Phillip Cocu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Phillip Cocu
Phillip Cocu
Cocu em 2014
Informações pessoais
Nome completo Phillip John William Cocu
Data de nasc. 29 de outubro de 1970 (52 anos)
Local de nasc. Eindhoven, Países Baixos
Nacionalidade neerlandês
Altura 1,85 m
canhoto
Informações profissionais
Clube atual Vitesse
Posição ex-volante
Função treinador
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1988–1990
1990–1995
1995–1998
1998–2004
2004–2007
2007–2008
AZ Alkmaar
Vitesse
PSV Eindhoven
Barcelona
PSV Eindhoven
Al-Jazira
0053 0000(9)
0153 000(28)
0130 000(44)
0292 000(37)
0135 000(32)
0017 0000(4)
Seleção nacional
1996–2006 Países Baixos 0101 000(11)
Times/clubes que treinou
2013–2018
2018
2019–2020
2022–
PSV Eindhoven
Fenerbahçe
Derby County
Vitesse
Última atualização: 27 de setembro de 2022

Phillip John William Cocu (Eindhoven, 29 de outubro de 1970) é um treinador e ex-futebolista neerlandês que atuava como volante. Atualmente comanda o Vitesse.

Carreira como jogador[editar | editar código-fonte]

AZ Alkmaar[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira no AZ Alkmaar, estreou como ponta-esquerda na Eerste Divisie aos dezoito anos, em 22 de janeiro de 1989, contra o NEC.[1]Duas semanas depois, ele marcou dois gols no jogo da Copa da Holanda contra o Fortuna Sittard, que foi seguido por seu primeiro gol na liga contra o SVV em março. Ele deixou o AZ onde fez 50 jogos e marcou oito gols. [2]

Vitesse[editar | editar código-fonte]

Cocu foi comprado pelo Vitesse por € 272.000. Em Arnhem, Cocu deixou de ser um ponta-esquerda para um meio-campista central. [3]

Deixou o Vitesse após 5 temporadas.

PSV Eindhoven[editar | editar código-fonte]

Cocu assinou em junho de 1995 com o PSV Eindhoven, ele imediatamente marcou em sua estreia no PSV contra o Fortuna Sittard (1–3). [4]

No PSV jogou com: Wim Jonk, Ronaldo, Luc Nilis, Jaap Stam.[5]Porém o Ajax da época era muito forte.

Barcelona[editar | editar código-fonte]

Em 1998 o Barcelona contrata Cocu junto ao PSV. Fez sua estreia em jogo contra o Racing Santander (0-0) pela La Liga 1998-1999. [6]

Porém durante sua estadia o Barça estava passando por administrações turbulentas e mesmo com elenco forte não obtiveram muitos títulos. As 205 partidas de Cocu na La Liga e 292 aparições no total foram recordes do Barcelona para um jogador estrangeiro quando ele saiu; ambos os recordes permaneceram até que Lionel Messi os superou em 2011 e 2012, respectivamente. [7] [8]

Retorno ao PSV Eindhoven[editar | editar código-fonte]

Em 2004, Cocu assinou um contrato de dois anos com o PSV Eindhoven.[9]Em três temporadas ganhou 3 campeonatos holandeses (2005, 2006, 2007) e 1 Copa da Holanda (2004-2005). Em 2005-2006 foi eleito o segundo melhor jogador da liga holandesa. [10]

Al-Jazira[editar | editar código-fonte]

Em 15 de agosto de 2007, Cocu assinou contrato com o Al-Jazira clube dos Emirados Árabes Unidos.[11]Em sua primeira partida , jogou contra o Al Wasl , ele imediatamente marcou na vitória do time por 2 a 1.[12]Com o Al-Jazira, Cocu jogou em 17 partidas do campeonato e marcou quatro gols.[13]

Aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Após o término da temporada acabou optando por retornar à Holanda a tempo para o curso de treinador de futebol profissional assim se aposentando do futebol.[14]

Seleção Neerlandesa[editar | editar código-fonte]

Pela Seleção Neerlandesa, Cocu disputou as Copas do Mundo FIFA de 1998 e 2006.[15] Em 1998, no torneio realizado na França, o volante ficou marcado por perder um pênalti na semifinal contra o Brasil, onde o goleiro Taffarel fez uma defesa espetacular.[16][17] No total, atuou em 101 partidas e marcou 10 gols pelos Países Baixos.[18]

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

PSV Eindhoven[editar | editar código-fonte]

Retornou ao PSV em maio de 2013, agora como técnico, assumindo o comando da equipe e assinando por quatro temporadas.[19][20]

Derby County[editar | editar código-fonte]

Após comandar o time do Fenerbahçe por uma temporada, no dia 5 de julho foi anunciado como novo técnico do Derby County.[21] Cocu chegou para substituir Frank Lampard, que deixou a equipe para assumir o comando do Chelsea.[22]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

PSV Eindhoven
Barcelona
Al-Jazira

Como treinador[editar | editar código-fonte]

PSV Eindhoven

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Het debuut van Philip Cocu in het betaald voetbal» (em neerlandês). Siekmann. Consultado em 4 de outubro de 2022 
  2. «Phillip Cocu é gerente de futebol e ex-jogador de futebol holandês. Confira esta biografia para saber sobre sua infância,». celeb-true. Consultado em 4 de outubro de 2022 
  3. «Phillip Cocu draagt Vitesse in zijn hart» (em neerlandês). PSV. Consultado em 4 de outubro de 2022 
  4. «Cocu jubileert, 150 keer PSV» (em neerlandês). elfvoetbal. Consultado em 4 de outubro de 2022 
  5. «Congratulations to Phillip Cocu!» (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2022 
  6. «Cocu regresa al PSV Eindhoven» (em espanhol). el mundo. Consultado em 4 de outubro de 2022 
  7. «Phillip Cocu tornou-se um ícone do Barcelona sob Louis van Gaal...» (em inglês). dailymail. Consultado em 4 de outubro de 2022 
  8. «Messi matches Barcelona record for most appearances by a foreign player in La Liga» (em inglês). goal. Consultado em 4 de outubro de 2022 
  9. «Phillip Cocu officially presented» (em inglês). PSV. Consultado em 4 de outubro de 2022 
  10. «Phillip Cocu» (em italiano). Consultado em 4 de outubro de 2022 
  11. «Cocu signs for Al-Jazeera» (em inglês). FIFA. Consultado em 4 de outubro de 2022 
  12. «AL JAZIRA 2-1 AL WASL: PHILIP COCU'S CAREER IN THE UAE STARTS WITH A WONDER GOAL» (em inglês). whoateallthepies. Consultado em 4 de outubro de 2022 
  13. «"EX-AL JAZIRA ESTRELA OCUPA POSTO PSV EINDHOVEN». Sport 360. Consultado em 4 de outubro de 2022 
  14. «Top facts about Phillip Cocu, The Maestro» (em inglês). sportmob. Consultado em 4 de outubro de 2022 
  15. «Técnico da Holanda convoca os 23 jogadores que atuarão na Copa». UOL. 14 de maio de 2006. Consultado em 16 de maio de 2022 
  16. Thiago Arantes (29 de junho de 2010). «'Pênalti errado em 1998 foi pior momento da minha carreira', diz Phillip Cocu». ESPN Brasil. Consultado em 16 de maio de 2022 
  17. Antero Greco (30 de junho de 2010). «'Levei anos para esquecer aquele pênalti perdido'». Estadão. Consultado em 16 de maio de 2022 
  18. «Phillip Cocu - Century of International Appearances» (em inglês). RSSSF. Consultado em 16 de maio de 2022 
  19. «Ex-jogador Cocu assina por quatro anos como novo técnico do PSV». GZH. 13 de maio de 2013. Consultado em 16 de maio de 2022 
  20. Stefan Coerts (13 de maio de 2013). «Official: Cocu named new PSV coach» (em inglês). Goal.com. Consultado em 16 de maio de 2022 
  21. «Derby County escolhe Philip Cocu para substituir Frank Lampard». Terra. 5 de julho de 2019. Consultado em 16 de maio de 2022 
  22. «Chelsea anuncia retorno de Lampard, agora como treinador». UOL. 4 de julho de 2019. Consultado em 16 de maio de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]