Numitor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Outubro de 2008). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Outubro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Numitor, segundo a mitologia romana, era filho de Procas, rei de Alba Longa, descendente de Enéias o troiano, e pai de Rhea Silvia e Lausus.[1]

Foi banido da pátria por Amúlio, seu irmão mais jovem. Este, assumindo o poder, fez Numitor consagrar sua filha Reia Sílvia ao colégio das Vestais. Entretanto, apesar de obrigada a conservar o celibato, a jovem foi amada por Marte e concebeu Rômulo e Remo. Quando os meninos nasceram, segundo uma versão, Numitor trocou-os por dois outros gêmeos, que Amúlio mandou abandonar. Confiou seus verdadeiros netos ao pastor Fáustulo, que se incumbiu de educá-los. Na outra versão, Rômulo e Remo teriam sido jogados a um rio, e encontrados por uma loba, que os amamentou. Mais tarde, colocado a par do segredo do seu nascimento, Rômulo matou seu tio-avô e restabeleceu Numitor no trono.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Mitologia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.