Resident Evil: Revelations 2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Resident Evil: Revelations 2
Produtora(s) Capcom
Editora(s) Capcom
Sony Computer Entertainment (Vita)
Diretor(es) Yasuhiro Ampo
Produtor(es) Michiteru Okabe
Designer(s) Kazunori Kadoi
Escritor(es) Dai Satō
Compositor(es) Kohta Suzuki
Ichiro Komoto
Nima Fakhrara
Motor MT Framework 2.0
Série Resident Evil
Plataforma(s) PlayStation 3
PlayStation 4
PlayStation Vita,[1]
Microsoft Windows
Nintendo Switch
Xbox 360
Xbox One
Lançamento
Género(s) Survival horror
Modos de jogo Single-player, multijogador
Resident Evil: Revelations

Resident Evil: Revelations 2, conhecido como Biohazard Revelations 2 (バイオハザード リベレーションズ 2 Baiohazādo Riberēshonzu Tsū?) no Japão, é um videogame de survival horror dividido em episódios, décimo capitulo da série Resident Evil, e desenvolvido e publicado pela Capcom. Apesar do nome, o jogo não é uma sequência direta de Resident Evil: Revelations.[4]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A trama do jogo se passa depois de Resident Evil 5 e antes de Resident Evil 6.

Tudo começa num coquetel com colegas e amigos da Terra Save. Lá, em especial, está a protagonista Claire Redfield. Moira Burton, a filha de Barry Burton, agora é uma novata da Terra Save. Ela e Claire possuem uma amizade muito forte, como irmãs. Porém, durante a festa, são pegas e levadas por homens desconhecidos para uma ilha enigmática. Claire e Moira terão de sair de lá vivas e descobrirem quem está por trás disto tudo e o motivo de estarem lá. Seis meses depois do ocorrido, Barry vai para ilha com a intenção de encontrar Moira, sua filha. Com surpresa, chegando lá, encontra uma garotinha misteriosa chamada Natália. A garota o auxilia durante todo o jogo até finalmente encontrarem uma mulher que se auto-intitulado como "A Supervisora".[5]

Campanhas[editar | editar código-fonte]

Os personagens terão de enfrentar criaturas horrendas e assustadoras. Existem emblemas espalhados pelo cenário, como em Resident Evil 4 e Resident Evil 5. Existem também desenhos de Kafka, um escritor cujas frases são citadas várias vezes pela auto-intulada "A Supervisora", e inseridas na tela de carregamento de cada novo capítulo.

Claire e Barry são os personagens que usam armas de fogo diversificadas. Natália usa apenas tijolos como arma contra os inimigos, no entanto, possui o dom de enxergá-los de longe, com uma aura cobrindo-os, e também consegue enxergar itens ocultos nos cenários e larvas de insetos. Já Moira pode cegar os inimigos com sua lanterna e bater neles com seu pé de cabra, que também é usado para quebrar madeiras que impeçam a passagem através de alguma porta.[6]

Existem dois episódios extras: um com a Moira, mostrando como foi a sua jornada de seis longos meses tentando sobreviver na ilha após sofrer um acidente no episódio IV e o outro com Natália e o seu "lado sombrio" como personagens jogáveis.

Personagens principais[editar | editar código-fonte]

  • Claire Redfield: Uma das protagonistas, aparecendo em diversos jogos da franquia. Ela é a irmã de Chris Redfield, que também é um protagonista. No jogo, Claire está mais rígida. Muitos fãs viram o seu jeito "frio" com Natália, uma garotinha, como algo estranho, pois Claire cuidou de Sherry Birkin, em Resident Evil 2, como se fosse mãe dela.
  • Moira Burton: Moira nunca apareceu em outro jogo da série, porém é uma personagem considerada importante porque é a filha de Barry Burton, um personagem memorável de Resident Evil. Moira é uma garota que vive falando palavrões e é cheia de brigas com o pai, tendo ido para Terra Save sem que seu pai aprovasse essa decisão.
  • Barry Burton: É um coadjuvante de Resident Evil, dono da memorável frase "Jill Sandwich", dita após ele ter salvo Jill Valentine de ser esmagada por uma parede após a mesma cair numa armadilha. Em Revelations 2, Barry se transforma num protagonista, tendo que buscar sua filha Moira após seis meses dela e Claire serem pegas com todo o grupo da Terra Save.
  • Natália Korda: Natália Korda é uma garotinha totalmente misteriosa, encontrada por Barry ainda na primeira cutscene em que ele aparece. Só é contada a história de Natalia com o decorrer da trama.
  • Alex Wesker: É uma das crianças do "Projeto Wesker". Esse é o primeiro jogo em que Alex aparece como vilã. Em um arquivo de Resident Evil 5 no cenário "Lost In Nightmares", Alex é retratada por Spencer como uma das suas melhores criações. Eles trabalhavam na pesquisa da imortalidade. Alex estava sofrendo de uma doença e por isso queria assumir o corpo de Natália para dar continuidade à sua pesquisa.

Conteudo[editar | editar código-fonte]

  • Modo raid também esta disponível.
  • Suporte a RE.NET.com.
  • Tem duas campanhas extras que complementam a historia principal, uma com Natalia e outra com Moira.
  • A versão em mídia física vem com todos os conteúdos.


Referências

  1. Emanuel Maiberg (6 de dezembro de 2014). «PlayStation Experience Keynote: All the News». GameSpot. Consultado em 9 de março de 2015 
  2. Chris Scullion (2 de dezembro de 2014). «Resident Evil Revelations 2 release dates, price, boxed version detailed». Computer and Video Games. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  3. «Products». Resident Evil: Revelations 2 Official Website. Consultado em 9 de março de 2015 
  4. «Resident Evil Revelations 2». Resident Evil Database. Consultado em 8 de outubro de 2020 
  5. «Resident Evil Revelations 2». REVIL |. Consultado em 7 de outubro de 2020 
  6. «Resident Evil Revelations 2: confira nossas primeiras impressões do game». TechTudo. Consultado em 7 de outubro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]