Tarauacá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Tarauacá (desambiguação).
Município de Tarauacá
Vista parcial de Tarauacá

Vista parcial de Tarauacá
Bandeira de Tarauacá
Brasão desconhecido
Bandeira Brasão desconhecido
Hino
Fundação 1 de janeiro de 1907 108 anos
Gentílico tarauacaense
Prefeito(a) Rodrigo Catão Damasceno ref>Resultado para prefeito nas eleições 2012 em todo o Acre. Página visitada em 12/01/2013.</ref>
(2013–2016)
Localização
Localização de Tarauacá
Localização de Tarauacá no Acre
Tarauacá está localizado em: Brasil
Tarauacá
Localização de Tarauacá no Brasil
08° 09' 39" S 70° 45' 57" O08° 09' 39" S 70° 45' 57" O
Unidade federativa  Acre
Mesorregião Vale do Juruá IBGE/2008[1]
Microrregião Tarauacá IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Amazonas (N), Jordão (S), Feijó (L), Cruzeiro do Sul, Porto Walter (O) e Marechal Taumaturgo (SO).
Distância até a capital 381 km
Características geográficas
Área 15 553,430 km² [2]
População 38 201 hab. (AC: 4º) –  IBGE/2014[3]
Densidade 2,46 hab./km²
Altitude 168 m
Clima equatorial
Fuso horário UTC-5
Indicadores
IDH-M 0,539 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 237 731,912 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 7 124,55 IBGE/2008[5]
Página oficial

Tarauacá é um município brasileiro localizado no noroeste do estado do Acre. Está distante 400 km da capital do estado, Rio Branco. Sua população, de acordo com estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), era de 38 201 habitantes em 2014, o que a coloca na posição de 4ª mais populosa de seu estado. Ocupa o terceiro lugar entre os municípios do estado em extensão territorial, com uma área de 15.553,43 km².

História[editar | editar código-fonte]

O município de Tarauacá originou-se do Seringal Foz do Muru, que foi criado na confluência do Rio Tarauacá com o Rio Muru, transformando-se em povoado com o passar do tempo. Fundado em 1º de outubro de 1907, por Antônio Antunes de Alencar, o povoado foi transformado em vila e batizado de "Seabra". Obteve sua autonomia através do Decreto Federal 9 831, de 23 de outubro de 1912, tornando-se, então, município.

Tarauacá é conhecido como "a terra do abacaxi gigante". Esse fruto chega a pesar em torno de 15 kg, fato que provoca grande admiração nos visitantes. A cidade é dotada de razoável infraestrutura turística. Conta com hospedarias, bares, hotéis e restaurantes, onde sempre se encontram pratos à base de peixes nobres da região, dentre outras especialidades.

O município de Tarauacá se tornou famoso no Brasil e no mundo após o programa Globo Repórter exibir uma matéria sobre as "Riquezas Amazônicas" que foi ao ar em 08 de dezembro de 2006. A reportagem mostra que além de produzir uma espécie de abacaxi gigante, também comprova que uma combinação de ervas que só existem na região, é capaz de fazer crescer cabelo em quem tem calvície. Carlos Pinto da Silva, o seringueiro que se virou cientista ao desenvolver o "Shampoo Esperança", diz que jamais revelará o segredo da sua fórmula milagrosa, tão cobiçada pelas indústrias de cosméticos.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Limita-se ao norte com o estado do Amazonas; ao sul, com o município de Jordão; a leste, com o município de Feijó; a oeste, com os municípios de Cruzeiro do Sul e Porto Walter e, a sudoeste, com o município de Marechal Taumaturgo. Tarauacá é o segundo município do Acre em concentração de terras indígenas. São oito áreas, equivalendo a 9,8 por cento do total deste município. Esses povos vivem em 30 aldeias, com aproximadamente 1 639 pessoas.

A cidade de Tarauacá é banhada pelo rio do mesmo nome, que, no verão, é margeado por quilômetros de praias de areias brancas e finas. O rio serve de opção nos finais de semana à centenas de banhistas, que procuram suas águas no afã de refrescar-se do forte calor da época.

De acordo com Earthquake Track é um município com alta incidência de terremotos, mas nos últimos anos nenhum passou da magnitude 6.2, ou seja, são tremores leves e não costumam destruir edificações.

Área

Área 16 120,5 km², equivalendo a 35,40 por cento da sua microrregião e a 10,53 por cento da área total do estado, possuindo, entre os demais municípios, a terceira maior área territorial.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Segundo dados de 2014, sua população é de 38 201 habitantes, na proporção de 51,62 por cento urbana, cerca de 16 608 pessoas; e 48,38 por cento rural, cerca de 15 563 pessoas.

Sua densidade demográfica é de 1,48 habitantes por quilômetro quadrado.

Economia[editar | editar código-fonte]

A base econômica do município fundamenta-se na agricultura, pecuária, pesca e no extrativismo de borracha e madeira, para exportação. Conta, ainda, com pequenas indústrias de móveis, cerâmicas e artefatos de cimento, mas a base da economia ainda é o funcionalismo público. Embora, ano após ano, a participação deste diminua na composição econômica.

Composição econômica de Tarauacá [6]
Serviços
66,5%
Agropecuária
24,7%
Indústria
8,8%

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Dispõe de correios, bancos (Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco da Amazônia), rede de celulares de diversas operadoras, internet ADSL, rádio, uma emissora de televisão por satélite, centros de saúde e um hospital além de contar periodicamente com atendimento feito pelo barco-hospital da Secretaria de Saúde do Estado.

O município, que sofria isolamento por causa das precárias condições da BR-364, agora conta com ligação permanente pela rodovia ao restante do país. A maior parte de suas relações econômicas dá-se com o município de Feijó, devido a sua relativa proximidade (cerca de 48 quilômetros). O transporte fluvial é sazonal, devido à variação do nível das águas do Rio Tarauacá. No município localiza-se o terceiro mais movimentado aeroporto do Acre, o Aeroporto de Tarauacá.

Referências

  1. a b "Divisão Territorial do Brasil". Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consult. 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). "Área territorial oficial". Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consult. 5 dez. 2010. 
  3. "Estimativas da população residente nos municípios brasileiros com data de referência em 1º de julho de 2014" (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2014. Consult. 31 de agosto de 2014. 
  4. "Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil". Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consult. 29 de agosto de 2013. 
  5. a b "Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008". Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consult. 11 dez. 2010. 
  6. Governo do Estado do Acre (09 de Março de 2010). "Acre em Números 2009" (em português). Consult. 02 de Agosto de 2010. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Acre é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.