Segunda Divisão Espanhola de 2016–17

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Segunda Divisão Espanhola 2016–17
Liga Adelante
Dados
Participantes 22
Anfitrião Espanha
Período 19 de agosto de 201611 de junho de 2017
Gol(o)s 1047
Partidas 466
Média 2,25 gol(o)s por partida
Campeão Levante
Vice-campeão Girona
Promovido(s) Levante
Girona
Getafe
Rebaixado(s) UCAM Murcia
Mallorca
Elche
Mirandés
Melhor marcador Joselu (Lugo) – 23 gols
Melhor ataque (fase inicial) Girona – 64 gols
Melhor defesa (fase inicial) Levante – 30 gols
Maior goleada
(diferença)
Valladolid 5–0 Mirandés
José ZorrillaValladolid
11 de dezembro de 2017
◄◄ 2015–16 Soccerball.svg 2017–18 ►►

A Segunda Divisão Espanhola de 2016–17, também conhecida por motivos publicitários como La Liga 1|2|3, foi a 86.ª edição do segundo nível do campeonato espanhol.

Sistema de competição[editar | editar código-fonte]

A Segunda Divisão da Espanha 2015-16 foi organizado pela Liga Nacional de Fútbol Profesional (LFP).

Como nas temporadas anteriores, a competição foi composta por 22 clubes em toda a Espanha. Seguindo um sistema de pontos corridos, as 22 equipes se confrontaram em um formato de todos contra todos em jogos de ida e volta totalizando 42 partidas. A ordem dos jogos foi decidida por sorteio realizado antes do início da competição.

A classificação final foi estabelecida de acordo com a soma dos pontos ganhos em cada confronto, três para uma vitória, um por um empate e nenhum em caso de derrota. Se duas equipes se igualarem em pontos no final do campeonato, os critérios para desempatar a classificação são os seguintes:

  1. Saldo de gols no confronto direto.
  2. Saldo de gols em todas as partidas do campeonato.

Se três ou mais equipes estiverem empatadas em pontos, os critérios de desempate são:

  1. Melhor pontuação no confronto direto entre os clubes envolvidos.
  2. Saldo de gols no confronto direto entre os clubes envolvidos.
  3. Saldo de gols em todas as partidas do campeonato.
  4. O maior número de golos marcados considerando todos os jogos do campeonato.
  5. O melhor clube classificado nos escalas de fair play.

Mudança de times[editar | editar código-fonte]

Pos Promovidos à Primeira Divisão
Alavés
Leganés
Osasuna (Play-offs)
Pos Rebaixados da Primeira Divisão
18º Rayo Vallecano
19º Getafe
20º Levante
Pos Promovidos da Terceira Divisão
UCAM Murcia
Reus Deportiu
Sevilla Atlético
Cádiz
Pos Rebaixados à Terceira Divisão
19º Ponferradina
20º Llagostera
21º Albacete
22º Bilbao Athletic

Equipes Participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Treinador Estádio Capacidade Material Esportivo
Alcorcón Alcorcón Espanha Julio Velázquez[1] Santo Domingo 7000[2] Itália Erreà
Almería Almeria Espanha Luis Miguel Ramis[3] Juegos Mediterráneos 21350[4] Estados Unidos Nike
Cádiz Cádis Espanha Álvaro Cervera[5] Ramón de Carranza 22000[6] Alemanha Adidas
Córdoba Córdova Espanha Luis Carrión[7] Nuevo Arcángel 21822[8] Itália Kappa[9]
Elche Elche Espanha Vicente Parras[10] Manuel Martínez Valero 36017[11] Espanha Kelme
Getafe Getafe Espanha José Bordalás[12] Coliseum Alfonso Pérez 17700[13] Espanha Joma
Gimnàstic Tarragona Espanha Nano Rivas[14] Nou Estadi 16600[15] Dinamarca Hummel
Girona Girona Espanha Pablo Machín[16] Montilivi 9282[17] Itália Kappa
Huesca Huesca Espanha Juan Antonio Anquela[18] El Alcoraz 5500[19] Espanha Bemiser
Levante Valência Espanha Juan Ramón López Muñiz[20] Cidade de Valência 25534[21] Itália Macron[22]
Lugo Lugo Espanha Luis César Sampedro[23] Anxo Carro 7840[24] Dinamarca Hummel
Mallorca Palma de Maiorca Espanha Sergi Barjuán[25] Iberostar 23142[26] Inglaterra Umbro[27]
Mirandés Miranda de Ebro Espanha Pablo Alfaro[28] Anduva 6000[29] Alemanha Adidas
Numancia Sória Espanha Jagoba Arrasate[30] Nuevo Los Pajaritos 6000[31] Itália Erreà
Rayo Vallecano Madrid Espanha Míchel[32] Vallecas Campo de Futebol 15500[33] Espanha Kelme
Real Oviedo Oviedo Espanha Fernando Hierro[34] Novo Carlos Tartiere 29862[35] Alemanha Adidas[36]
Reus Deportiu Reus Espanha Natxo González[37] Camp Nou Municipal 4847[38] Itália Kappa
Sevilla Atlético Sevilha Espanha Diego Martínez Penas Ramón Sánchez Pizjuán 42500 Estados Unidos New Balance
Tenerife Santa Cruz de Tenerife Espanha Pep Lluís Martí[39] Heliodoro Rodríguez López 23660[40] Dinamarca Hummel[41]
UCAM Murcia Múrcia Espanha Francisco Rodríguez Vílchez[42] La Condomina 13500[43] Estados Unidos Nike
Valladolid Valladolid Espanha Paco Herrera[44] José Zorilla 26512[45] Dinamarca Hummel
Zaragoza Saragoça Espanha César Láinez[46] La Romareda 34596[47] Alemanha Adidas[48]

Equipes por Comunidade Autônoma[editar | editar código-fonte]

Com. Autônoma N. Equipes
Bandera de Andalucia.svg Andaluzia 4 Almería, Cádiz, Córdoba e Sevilla Atlético
Flag of Castile and León.svg Castela e Leão 3 Numancia, Mirandés e Valladolid
Flag of Catalonia.svg Catalunha 3 Gimnàstic, Girona e Reus Deportiu
Flag of the Community of Madrid.svg Comunidade de Madrid 3 Getafe, Rayo Vallecano e Alcorcón
Flag of Aragon.svg Aragão 2 Huesca e Zaragoza
Flag of the Valencian Community (2x3).svg Comunidade Valenciana 2 Elche e Levante
Flag of Asturias.svg Astúrias 1 Real Oviedo
Flag of Galicia.svg Galiza 1 Lugo
Flag of the Balearic Islands.svg Ilhas Baleares 1 Mallorca
Flag of the Canary Islands.svg Canárias 1 Tenerife
Flag of the Region of Murcia.svg Região de Múrcia 1 UCAM Murcia

Classificação[editar | editar código-fonte]

Symbol arrow up.svg Atualizado em 11 de junho de 2017[49]

Pos Equipes Pts J V E D GM GS SG Classificação ou rebaixamento
1 Levante 84 42 25 9 8 57 32 +25 Promoção à La Liga de 2017–18
2 Girona 70 42 20 10 12 65 45 +20
3 Getafe 68 42 18 14 10 55 43 +12 Classificação para os play-offs
4 Tenerife 66 42 16 18 8 50 37 +13
5 Cádiz 64 42 16 16 10 55 40 +15
6 Huesca 63 42 16 15 11 53 43 +10
7 Valladolid 63 42 18 9 15 52 47 +5
8 Real Oviedo 61 42 17 10 15 47 47 +0
9 Reus Deportiu 55 42 13 16 13 31 29 +2
10 Lugo 55 42 14 13 15 49 52 –3
11 Córdoba 54 42 14 13 15 42 52 –10
12 Rayo Vallecano 53 42 14 11 17 44 44 +0
13 Sevilla Atlético 53 42 13 14 15 55 56 –1
14 Gimnàstic 52 42 12 16 14 47 51 –4
15 Almería 51 42 14 9 19 44 49 –5
16 Zaragoza 50 42 12 14 16 50 52 –2
17 Numancia 50 42 11 17 14 40 49 –9
18 Alcorcón 50 42 13 11 18 32 43 –11
19 UCAM Murcia 48 42 11 15 16 42 51 –9 Zona de Rebaixamento à Segunda B de 2017-18
20 Mallorca 45 42 9 18 15 42 50 –8
21 Elche 43 42 11 10 21 49 63 –14
22 Mirandés 41 42 9 14 19 40 66 –26

Play-offs[editar | editar código-fonte]

Esquema[editar | editar código-fonte]

  Semifinais Final
                     
 Cádiz 1 0 1  
 Tenerife 0 1 1  
   Tenerife 1 1 2
   Getafe 0 3 3
 Huesca 2 0 2
 Getafe 2 3 5

Semifinais[editar | editar código-fonte]

Jogos de Ida[editar | editar código-fonte]
14 de maio de 2017 Huesca 2 – 2 Getafe El Alcoraz, Huesca
21:00 (UTC+2)
Vinícius Araújo Gol marcado aos 76 minutos de jogo 76'
Juanjo Camacho Gol marcado aos 90+4 minutos de jogo 90+4'
Relatório Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52' (pen) Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74' Jorge Molina Público: 4 867
Árbitro: Gorostegui Fernández-Ortega

15 de maio de 2017 Cádiz 1 – 0 Tenerife Ramón de Carranza, Cádis
21:00 (UTC+2)
Ager Aketxe Gol marcado aos 64 minutos de jogo 64' Relatório Público: 16 493
Árbitro: Arcediano Monescillo
Jogos de Volta[editar | editar código-fonte]
17 de maio de 2017 Getafe 3 – 0 Huesca Coliseum Alfonso Pérez, Getafe
21:00 (UTC+2)
Cala Gol marcado aos 36 minutos de jogo 36'
Dani Pacheco Gol marcado aos 63 minutos de jogo 63'
Fuster Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74'
Relatório Público: 13 013
Árbitro: Pérez Montero

Getafe venceu por 5 a 2 no placar agregado e avançou para à final.


18 de maio de 2017 Tenerife 1 – 0 (pro) Cádiz Heliodoro Rodríguez López, Santa Cruz de Tenerife
21:00 (UTC+2)
Shibasaki Gol marcado aos 34 minutos de jogo 34' Relatório Público: 20 761
Árbitro: Areces Franco

Tenerife avançou para à final por ter feito melhor campanha na primeira fase.

Final[editar | editar código-fonte]

Jogo de Ida[editar | editar código-fonte]
21 de junho de 2017 Tenerife 1 – 0 Getafe Heliodoro Rodríguez López, Santa Cruz de Tenerife
21:00 (UTC+2)
Sáenz Gol marcado aos 22 minutos de jogo 22' Relatório Público: 21 450
Árbitro: Arias López
Jogo de Volta[editar | editar código-fonte]
24 de junho de 2017 Getafe 3 – 1 Tenerife Coliseum Alfonso Pérez, Getafe
21:00 (UTC+2)
Faurlin Gol marcado aos 9 minutos de jogo 9'
Dani Pacheco Gol marcado aos 12 minutos de jogo 12' Gol marcado aos 37 minutos de jogo 37'
Relatório Gol marcado aos 17 minutos de jogo 17' Lozano Público: 15 380
Árbitro: Prieto Iglesias

Getafe venceu por 3 a 2 no agregado e disputará a La Liga 2017–18.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Artilheiros[editar | editar código-fonte]

Symbol arrow up.svg Atualizado em 11 de junho de 2017[50]

Pos. Jogador Equipe Gols
1 Espanha Joselu Lugo 23
2 Espanha Roger Martí Levante 22
3 Espanha Ángel Zaragoza 21
4 Espanha Jorge Molina Getafe 20
5 Espanha Ortuño Cádiz 17
Espanha Toché Real Oviedo
7 Espanha Quique Almería 16
8 Honduras Jona Mejía UCAM Murcia 15
9 Itália Samuele Longo Girona 14
Espanha Marc Gual Sevilla Atlético
Espanha Raúl de Tomás Valladolid
Espanha Ivi López Sevilla Atlético

Hat-tricks[editar | editar código-fonte]

Symbol arrow up.svg Atualizado em 11 de junho de 2017

Jogador Para Contra Resultado Data Ref.
Espanha Brandon Mallorca Huesca 3–0 9 de outubro de 2016 [51]
Espanha Marc Gual Sevilla Atlético Valladolid 6–2 16 de abril de 2017 [52]

Referências

  1. «Julio Velázquez assume o comando do Alcorcón» (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  2. «Estádio Santo Domingo». Consultado em 26 de abril de 2017. 
  3. «Luis Miguel Ramis, novo treinador do Almería» (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  4. «Estádio de los Juegos Mediterráneos». Consultado em 26 de abril de 2017. 
  5. «Álvaro Cervera é o novo treinador do Cádiz» (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  6. «Estádio Ramón de Carranza». Consultado em 26 de abril de 2017. 
  7. «Carrión substitui Oltra no Córdoba» (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  8. «Estádio Nuevo Arcángel». Consultado em 26 de abril de 2017. 
  9. «Kappa será a marca do Córdoba em 2016-17» (em espanhol). Consultado em 29 de abril de 2017. 
  10. Morago, José (29 de abril de 2017). «Vicente Parras é o novo técnico do Elche, depois de Toril ser despedido». Cadena SER (em espanhol). Consultado em 29 de abril de 2017. 
  11. «Estádio Manuel Martínez Valero». Consultado em 26 de abril de 2017. 
  12. De la Rosa, J.A. «Bordalás: "El objetivo es volver a Primera"» (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  13. «Coliseum Alfonso Pérez». Consultado em 26 de abril de 2017. 
  14. Navacerrada, Juancar (20 de maio de 2017). «Merino deixa ser treinador do Nàstic e é substituído por Nano Rivas». Marca (em espanhol). Consultado em 20 de maio de 2017. 
  15. «Nou Estadi». Consultado em 26 de abril de 2017. 
  16. «Pablo Machín até 2018» (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  17. «Estádio Montilivi». Consultado em 26 de abril de 2017. 
  18. Puyuelo, Jorge. «Huesca renova contrato com Anquela» (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  19. «Estádio El Alcoraz». Consultado em 26 de abril de 2017. 
  20. «Juan Ramón López Muñiz, novo treinador do Levante» (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  21. «Estádio Cidade de Valência». Consultado em 26 de abril de 2017. 
  22. «Macron vestirá o Levante até 2019» (em espanhol). Consultado em 29 de abril de 2017. 
  23. De Dios, Marta. «Luis César: Soy un profesional que lo da todo» (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  24. «Estádio Anxo Carro». Consultado em 26 de abril de 2017. 
  25. Cabot, Ricard. «Sergi Barjuán substitui Olaizola como treinador do Mallorca» (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  26. «Iberostar Estádio». Consultado em 27 de abril de 2017. 
  27. «Umbro voltará a vestir o Mallorca» (em espanhol). Consultado em 29 de abril de 2017. 
  28. «Pablo Alfaro, quarto treinador do Mirandés só nesta temporada» (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  29. «Estádio Anduva». Consultado em 27 de abril de 2017. 
  30. «Arrasate renova com o Numancia por mais um ano» (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  31. «Estádio Nuevo los Pajaritos». Consultado em 27 de abril de 2017. 
  32. López, Ricard. «Míchel, novo treinador do Rayo Vallecano» (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  33. «Vallecas Campo de Futebol». Consultado em 27 de abril de 2017. 
  34. «Hierro já é oficialmente do Oviedo: "El proyecto ilusiona"» (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  35. «Novo Estádio Carlos Tartiere». Consultado em 27 de abril de 2017. 
  36. «Adidas é o novo patrocinador do Real Oviedo» (em espanhol). Consultado em 29 de abril de 2017. 
  37. Pino, Edu. «Natxo González continuará no Reus Deportiu» (em catalão). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  38. «Camp Nou Municipal». Consultado em 27 de abril de 2017. 
  39. «Pep Lluís Martí renova com o Tenerife» (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  40. «Estádio Heliodoro Rodríguez López». Consultado em 27 de abril de 2017. 
  41. «Nesta sexta, às 13 horas, serão apresentados os novos equipamentos do Tenerife» (em espanhol). Consultado em 29 de abril de 2017. 
  42. Vera, José A. «Francisco: "Estoy convencido de poder lograr la permanencia con el UCAM"» (em espanhol). Consultado em 28 de abril de 2017. 
  43. «Estádio La Condomina». Consultado em 27 de abril de 2017. 
  44. «Oficial: Paco Herrera é o novo treinador do Valladolid» (em espanhol). Consultado em 29 de abril de 2017. 
  45. «Estádio José Zorilla». Consultado em 27 de abril de 2017. 
  46. «O Zaragoza substitui Raül Agné» (em espanhol). Consultado em 29 de abril de 2017. 
  47. «Estádio de la Romareda». Consultado em 27 de abril de 2017. 
  48. «O Zaragoza acertou com a Adidas para três anos» (em espanhol). Consultado em 29 de abril de 2017. 
  49. «Classificação» 
  50. «Artilheiros» 
  51. «Mallorca vs. Huesca». Consultado em 5 de maio de 2017. 
  52. «Sevilla Atlético vs. Valladolid». Consultado em 20 de maio de 2017.