São João da Barra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja São João da Barra (desambiguação).
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde junho de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

{{Info/Município do Brasil | nome = São João da Barra | foto = Centrosaojoaodabarra.JPG | apelido = | brasão = Brasao_SJB_para_artigo.jpg | bandeira = São João da Barra.gif | link_hino = | aniversário = 17 de junho | fundação = 17 de junho de 1850 (167 anos) | gentílico = sanjoanense | lema = | prefeito = Carla Machado | partido = PP | fim_mandato = 2017-2020 | mapa = RiodeJaneiro Municip SaoJoaodaBarra.svg | latP = S | latG = 21 | latM = 38 | latS = 24 | lonP = O | lonG = 41 | lonM = 03 | lonS = 03 | estado = Rio de Janeiro | mesorregião = Norte Fluminense | microrregião = Campos dos Goytacazes | região_metropolitana = | vizinhos = Campos dos Goytacazes e São Francisco de Itabapoana | dist_capital = 334 | área = 458.611 | área_ref = [1] | população = 32.747 | altitude = | clima = Tropical | sigla_clima = | idh = 0.671 | idh_pos = RJ: 77º | pib = 7,329,728,380 mil | pib_per_capita = 211946.00 | leg_foto = Rua Joaquim Thomaz de Aquino Filho, no centro de São João da Barra | link_brasão = | link_bandeira = | data_mesorregião = IBGE/2008 [2] | data_microrregião = IBGE/2008 [2] | data_pop = Censo IBGE/2010[3] | data_idh = PNUD/2010 [4] | data_pib = IBGE/2015Erro de citação: Elemento de fecho </ref> em falta para o elemento <ref> Foi criado no ano de 1677

História[editar | editar código-fonte]

Até a chegada dos portugueses ao Brasil, no século XVI, toda a região da foz do Rio Paraíba do Sul era ocupada pelos índios goitacá.[5] A partir de 1630, a região passou a ser colonizada por pescadores provenientes de Cabo Frio. Data, dessa época, a construção da Ermida de São João Batista, que daria origem à Vila de São João Batista da Barra. No século XVIII, a vila tornou-se um importante ponto de passagem para o açúcar proveniente de Campos dos Goytacazes em direção a Salvador. Em 17 de junho de 1850, a vila foi elevada à condição de cidade por decreto do imperador brasileiro dom Pedro II. Após um período de decadência durante a maior parte do século XX, a cidade voltou a prosperar com a descoberta de petróleo na Bacia de Campos no final desse século.[6]

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

A cidade possui seis distritos:[7]

  1. Grussaí
  2. Sede
  3. Atafona
  4. Cajueiro
  5. Pipeiras
  6. Barcelos

Turismo[editar | editar código-fonte]

São João da Barra conta com diversas praias turísticas, como: Praia de Grussaí, Praia de Chapéu de Sol, Praia do Açu e Praia de Atafona, conhecida pelas ruínas de casas transgredidas pelo mar, tornando submersas algumas ruas da região, além da Lagoa de Iquipari e Lagoa do Salgado.

O Sesc Mineiro Grussaí e o Pontal de Atafona (local de encontro entre o Rio Paraíba do Sul e o mar) também constituem pontos de interesse à visitação. É uma cidade calma, tranquila, à beira-mar.

No verão de 2008, a cidade recebeu cerca de 400 000 turistas, principalmente da região de Campos dos Goytacazes e dos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. Entretanto, ainda depende consideravelmente de Campos, maior município do Norte Fluminense, sobretudo nas áreas de saúde e educação de nível superior.

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Transporte[editar | editar código-fonte]

A BR-356 é a sua principal rota de acesso, ao ligar a cidade de Campos dos Goytacazes à São João da Barra. A cidade é servida por uma empresa de ônibus, que tem linhas municipais e distritais.

Existe um ônibus jardineira da empresa Carioquinha que faz o transporte de turistas que visitam a cidade, saindo diariamente do Sesc Mineiro de Grussaí.

Há também o transporte alternativo, ligando o centro a outros distritos como Atafona e Gruçaí e vice-versa.

Outros meios de transporte bastantes utilizados em São João da Barra são as pequenas embarcações que transportam moradores para as ilhas fluviais bem como para o município vizinho de São Francisco do Itabapoana. Escunas turísticas são bem utilizadas por visitantes e turistas que desejam conhecer o delta do Rio Paraíba do Sul e os manguezais.

Patrimônios Culturais e Turísticos[editar | editar código-fonte]

  • Igreja de São João Batista
  • Igreja de Nossa Senhora da Penha
  • Igreja de São Pedro
  • Igreja de São Benedito
  • Igreja de Nossa Senhora da Boa Morte
  • Igreja Nossa Senhora dos Navegantes
  • Palácio Cultural Carlos Martins
  • Cine Teatro São João
  • Centro Cultural Narcisa Amália
  • Antiga Casa da Câmara e Cadeia Municipal
  • Estação das Artes Derly Machado
  • Igreja de Santo Amaro
  • Cais do Imperador
  • Cais da Imperatriz
  • Cais do Alecrim
  • Ruínas do Trapiche
  • Solar do Comendadador André Gonçalves da Graça (atual Fórum)
  • Delta do Rio Paraíba do Sul
  • Ruínas de Atafona
  • Praia Fluvial do Viana
  • Usina Barcelos
  • Palmeiras Imperiais
  • Estação de trem da extinta Companhia da Leopoldina Railway, em de Atafona
  • Complexo Portuário do Açu

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  2. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. BUENO, E. Brasil: uma história. Segunda edição. São Paulo. Ática. 2003. p. 19.
  6. São João da Barra. Disponível em http://www.ferias.tur.br/informacoes/7068/sao-joao-da-barra-rj.html. Acesso em 10 de outubro de 2012.
  7. http://www.sjb.rj.gov.br/index.asp

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio de Janeiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.