Patrick Mboma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Patrick Mboma
Patrick Mboma
Informações pessoais
Nome completo Henri Patrick Mboma Dem
Data de nasc. 15 de novembro de 1970 (47 anos)
Local de nasc. Douala, Camarões
Altura 1,85 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Meia ofensivo
Clubes de juventude
–1990
1990–1992
França Stade Pavillonnais
França Paris Saint-Germain
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1990-1992
1992–1994
1994–1995
1995–1996
1996–1997
1997–1998
1998–2000
2000–2001
2002
2002–2003
2003–2004
2004–2005
França Paris Saint-Germain
França Châteauroux (emp.)
França Paris Saint-Germain
França Metz (emp.)
França Paris Saint-Germain
Japão Gamba Osaka
Itália Cagliari
Itália Parma
Inglaterra Sunderland
Líbia Al-Ittihad Trípoli
Japão Tokyo Verdy
Japão Vissel Kobe
0 (0)
48 (22)
8 (1)
17 (4)
8 (1)
34 (29)
40 (15)
24 (5)
9 (1)
2 (0)
35 (17)
10 (2)
Seleção nacional
1995–2004 Flag of Cameroon.svg Camarões 56 (33)
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Sydney 2000 Equipe

Henri Patrick Mboma Dem (Douala, 15 de novembro de 1970) é um ex-futebolista camaronês que se destacou atuando na França. Campeão olímpico em Sydney 2000 por seu país, jogou ainda 2 Copas do Mundo, em 1998 e 2002. Sua comemoração característica era apontando com as duas mãos como se estivesse atirando.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Profissionalizou-se em 1990, no Paris Saint-Germain, mas não teve muitas chances na equipe (foram apenas 8 jogos), que o emprestou para o Châteauroux e o Metz. Em 1997, jogando pelo Gamba Osaka, tornou-se o primeiro africano a sagrar-se artilheiro da J-League na história da competição, com 25 gols. O feito foi igualado em 2016, quando o nigeriano Peter Utaka fez 19 gols (empatado com o brasileiro Leandro).

Jogou também na Itália (Cagliari e Parma), Inglaterra (Sunderland) e Líbia (Al-Ittihad Trípoli), voltando ao Japão em 2003, defendendo Tokyo Verdy e Vissel Kobe antes de sua aposentadoria em 2005, atrapalhado por seguidas contusões.

Seleção Camaronesa[editar | editar código-fonte]

Pela Seleção Camaronesa, Mboma disputou 57 partidas, marcando 33 gols. É o terceiro maior artilheiro da equipe, ficando atrás de Samuel Eto'o e Roger Milla.

Estreou pelos Leões Indomáveis em dezembro de 1995, contra a Libéria, mas não foi convocado para a Copa Africana de Nações disputada no ano seguinte. Jogou a edição seguinte, em 1998, mesmo ano em que participou de sua primeira Copa, na França, marcando um gol contra o Chile.

Nas Olimpíadas de Sydney, em 2000, Mboma foi um dos 2 atletas acima de 23 anos (o outro foi o meia Serge Mimpo), liderou a Seleção Camaronesa ao ouro olímpico, igualando o feito da Seleção Nigeriana em Atlanta 1996. No mesmo ano, conquistara o seu primeiro título internacional ao vencer a Copa Africana, além de ser eleito o melhor jogador africano da temporada.

Convocado para a Copa de 2002, marcou o gol da vitória contra a Arábia Saudita, mas não evitou a eliminação dos Leões na primeira fase. Sua última competição pela equipe foi a Copa Africana de 2004, e mesmo aos 33 anos (foi o atleta mais velho do elenco), foi o artilheiro do torneio com 4 gols - empatado com Frédéric Kanouté, Jay-Jay Okocha e Francileudo Santos.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Perfil na Sports Reference». FIFA.com. Consultado em 13 de fevereiro de 2016. 
Bandeira de CamarõesSoccer icon Este artigo sobre futebolistas camaroneses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.