Marcus Vinicius (basquetebolista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marquinhos
Marcus Vinicius Rio 2016.jpg
Informações pessoais
Nome completo Marcus Vinicius Vieira de Souza
Data de nasc. 31 de maio de 1984 (32 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro,  Brasil
Altura 2,07 m (6 ft 9.5 in)
Peso 102 kg (225 lb)
Informações no clube
Clube atual Flamengo
Número 11
Posição Ala
Clubes de juventude
Brasil Monte Líbano
Brasil Corinthians
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
20012002
2002
2003
2004
2004–2005
2005
2006–2007
2007
2007–2008
2008–2009
2009–2010
20102012
2012–presente
Brasil Bauru
Itália Victoria Libertas Pesaro
Brasil Vasco da Gama
Brasil Corinthians/Mogi
Itália Sutor Montegranaro
Brasil São Carlos
Estados Unidos New Orleans Hornets
Estados Unidos Tulsa 66ers (emp.)
Estados Unidos Memphis Grizzlies
Brasil Pinheiros
Itália Sutor Montegranaro
Brasil Pinheiros
Brasil Flamengo
Seleção nacional
2007–presente Brasil Seleção Brasileira

Marcus Vinicius Vieira de Souza (Rio de Janeiro, 31 de Maio de 1984), mais conhecido como Marquinhos, é um jogador profissional de basquetebol brasileiro. Atualmente joga pelo Flamengo no Novo Basquete Brasil.[1]

Marquinhos foi eleito MVP do Novo Basquete Brasil na temporada 2012–13.[2] Ao lado de Alex Garcia, é o jogador mais vezes escolhido para o Quinteto Ideal do NBB.[3] Marquinhos já jogou na NBA, pelo New Orleans Hornets.[4]

Início[editar | editar código-fonte]

Marquinhos começou a jogar basquete na escola, aos 12 anos de idade. Depois de jogar um torneio com o time de sua escola, Marquinhos foi convidado a fazer um teste no Monte Líbano. Aprovado no teste, foi jogar no time infantil do Monte Líbano, onde ficou por 3 anos. Marquinhos seguiu para o Corinthians, onde ficou por um ano, disputando a categoria cadete e eventualmente sendo chamado a ficar no banco nos jogos do time adulto.[5][6][7]

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Bauru (2001–2002)[editar | editar código-fonte]

Após um bom ano na base pelo Corinthians, Marquinhos foi convidado a jogar no Bauru, e participou da campanha que deu ao clube o primeiro título do Campeonato Brasileiro.[7][8]

Pesaro e empréstimos (2003–2006)[editar | editar código-fonte]

No final de 2002, Marquinhos assinou um contrato de cinco anos com o Pesaro, equipe da Lega Basket, primeira divisão italiana.[9][10] Sem passaporte, Marquinhos não podia disputar a LegaBasket[5][10], e acabou voltando por empréstimo ao Brasil, onde disputou o Campeonato Brasileiro pelo Vasco da Gama em 2003[11], e pelo Corinthians/Mogi das Cruzes em 2004.[12] Depois, foi emprestado a um clube da segunda divisão italiana, o Sutor Montegranaro[13], onde ganhou destaque imediato[14] e ajudou o time a conquistar o terceiro lugar, perdendo a vaga de acesso no playoff decisivo.[15] Ao final da temporada 2004–05, o Pesaro passou por uma grave crise financeira e encerrou suas atividades[16], Marquinhos, que conseguiu liberação do seu contrato[17], assinou pelo São Carlos[18], clube que acabara de subir à Série A do Campeonato Paulista, e se destacou individualmente, mas não evitou a eliminação do São Carlos na fase de repescagem.[19][20][21]

Após a passagem pelo São Carlos, Marquinhos realizou, no primeiro semestre de 2006, um período intenso de treinamento visando o Draft da NBA.[4][17][22]

New Orleans Hornets (2006–2008)[editar | editar código-fonte]

Na edição de 2006 do Draft da NBA, Marquinhos foi selecionado pelo New Orleans Hornets.[17][22] O brasileiro fechou em outubro um contrato de dois anos com a franquia de Nova Orleans[4], à época jogando em Oklahoma City devido ao furacão Katrina[23]. Nas duas temporadas de Marquinhos no Hornets, disputou 26 jogos, com média de 7,9 minutos por jogo na primeira tempora e de 5,3 minutos por jogo na segunda.[24] Durante a passagem pelo Hornets, Marquinhos chegou a ser enviado ao Tulsa 66ers, afiliado do Hornets na D-League, para ganhar experiência[25], e voltou pouco mais de um mês depois, devido a seu bom desempenho, e a um série de contusões sofridas pelo elenco do Hornets.[26] Em fevereiro de 2012, foi envolvido em uma troca com o Memphis Grizzlies[27], e, dois dias após o negócio, foi dispensado pela equipe.[28]

Pinheiros (2008–2009)[editar | editar código-fonte]

Marquinhos assinou pelo Pinheiros em março de 2008 para a disputa da Supercopa de Clubes[29][30], que o clube terminou em 6º lugar, ficando fora das semifinais.[31] Após disputar a Liga de Verão da NBA, numa tentativa de conseguir um novo contrato na liga americana[32], Marquinhos voltou ao Pinheiros e assinou um novo contrato com o clube para a temporada 2008–09.[33] No Campeonato Paulista, o Pinheiros caiu nas semifinais[34], e Marquinhos foi o vice-líder em pontuação no torneio.[35] Em seguida, Marquinhos disputou com o Pinheiros a primeira edição do Novo Basquete Brasil. Na abertura oficial do NBB, o Pinheiros perdeu para o Flamengo por 89–90, Marquinhos marcou 28 pontos.[36] O Pinheiros caiu para o mesmo Flamengo nas quartas-de-final do NBB e Marquinhos foi votado para o primeiro Jogo das Estrelas do NBB.[37]

Sutor Montegranaro (2009–2010)[editar | editar código-fonte]

Marquinhos tentava mais uma vez um contrato na NBA através da Liga de Verão, quando recebeu uma proposta do Sutor Montegranaro, o ala aceitou e voltou ao clube italiano, desta vez para jogar a Lega Basket.[38][39] O bom rendimento de Marquinhos em sua nova passagem na Itália rendeu um novo interesse da NBA, inclusive do Hornets[40], mas o ala não desejava perder Mundial para competir na Liga de Verão.[41]

Volta ao Pinheiros (2010–2012)[editar | editar código-fonte]

A vontade de ser protagonista e de voltar ao Brasil pesaram, e Marquinhos retornou ao Pinheiros para a temporada 2010–11.[41][42] Na sua primeira temporada de volta ao clube paulistano, o Pinheiros chegou à primeira final de Campeonato Paulista da história do clube[43] e terminou vice-campeão do torneio.[44] No NBB 2010–11, o Pinheiros terminou a fase de classificação em segundo[45] e parou nas semifinais contra o eventual campeão Brasília.[46] Marquinhos foi votado pela segunda vez para o Jogo das Estrelas[47] e foi eleito pela primeira vez para a Seleção do NBB.[48] No Torneio Interligas, o Pinheiros chegou à sua primeira final em uma competição internacional[49], terminando vice-campeão para o Obras Sanitarias.[50] Ainda em maio, Marquinhos renovou o contrato por mais uma temporada.[51]

A temporada 2011–12 marcou o primeiro título paulista do Pinheiros[52], com Marquinhos sendo eleito para a Seleção de Ouro da Federação Paulista.[53] O Pinheiros ainda chegou à final da Liga Sul-Americana de Basquete 2011–12, sendo vice-campeão, perdendo mais uma final para o Obras Sanitarias.[54] No Torneio Interligas, Marquinhos foi mais uma vez à final com o Pinheiros, sendo novamente vice-campeão, deste vez contra o Peñarol[55] No NBB 2011–12, o Pinheiros repetiu os resultados da temporada anterior, ficando em segundo lugar na fase de classificação[56] e caindo nas semifinais, de novo para o Brasília.[57] Marquinhos foi eleito pelo segundo ano seguido para a Seleção do NBB[58] e foi votado mais uma vez para o Jogo das Estrelas, mas devido a uma contusão, não participou do evento.[59]

Flamengo (2012–presente)[editar | editar código-fonte]

Marquinhos chegou ao Flamengo em 2012, junto a outras cinco contratações, além do novo treinador José Neto.[60] Em sua primeira temporada no Rio, Marquinhos liderou um Flamengo desfalcado do principal jogador do clube nas últimas temporadas, Marcelinho[61], a 20 vitórias seguidas no NBB.[62] Marquinhos conquistou o seu primeiro título no NBB, e ao final da temporada, foi eleito MVP do NBB 2012–13.[2] Ao final da temporada, Marquinhos renovou o contrato por dois anos.[63]

Na temporada 2013–14, Marquinhos foi mais uma vez campeão do NBB com o Flamengo,[64] sendo eleito pelo quarto ano consecutivo para a Seleção do NBB.[65] Na Liga das Américas, Marquinhos liderou o rubro-negro em pontos e o Flamengo conquistou pela primeira vez o torneio continental, vencendo o Pinheiros, que defendia o título.[66]

A temporada seguinte com começou com o título da Copa Intercontinental contra o Maccabi Tel Aviv.[67] Na volta à Liga das Américas, o Flamengo não conseguiu defender o título, ficando com 3º lugar no torneio.[68] No NBB 2014–15, o Flamengo terminou a fase de classificação na terceira posição e conquistou, nos playoffs, o terceiro título nacional seguido, derrotando o Bauru na final por 2–0.[69] Destaque da equipe, Marquinhos foi o eleito pelo quinto ano consecutivo para a Seleção do NBB.[3] Ao final da temporada, renovou com o Flamengo por mais dois anos.[70]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Em 2007, Marquinhos disputou suas primeiras competições pela seleção principal, foi convocado para a disputa dos Jogos Pan-Americanos de 2007, no qual conquistou a medalha de ouro[71][72], e para a Copa Tuto Marchand, onde conquistou mais um título.[73] Ainda em 2007, disputou a Copa América com a Seleção, mas se lesionou no primeiro jogo e ficou de fora do restante da competição.[74] Marquinhos criticou publicamente Lula Ferreira, afirmando que os jogadores estariam descontentes com a forma que o treinador rodava a equipe.[75] No comando da seleção desde 2003, Lula foi demitido logo após o torneio, ao não conseguir uma vaga nas Olimpíadas via Copa América.[76] Mesmo com a mudança de treinador, as crítidas públicas de Marquinhos dificultaram a continuação do ala na Seleção, sendo vetado das convocações do treinador seguinte, Moncho Monsalve.[77][78]

Com mais uma mudança no comando da Seleção, assumindo o argentino Rubén Magnano, Marquinhos voltou a ser convocado. Disputou seu primeiro Mundial na Turquia. No mundial, o Brasil perdeu nas oitavas-de-final para a Argentina[79] e Marquinhos se destacou no jogo contra os Estados Unidos, terminando como maior pontuador do Brasil no confronto.[80] Em 2011, Marquinhos foi convocado para disputar a Copa Tuto Marchand e a Copa América. No Tuto Marchand, o Brasil foi campeão e Marquinhos foi eleito o MVP da competição.[81] Na Copa América, a Seleção se classificou para as Olimpíadas pela primeira vez desde Atlanta 1996.[82] Marquinhos foi parte do grupo que disputou as Olimpíadas de 2012[83] Em 2013, Marquinhos foi convocado para a Copa América, mas pediu dispensa por causa de um problema no joelho.[84] Foi convocado também para a Copa do Mundo[85], onde o Brasil caiu nas quartas-de-final, para a Sérvia.[86]

Em 2015, Marquinhos disputou pela seleção a Copa Tuto Marchand[87] e a Copa América.[88]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Denota temporadas em que equipe de Marquinhos ganhou um campeonato da NBB
Líder da liga

Temporada regular do NBB[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ MPJ FG% 3P% LL% RT AS BR TO PPJ
2008–09 Pinheiros 28 37.8 .524 .363 .821 5.4 4.7 1.7 .2 22.3
2010–11 Pinheiros 27 33.0 .538 .358 .811 3.7 3.4 1.4 .5 20.4
2011–12 Pinheiros 28 31.5 .545 .418 .794 3.8 2.4 1.2 .2 18.0
2012–13 Flamengo 34 30.9 .571 .433 .795 4.6 2.5 1.2 .2 20.7
2013–14 Flamengo 16 26.7 .484 .376 .860 3.5 2.4 .9 .3 14.8
2014–15 Flamengo 28 27.8 .539 .459 .821 4.5 2.6 .9 .2 15.9
2015–16 Flamengo 28 26.9 .492 .381 .791 3.9 3.1 1.3 .2 15.6
Carreira 189 30.7 .534 .398 .808 4.2 3.0 1.2 .3 17.9
All-Star 4 - - - - - - - - -

Playoffs do NBB[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ MPJ FG% 3P% LL% RT AS BR TO PPJ
2009 Pinheiros 3 40.0 .552 .571 .789 6.7 5.3 2.3 .0 28.3
2011 Pinheiros 9 36.2 .577 .434 .948 3.7 2.9 1.8 .3 24.7
2012 Pinheiros 10 35.1 .453 .404 .683 4.2 4.4 1.1 .2 15.4
2013 Flamengo 9 33.7 .530 .429 .851 4.9 3.0 .7 .2 18.6
2014 Flamengo 9 33.3 .461 .414 .864 2.9 2.1 .7 .0 17.0
2015 Flamengo 10 27.6 .494 .417 .912 4.6 2.8 1.5 .2 15.4
2016 Flamengo 13 27.6 .530 .371 .872 4.2 3.2 1.1 .4 16.5
Carreira 63 32.1 .512 .420 .851 4.2 3.2 1.2 .2 18.3

FIBA Liga das Américas[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ MPJ FG% 3P% LL% RT AS BR TO PPJ
2013 Flamengo 5 32.4 .549 .514 .900 3.2 4.4 .6 .0 24.6
2014 Flamengo 8 29.6 .566 .435 .762 3.3 1.5 .9 .0 21.5
2015 Flamengo 5 29.6 .509 .414 .880 4.0 3.0 1.0 .2 18.4
Carreira 18 30.4 .547 .455 .835 3.4 2.7 .8 .1 21.5

Títulos e Honrarias[editar | editar código-fonte]

Bauru[editar | editar código-fonte]

Pinheiros[editar | editar código-fonte]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Conquistas Individuais[editar | editar código-fonte]

NBB[editar | editar código-fonte]

Copa Tuto Marchand[editar | editar código-fonte]

  • Most Valuable Player (2011)

Referências

  1. Perfil na LNB LNB.com.br. Acessado em 29 de dezembro de 2015.
  2. a b Marquinhos é eleito MVP do NBB, e Franca e Bauru dominam prêmios GloboEsporte.com. Acessado em 29 de dezembro de 2015.
  3. a b Time dos sonhos LNB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  4. a b c Ala Marquinhos define contrato de dois anos com os Hornets UOL Esporte. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  5. a b Marquinhos (Basquete) Esporte Essencial. Acessado em 29 de dezembro de 2015.
  6. Entrevista - Marcus Vinícius Vieira de Sousa CBB.com.br. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  7. a b Personagens do Basquete Brasileiro: Marquinhos Bala na Cesta - UOL. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  8. 13º Campeonato Nacional - CBB CBB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  9. [1] LegaBasket. Acessado em 29 dedezembro de 2015.
  10. a b Clamoroso Dall'Italia: Marcus Vinicius firma per Pesaro DataBasket. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  11. Marcus Vinicius da Pesaro al Vasco: sarà un arrivederci? DataBasket. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  12. Corinthians/Mogi apresenta os seus reforços para o nacional DataBasket. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  13. Marquinhos Vieira torna in Italia DataBasket. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  14. Legadue: è solo precampionato, ma Marquinhos è super DataBasket. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  15. Legadue Italiana: Virtus Bologna promossa in Serie A DataBasket. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  16. Serie A Italiana: Pesaro non si iscrive al campionato DataBasket. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  17. a b c Marquinhos é selecionado pelo Hornets GloboEsporte.com. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  18. Três jogos movimentam o estadual neste sábado DataBasket. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  19. Definidos os classificados no estadual masculino DataBasket. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  20. Araraquara vence e segue na briga pela vaga DataBasket. Acessado em 30 de dezembro de 2015
  21. Quatro times seguem na briga pela classificação DataBasket. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  22. a b Marquinhos é selecionado pelos Hornets no "draft" da NBA UOL Esporte. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  23. Hornets fica em Oklahoma em 2006/2007 GloboEsporte.com. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  24. Marcus Vinicius NBA Stats Basketball-Reference. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  25. Hornets send Marcus Vinicius to D-League InsideHoops. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  26. Marcus Vinicius recalled by Hornets from D-League InsideHoops. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  27. Marquinhos é envolvido em troca e vai para o Memphis Grizzlies UOL Esporte. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  28. Marquinhos é dispensado pelos Grizzlies e fica sem clube na NBA UOL Esporte. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  29. Sem time na NBA, Marquinhos acerta com o Pinheiros UOL Esporte. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  30. Marquinhos reforça o Pinheiros na Supercopa Masculina Estadão. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  31. Tudo definido para a semifinal da Supercopa DataBasket. Acessado em 30 de dezembro de 2015.
  32. Marquinhos tenta vaga nos Suns de Leandrinho UOL Esporte. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  33. Pinheiros contrata Marquinhos, ex-NBA iG Esporte. Acessado em 29 de dezembro de 2015.
  34. Winner/Limeira é o primeiro finalista do estadual DataBasket. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  35. Destaques do Campeonato Paulista Masculino DataBasket. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  36. Flamengo vence Pinheiros por um ponto na rodada de estreia do NBB LNB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  37. Fãs do basquete indicam 20 craques para Jogo das Estrelas LNB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  38. Marquinhos se apresenta ao Montagranaro no dia 20 DataBasket. Acessado em 20 de dezembro de 2015.
  39. Marquinhos torna a casa "Playoff e battere Siena" La Gazzetta dello Sport. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  40. Marquinhos vai bem na Itália e pode voltar aos EUA DataBasket. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  41. a b Marquinhos rejeita propostas e abre mão da NBA por protagonismo no NBB UOL Esporte. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  42. Com reforços de seleção, Pinheiros apresenta time para nova temporada GloboEsporte.com. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  43. Pinheiros derrota Franca e chega a inédita decisão DataBasket. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  44. Cesta decisiva de Bambu garante título a Limeira DataBasket. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  45. Franca arrasa Pinheiros, confirma sua ascensão e vira líder na última rodada GloboEsporte.com. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  46. UniCeub faz 99x93 em cima do Pinheiros e vai para a final Jornal de Brasília. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  47. NBB 2011 define times do Jogo das Estrelas ESPN.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  48. Os donos da festa LNB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  49. Pinheiros recebe argentinos amanhã em jogo pelo título Portal GCN. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  50. Pinheiros perde em casa a decisão do Torneio Interligas iG Esporte. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  51. Candidato a melhor jogador do NBB, Marquinhos renova com o Pinheiros GloboEsporte.com. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  52. Pinheiros/SKY é campeão paulista de basquete masculino Jornal do Sudoeste. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  53. Relação dos melhores de 2011 da FPB CBB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  54. Obras ganó la Liga Sudamericana ESPN Deportes. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  55. Em noite ruim, Pinheiros é atropelado pelo Peñarol e repete vice no Interligas GloboEsporte.com. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  56. Rivalidade é assim LNB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  57. De novo na final LNB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  58. Seleção do NBB 2011/2012 LNB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  59. Lesionado, Marquinhos não disputará o Jogo das Estrelas do NBB iG Esporte. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  60. Ala Marquinhos reforça o time de basquete do Flamengo Correio de Uberlândia. Acessado em 29 de dezembro de 2015.
  61. Volta logo, Marcelinho! LNB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  62. Quanta personalidade LNB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  63. Flamengo acerta com Marquinhos e Benite; Caio fica perto do adeus GloboEsporte.com. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  64. Tricampeão! LNB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  65. Timaço! LNB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  66. O MVP e o cestinha rubro-negro Flamengo.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  67. Flamengo faz história no basquete e é campeão mundial Estadão. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  68. Em ritmo de Playoffs LNB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  69. Com Laprovittola de MVP, Fla derrota Bauru e conquista tetracampeonato GloboEsporte.com. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  70. Marquinhos renova com o Flamengo: "Melhor time de basquete do mundo" GloboEsporte.com. Acessado em 29 de dezembro de 2015.
  71. Lula convoca seleção de basquete para o Pan e inclui atletas da NBA Folha de S.Paulo. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  72. Sem rivais de peso, brasileiros terminam com ouro e prata no basquete do Pan Folha de S.Paulo. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  73. Brasil é campeão da Copa Tuto Marchand CBB.com.br. Acessado em 31 de dezembro.
  74. Marquinhos está fora do Pré-Olímpico GloboEsporte.com. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  75. Marquinhos afirma que o problema da seleção é Lula Ferreira Estadão. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  76. Lula Ferreira não é mais o técnico do Brasil GloboEsporte.com. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  77. Moncho exclui rebeldes em convocação do Pré-Olímpico Mundial UOL Esporte. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  78. Seleção veta Marquinhos e Nezinho, pivôs de distúrbios no passado Diário de Nordeste. Acessado em 31 de dezembro de2015.
  79. Brasil vê o sonho escorrer pela mão, cai diante da Argentina e se despede GloboEsporte.com. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  80. Marquinhos sai do banco, vira arma de Magnano e brilha diante dos EUA GloboEsporte.com. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  81. Seleção conquista título da Copa Tuto Marchand CBB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  82. Basquete do Brasil enterra jejum de 15 anos e volta aos Jogos Olímpicos SporTV. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  83. Magnano convoca a seleção brasileira de basquete para Londres O Globo. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  84. Marquinhos pede dispensa e é nova baixa para Magnano Estadão. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  85. Magnano convoca jogadores da NBA e dois do Flamengo para o Mundial GloboEsporte.com. 31 de dezembro de 2015.
  86. O Brasil perde para a Sérvia e está fora do Mundial de Basquete El País Esportes. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  87. Brasil vence Argentina na 3ª rodada da Copa Tuto Marchand CBB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.
  88. Brasil está fora da Copa América do México CBB.com.br. Acessado em 31 de dezembro de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]