Néstor Pitana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Néstor Pittana)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Néstor Pitana
Na Copa do Mundo de 2018
Nome completo Néstor Fabián Pitana
Nascimento 17 de junho de 1975 (44 anos)
Corpus,  Argentina
Estatura 1,91m
Ocupação Professor de ginástica

Néstor Fabián Pitana (Corpus, 17 de junho de 1975) é um árbitro de futebol argentino. Em 2014, foi eleito o oitavo melhor arbitro do mundo pela FIFA[1]. Foi um dos árbitros dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Pitana foi o árbitro da Final da Copa do Mundo FIFA de 2018.

Em 1997 teve uma breve carreira como ator, interpretando um guarda penitenciário no filme argentino La Furia.[2]


O árbitro esta ente os árbitros que assinaram uma carta de apoio ao árbitro paraguaio Carlos Amarilla acusado de corrupção em 2015, após áudios de conversa do então presidente da Associação Argentina de Futebol (AFA), Julio Grondona, foram divulgados. "Deu tudo certo, afinal. O maior reforço do Boca Juniors no último ano foi Amarilla", afirmou o mandatário dois dias depois do duelo.[3]

Referências

  1. «Pitana, de las críticas al reconocimiento» (em espanhol). La Nacion-Canchallena. 23 de janeiro de 2015. Consultado em 28 de janeiro de 2016 
  2. «Néstor Pitana, o árbitro da final do Mundial que até já foi ator num filme». www.ojogo.pt. Consultado em 29 de junho de 2019 
  3. «Grupo de árbitros da Conmebol assina carta de apoio a Amarilla». ESPN. Consultado em 1 de agosto de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um árbitro de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Precedido por
Nicola Rizzoli
2014
Árbitro da Final da Copa do Mundo FIFA
Néstor Pitana
2018
Sucedido por
A definir
2022