
 Reino Unido (UK Albums Chart)[15] 1
 Estados Unidos (Billboard 200)[25] 53
Tabela musical (2015) Melhor
posição
 Reino Unido (Official Charts Company) 85

Certificações[editar | editar código-fonte]

Região Certificação Vendas/remessas
 Austrália (ARIA)[37] Sextuple Platinum.png 6× Platina 420,000^
 Estados Unidos (RIAA)[38] Gold record icon.svg Ouro 500,000^
^ figuras remessas com base apenas na certificação

Veja mais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Kylie Sean Smith. Chapter two "An Encounter with Kylie".
  2. Wearring, Miles (28 de maio de 2008). "Kylie's life on screen". Herald Sun. Visitado em 26 de julho de 2009.
  3. Adams, Cameron (2 de agosto de 2007). "Kylie Minogue – 20 years on". Herald Sun. Visitado em 27 de julho de 2009.
  4. Simpson, Aislinn (27 de maio de 2008). "Kylie Minogue celebrates 40th birthday". The Daily Telegraph (London). Visitado em 26 de julho de 2009.
  5. Smith, Sean (2002). Kylie Confidential. Michael O'Mara Books Limited. ISBN 1-85479-415-9.
  6. a b c d e f g h i "Transcript of television documentary Love is in the Air, episode title "I Should Be So Lucky"".. Visitado em 2015-06-25.
  7. Smith, S. Pg. 51.
  8. S, Smith. Pg 50.
  9. S, Smith. Pg 57.
  10. "Kylie (1988) - Kylie Minogue". AllMusic.
  11. Mike, Stock. "Kylie Minogue "I Should Be So Lucky"". www.musicnotes.com. Visitado em 12 de julho de 2009.
  12. "List of unreleased Kylie Minogue songs - Anarchopedia". eng.anarchopedia.org.
  13. a b True, Chris. "Kylie (1988) - Kylie Minogue". AllMusic. Visitado em 02 de agosto de 2012.
  14. a b "Kylie: Revisited #1: 'Kylie'".
  15. a b c d e f "Kylie: 2006 Site". Visitado em 06 de julho de 2007.
  16. Certified Awards www.bpi.co.uk.
  17. "Queen rules - in album sales". Canoe INC.
  18. "A Happy Anniversary For Kylie". Theofficialcharts.com. Visitado em 28 de agosto de 2011.
  19. "Record-Breakers and Trivia - Albums - everyHit.com". www.retrocharts.com. Visitado em 28 de agosto de 2011.
  20. "Music Week". Visitado em 02 de agosto de 2012.
  21. Hung, Steffen. "New Zealand charts portal" www.charts.org.nz.
  22. a b http://www.charts-surfer.de/index2.htm
  23. a b "Discography Kylie Minogue".
  24. a b "Kylie Minogue" www.swisscharts.com.
  25. a b "Kylie Minogue > Charts & Awards > Billboard Albums". Allmusic. Visitado em 01 de outubro de 2007.
  26. http://www.riaa.com/goldandplatinumdata.php?table=SEARCH
  27. a b "Chronology". Kylie.com.
  28. "Discography: Got to Be Certain". Kylie.com. Arquivado do original em 12 de outubro de 2007.
  29. a b "Discography: The Loco-Motion". Kylie.com. Arquivado do original em 12 de outubro de 2007.
  30. "Discography: Je Ne Sais Pas Pourquoi". Kylie.com. Arquivado em 25 de junho de 2007.
  31. "Kylie (1988) - Kylie Minogue". AllMusic.
  32. "Discographie Kylie Minogue - austriancharts.at". austriancharts.at.
  33. http://dutchcharts.nl/showitem.asp?interpret=Kylie+Minogue&titel=Kylie&cat=a
  34. http://www.oricon.co.jp/prof/artist/53811/products/music/22323/2/.
  35. http://charts.org.nz/showitem.asp?interpret=Kylie+Minogue&titel=Kylie&cat=a
  36. http://swedishcharts.com/showitem.asp?interpret=Kylie+Minogue&titel=Kylie&cat=a
  37. "ARIA Charts – Accreditations – 2011 Albums". Australian Recording Industry Association. Visitado em 28 de setembro de 2011.
  38. "American album certifications – Kylie Minogue – Kylie". Recording Industry Association of America. Visitado em 28 de setembro de 2011. Se necessário, clique em Advanced, clique em Format e selecione Album, em seguida, clique em SEARCH.

Links externos[editar | editar código-fonte]