Saná

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Sana)
Ir para: navegação, pesquisa
Saná
صنعاء Ṣan'ā'
Sana'a
Sana'a
Localização de Sana no Iémen
Localização de Sana no Iémen
País Iémen
Iémen/Iêmen
Cidade 1167
Governador Ahmed Al-Douaid
Altitude 2 200 m m
População  
  Cidade (2012) 1 937 451
  Metro 2 167 961
Fuso horário +3 (UTC)

Saná[1] [2] [3] , também grafado Sanaa [4] [5] [6] , Sanaá, [7] Sana'a [8] ou Sana[carece de fontes?], (em árabe: صنعاء‎, translit. Ṣanʿāʾ; AFI: [sˤɑnʕaːʔ], ou [ˈsˤɑnʕɑ] em árabe iemenita) é, desde 1990, a capital e a maior cidade do Iémen. Localiza-se a cerca de 2 210 metros de altitude, no interior do país, no centro de um vasto altiplano. A parte antiga da cidade é circundada por muros e dividida por muros internos em três bairros (árabe, turco e judeu). Os típicos palácios iemenitas têm vários andares.

Em 2012 possuía 1 937 451 habitantes. Saná é um centro importante desde o século IV e atualmente é também o centro comercial, cultural e econômico do país .

Durante o período de existência da República Árabe do Iémen (ou Iémen do Norte), a cidade foi sua capital e principal cidade. A partir de 1990, tornou-se a capital do Iêmen reunificado.

Patrimônio Mundial[editar | editar código-fonte]

Em 1970 Pier Paolo Pasolini filmou, em Saná, algumas cenas do filme Decameron. Um dia após o término das filmagens, em 18 de outubro de 1970, impressionado com a beleza da cidade, decidiu filmá-la. Dessas imagens nasceu Le mura di Sana'a ("Os muros de Sana'a"). Pasolini ainda retornaria a Saná em 1973, para filmar várias sequências de Il Fiore delle Mille e una notte (no Brasil As mil e uma noites. Le mura di Sana'a é um breve documentário em forma de apelo à UNESCO para que protegesse e preservasse a cidade como patrimônio histórico-cultural da Humanidade. O filme foi lançado em 1974.[9] . Em 1986, o apelo do cineasta foi finalmente acolhido.[10] [11] A Cidade Antiga de Saná, ou seja, a parte murada da capital iemenita, com seus altos edifícios de adobe com ornamentos brancos, foi colocada pela UNESCO, em 1986 na Lista do Património Mundial.[8]

História[editar | editar código-fonte]

Segundo a tradição, a fundação da cidade remonta aos tempos bíblicos, tendo sido fundada por Sem, filho mais velho de Noé e patriarca das populações semitas, o qual, depois de ter deixado sua terra de origem encontrou inicialmente o Rubʿ al-Khālī, o "Quarto Vazio" - terrível deserto de areia - e, sucessivamente, uma terra de altas montanhas e vales férteis onde decidiu fundar uma cidade: San'a.

Economia[editar | editar código-fonte]

Historicamente a cidade possui uma indústria de mineração. As colinas ao redor de Sana possuem ônix , calcedônia e cornalina . A cidade também era conhecida por sua metalurgia no inicio do século XX. Atualmente boa parte dos empregos concentra-se no setor público e na economia informal, tendo cidade uma alta taxa de desemprego.

Galeria fotográfica[editar | editar código-fonte]

Pix.gif Cidade Antiga de Sana'a *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Sana'a.jpg
Edifícios (Centro Histórico)
País Iémen
Critérios IV, V, VI
Referência 385
Coordenadas Iémen/Iêmen
Histórico de inscrição
Inscrição 1986  (10ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

Referências

  1. Rocha, Carlos (14 de julho de 2010). A grafia de algumas cidades asiáticas.. Ciberdúvidas da Língua Portuguesa.. Saná (forma atestada por Malaca Casteleiro, Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Porto Editora, e pelo Código de Redacção Interinstitucional da União Europeia).
  2. Porto Editora. Saná. Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa da Infopédia – Enciclopédia e Dicionários Porto Editora. Página visitada em 19 de janeiro de 2012.
  3. Serviço das Publicações da União Europeia. Anexo A5: Lista dos Estados, territórios e moedas. Código de Redacção Interinstitucional. Página visitada em 1 de maio de 2012.
  4. "Manual de redação e estilo" do jornal O Estado de S. Paulo Sanaa
  5. Público. Livro de estilo. Topónimos por continentes e países. Ásia. Iémen. Sanaa
  6. Manifestantes iemenitas irrompem pela embaixada americana em Sanaa. Euronews, 13 de setembro de 2012.
  7. Prontuário sonoro da RTP. Países do mundo e respectivas capitais. Iémene. Sanaá.
  8. a b UNESCO World Heritage List - Old City of Sana'a
  9. [http://www.cinedie.com/1001noites.htm As Mil e Uma Noites/Il Fiore Delle Mille e Una Notte. Realizado por Pier Paolo Pasolini.
  10. Presentato ieri a Bologna un episodio del film mai visto. E' tratto dalla decima novella dell'opera di Boccaccio Il Decameron ritrovato scoperto inedito di Pasolini, di Mario Sesti. La Repubblica, 4 luglio 2005
  11. Centro Studi - Archivio Pier Paolo Pasolini di Bologna. Il corpo perduto di Alibech
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Saná


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Iémen é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.