Marechal Thaumaturgo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Marechal Thaumaturgo
Marechal Thaumaturgo

Marechal Thaumaturgo
Bandeira de Marechal Thaumaturgo
Brasão de Marechal Thaumaturgo
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 28 de abril
Fundação 28 de abril de 1992
Gentílico thaumaturguense
Padroeiro(a) São Sebastião
Prefeito(a) Isaac Piyãko (PMDB)
(2017–2020)
Localização
Localização de Marechal Thaumaturgo
Localização de Marechal Thaumaturgo no Acre
Marechal Thaumaturgo está localizado em: Brasil
Marechal Thaumaturgo
Localização de Marechal Thaumaturgo no Brasil
08° 56' 27" S 72° 47' 31" O08° 56' 27" S 72° 47' 31" O
Unidade federativa  Acre
Mesorregião Vale do Juruá IBGE/2008[1]
Microrregião Cruzeiro do Sul IBGE/2008[1]
Distância até a capital 557 km
Características geográficas
Área 7 743,828 km² [2]
População 16 380 hab. IBGE/2014[3]
Densidade 2,12 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC-5
Indicadores
IDH-M 0,501 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 80 305,894 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 5 849,79 IBGE/2008[5]
Página oficial

Marechal Thaumaturgo[nota 1] é um município brasileiro do estado do Acre. Sua população, de acordo com estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), era de 16 380 habitantes em 2014.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome da cidade é uma homenagem ao militar Gregório Thaumaturgo de Azevedo, que fundou a cidade de Cruzeiro do Sul e foi prefeito do Alto Juruá após a anexação do Acre ao Brasil, com o Tratado de Petrópolis de 1903.

História[editar | editar código-fonte]

O município de Marechal Thaumaturgo originou-se do Seringal Minas Gerais[carece de fontes?], em terras ocupadas por seringueiros brasileiros, invasores de terras peruanas a partir de política expansionista financiada pelo Governo do Amazonas.

Com a formalização do Tratado de Petrópolis entre o Brasil e a Bolívia, ficou estabelecida a extensão do Acre e, portanto, do Brasil até as cabeceiras do rio Purus. Assim o território brasileiro adentrava-se em terras consideradas como pertencentes ao Peru até o nascedouro do rio Purus.

Assim, o Tratado de Petrópolis, assinado entre a Bolívia e o Brasil, também passou a definir os limites com o Peru, o que resultou em uma série de conflitos entre o Peru e seringueiros brasileiros no ano de 1904.

Disto resultou a assinatura do Tratado do Rio de Janeiro (1909), que definiu novos limites do Brasil com Peru, e onde aproximadamente 40.000 km2 de terras da bacia do alto rio Purus foram reconhecidas como pertencentes ao Peru. Entretanto, no vale do alto rio Juruá, o governo brasileiro comprou as terras até então habitadas por seringueiros brasileiros, consolidando-se as novas fronteiras com a assinatura do Tratado do Rio de Janeiro, em 1909, entre Brasil e Peru.

Somente em 28 de abril de 1992 foi criado o município de Marechal Thaumaturgo, a partir de um desmembramento do município de Cruzeiro do Sul.

A sede do município situa-se à margem esquerda do rio Juruá, na foz do rio Amônia. Os transportes fluvial e aéreo são os únicos meios de acesso a Marechal Thaumaturgo. O município possui uma forte dependência econômica com Cruzeiro do Sul, através do rio Juruá.

Sua economia é incipiente, baseada na agricultura de subsistência e na pecuária. Os agricultores da região costumam cultivar as praias dos rios Juruá, Amônia e Arara[carece de fontes?] com feijão, macaxeira, batata-doce, amendoim e melancia. As atividades extrativistas (látex e açaí) estão praticamente extintas devido a inviabilidade econômica e social.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Sua área é de cerca de 7 744 km². Limita-se ao norte com os municípios de Tarauacá e Porto Walter, ao sul e ao oeste com o Peru, e a leste com o município de Jordão.

Notas

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. «ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO RESIDENTE NO BRASIL E UNIDADES DA FEDERAÇÃO COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1º DE JULHO DE 2014» (PDF). @Cidades. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1º de julho de 2014. Consultado em 1º de agosto de 2015  line feed character character in |título= at position 59 (ajuda)
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 29 de agosto de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Marechal Thaumaturgo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Acre é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.