Novo Basquete Brasil de 2016–17

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NBB 2016–17
NBB 9
{{{PAGENAME}}}
Campeonato Novo Basquete Brasil
Esporte Basquetebol
Duração 5 de novembro de 2016 - junho de 2017
Número de times 15
Parceiro(s) de TV
Temporada Regular
Campeão Rio de Janeiro Flamengo
MVP Desmond Holloway (Pinheiros)
Cestinha Kendall Anthony (Macaé)
(20,55 pontos por jogo)
Playoffs
Campeão São Paulo Bauru
  Vice-campeão São Paulo Paulistano
MVP das finais Alex Garcia (Bauru)
Temporadas NBB
NBB 2017-18 →

O Novo Basquete Brasil de 2016–17 é uma competição brasileira de basquete organizada pela Liga Nacional de Basquete. Esta é a nona edição do campeonato organizado pela LNB, com a chancela da Confederação Brasileira de Basketball, por isso também é chamado de NBB9. O NBB garante vagas para os torneios internacionais, como a Liga das Américas, e a Liga Sul-Americana de Basquete. Esse ano o campeonato tem como novidade a participação do Vasco da Gama, que estava afastado de competições nacionais há 13 anos.[1] A equipe do São José não participa pela primeira vez de uma edição do NBB por questões financeiras, dando lugar ao Campo Mourão, vice-campeão da Liga Ouro de 2016.[2] Também por questões financeiras o Rio Claro desiste da disputa da competição, com isso esta edição conta com 15 times.[3]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

A fórmula de disputa do campeonato segue a mesma da temporada anterior. Os 12 melhores colocados na fase de classificação avançarão às Finais, que seguirá disputada a partir das oitavas de final em playoffs, com os quatro melhores classificados diretamente para as quartas de final, sempre em uma melhor de cinco jogos, inclusive a série Final. Para esta temporada, o formato das séries de playoffs continuará como na temporada anterior, com os confrontos de mata-mata sendo disputados no modelo 1-2-1-1, com os Jogos 2, 3 e 5 sendo realizados na casa da equipe de melhor campanha na fase de classificação. A pior equipe na fase de classificação será rebaixada à Liga Ouro de 2018.[4][5]

Participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Estado Em 2015-16 Ginásio Capacidade Títulos do NBB (último)
Basquete Cearense Fortaleza Ceará CE 6º (NBB 2015-16) Paulo Sarasate
Centro de Formação Olímpica
8 822
17 000
0 (não possui)
Bauru Bauru São Paulo SP 2º (NBB 2015-16) Panela de Pressão 2 000 0 (não possui)
Brasília Brasília Distrito Federal (Brasil) DF 4º (NBB 2015-16) ASCEB
Nilson Nelson
1 100
16 000
3 (2011-12)
Campo Mourão Campo Mourão Paraná PR 2º (Liga Ouro 2016) Belin Carolo 3 000 0 (não possui)
Caxias do Sul Caxias do Sul Rio Grande do Sul RS 11º (NBB 2015-16) Vasco da Gama 850 0 (não possui)
Flamengo Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 1º (NBB 2015-16) Tijuca TC
Rio Arena
4 000
18 000
5 (2015-16)
Franca Franca São Paulo SP 9º (NBB 2015-16) Pedrocão 6 000 0 (não possui)
Liga Sorocabana Sorocaba São Paulo SP 13º (NBB 2015-16) Gualberto Moreira 3 000 0 (não possui)
Macaé Macaé Rio de Janeiro RJ 15º (NBB 2015-16) TC Macaé 3 000 0 (não possui)
Minas Belo Horizonte Minas Gerais MG 10º (NBB 2015-16) Arena Juscelino Kubitschek 4 000 0 (não possui)
Mogi das Cruzes Mogi das Cruzes São Paulo SP 3º (NBB 2015-16) Hugo Ramos 5 000 0 (não possui)
Paulistano São Paulo São Paulo SP 5º (NBB 2015-16) Antônio Prado Júnior 1 500 0 (não possui)
Pinheiros São Paulo São Paulo SP 7º (NBB 2015-16) Henrique Villaboim 824 0 (não possui)
Vasco da Gama Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 1º (Liga Ouro 2016) Ginásio Vasco da Gama 1 000 0 (não possui)
Vitória Salvador Bahia BA 12º (NBB 2015-16) Ginásio Cajazeiras 2 060 0 (não possui)
Localização das equipes participantes do NBB 2016-17.

Primeira Fase[editar | editar código-fonte]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Atualização em 03 de abril 2017.

Pos Times % Pts J V D PF PS SP Classificação ou rebaixamento
1 Rio de Janeiro Flamengo 75,0 49 28 21 7 2464 2195 269 Classificado para a Fase Final
2 São Paulo Mogi das Cruzes 71,4 48 28 20 8 2274 2088 186
3 São Paulo Franca 67,9 47 28 19 9 2256 2199 57
4 Distrito Federal (Brasil) Brasília 67,9 47 28 19 9 2285 2155 130
5 São Paulo Bauru 64,3 46 28 18 10 2256 2086 170 Classificado para os Playoffs
6 São Paulo Paulistano 57,1 44 28 16 12 2287 2146 141
7 Bahia Vitória 57,1 44 28 16 12 2130 2105 25
8 São Paulo Pinheiros 57,1 44 28 16 12 2275 2250 25
9 Rio de Janeiro Vasco da Gama 50,0 42 28 14 14 2099 2182 -83
10 Paraná Campo Mourão 46,4 41 28 13 15 2140 2226 -86
11 Ceará Basquete Cearense 42,9 40 28 12 16 2116 2184 -68
12 Rio de Janeiro Macaé 28,6 36 28 8 20 2117 2212 -95
13 Minas Gerais Minas 25,0 35 28 7 21 2146 2332 -186
14 São Paulo Liga Sorocabana 21,4 34 28 6 22 1921 2159 -238
15 Rio Grande do Sul Caxias do Sul 17,9 33 28 5 23 2022 2269 -247 Rebaixado para a Liga Ouro 2018

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Para ler a tabela, a linha horizontal representa os jogos da equipe como mandante. A coluna vertical indica os jogos da equipe como visitante.

CEA BAU BRA CAX CMO FLA FRA LSB MAC MIN MOG PAU PIN VAS VIT
Basquete Cearense 73-79 72-81 88-78 75-81 81-94 95-81 86-85 77-71 78-71 77-85 74-76 74-77 89-80 77-82
Bauru 78-72 62-79 82-64 83-54 97-100 89-69 87-55 84-76 75-86 80-87 78-68 74-64 82-58 83-71
Brasília 88-52 92-89 91-82 76-78 95-83 88-92 79-77 74-72 92-79 86-75 85-76 96-80 95-72 70-78
Caxias do Sul 65-74 76-74 76-81 69-78 80-104 95-100 59-67 87-83 66-52 80-87 80-82 93-99 78-73 69-70
Campo Mourão 73-89 62-82 80-90 83-74 69-90 81-83 73-78 71-68 114-105 95-94 74-92 81-83 77-82 70-64
Flamengo 88-94 63-72 71-77 94-60 79-69 80-83 81-74 85-66 108-74 96-87 81-72 96-88 94-86 98-87
Franca 78-82 92-85 77-70 85-66 61-42 84-85 90-68 86-79 75-74 82-78 78-71 99-78 67-71 81-74
Liga Sorocabana 63-65 70-84 66-73 83-70 64-74 58-90 87-66 73-77 63-69 60-90 71-92 64-63 74-70 62-69
Macaé 64-53 67-87 87-74 73-67 78-91 80-82 75-78 68-66 99-65 69-90 84-96 90-92 58-69 59-67
Minas 62-66 77-89 62-74 83-63 72-66 60-89 80-84 68-61 86-78 84-104 85-96 88-94 83-85 78-82
Mogi 92-75 89-66 84-58 73-64 74-71 57-83 82-63 81-77 69-75 87-64 86-55 90-78 80-73 75-72
Paulistano 79-67 90-66 74-90 82-49 78-85 103-96 73-76 92-57 85-65 98-86 77-78 67-74 83-86 83-66
Pinheiros 80-74 84-69 86-78 95-69 76-78 77-84 95-83 80-63 97-90 95-92 74-67 77-92 72-81 75-79
Vasco da Gama 71-69 64-90 85-76 57-76 81-91 78-77 79-77 89-66 77-76 75-87 94-70 67-82 72-70 60-70
Vitória 82-68 84-90 88-77 76-67 86-79 87-93 77-86 74-69 84-90 76-74 60-63 85-73 67-72 73-64

Playoffs[editar | editar código-fonte]

Negrito – Vencedor das séries

Itálico – Time com vantagem de mando de quadra

Confrontos[editar | editar código-fonte]

  Fase classificatória
(Melhor de 5)
Quartas de final
(Melhor de 5)
Semifinal
(Melhor de 5)
Final
(Melhor de 5)
      
         1  Rio de Janeiro Flamengo 2  
8  São Paulo Pinheiros 3     8  São Paulo Pinheiros 3  
9  Rio de Janeiro Vasco da Gama 2       5  São Paulo Bauru 3  
           8  São Paulo Pinheiros 2  
         4  Distrito Federal (Brasil) Brasília 1  
5  São Paulo Bauru 3     5  São Paulo Bauru 3  
12  Rio de Janeiro Macaé 0       5  São Paulo Bauru 3
           6  São Paulo Paulistano 2
         2  São Paulo Mogi das Cruzes 2  
7  Bahia Vitória 3     7  Bahia Vitória 3  
10  Paraná Campo Mourão 2       6  São Paulo Paulistano 3  
           7  Bahia Vitória 0  
         3  São Paulo Franca 2       
6  São Paulo Paulistano 3     6  São Paulo Paulistano 3       
11  Ceará Basquete Cearense 2  

Fase classificatória[editar | editar código-fonte]

Time 1 Série Time 2 1º Jogo 2º Jogo 3º Jogo 4º Jogo 5º Jogo
Pinheiros São Paulo 3–2 Rio de Janeiro Vasco da Gama 83–74 80–85 81–78 75–79 93–82
Bauru São Paulo 3–0 Rio de Janeiro Macaé 80–70 91–79 93–83
Vitória Bahia 3–2 Paraná Campo Mourão 85–63 82–80 72–81 66–68 73 –60
Paulistano São Paulo 3–2 Ceará Basquete Cearense 84–87 83–75 81–85 82–67 76–72

Quartas de final[editar | editar código-fonte]

Time 1 Série Time 2 1º Jogo 2º Jogo 3º Jogo 4º Jogo 5º Jogo
Flamengo Rio de Janeiro 2–3 São Paulo Pinheiros 96–85 83–73 79–90 98–102 75–78
Brasília Distrito Federal (Brasil) 1–3 São Paulo Bauru 88–87 73–77 76–85 78-80
Mogi das Cruzes São Paulo 2–3 Bahia Vitória 89–83 83–87 88–69 80–82 85–95
Franca São Paulo 2–3 São Paulo Paulistano 65–80 92–79 66–69 105–87 67–80

Semifinal[editar | editar código-fonte]

Time 1 Série Time 2 1º Jogo 2º Jogo 3º Jogo 4º Jogo 5º Jogo
Bauru São Paulo 3–2 São Paulo Pinheiros 86–98 83–89 94–77 76–72 66–60
Paulistano São Paulo 3–0 Bahia Vitória 93–84 82–72 70–67

Final[editar | editar código-fonte]

Time 1 Série Time 2 1º Jogo 2º Jogo 3º Jogo 4º Jogo 5º Jogo
Bauru São Paulo 3–2 São Paulo Paulistano 78–82 74–78 90–79 81–64 92–73

Premiação[editar | editar código-fonte]

Novo Basquete Brasil 2016-17
Bandeira do estado de São Paulo.svg
Bauru
Campeão
(2° título Brasileiro)


Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Após 13 anos, Fla e Vasco têm data para reencontro no Brasileiro de basquete; Vasco encara o Brasília». oglobo.com. 12 de setembro de 2016. Consultado em 2 de novembro de 2016 
  2. «Campo Mourão Basquete é confirmado no NBB». Tribuna do Interior. 14 de julho de 2016. Consultado em 2 de novembro de 2016 
  3. «Liga Nacional confirma saída do Rio Claro da edição de 2016/17 do NBB». globoesporte.com. 3 de novembro de 2016. Consultado em 3 de novembro de 2016 
  4. «Fla e Bauru abrem NBB 9 na reedição da última final; Vasco encara o Brasília». globoesporte.com. 25 de agosto de 2016. Consultado em 2 de novembro de 2016 
  5. «A bola vai subir! NBB 9 começa neste sábado com 15 times e velhos rivais». globoesporte.com. 4 de novembro de 2016. Consultado em 4 de novembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Novo Basquete Brasil de 2015–16
Novo Basquete Brasil
2016–17
Sucedido por
Novo Basquete Brasil de 2017–18