Arara Shawãdawa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Arara Shawãdawa
(Arara do Acre, Shawanaua)
População total

677

Regiões com população significativa
 Brasil (AC) 677 (Siasi/Sesai, 2014)[1]
Línguas
português
Religiões

Arara Shawãdawa (também referido como Arara do Acre, Shawanaua, Shawanauá, Shaonahua ou Shaodawa) é um grupo indígena que habita o sudoeste do estado brasileiro do Acre, mais precisamente nas Terras Indígenas Arara do Igarapé Humaitá e Jaminawa-Arara do Rio Bagé. Sua língua pertence à família linguística pano, sendo considerada uma variante dialetal da língua katukina (pano).[2]

Em 1994, o grupo era integrado por 300 pessoas.[3] Em 2000, eram 319 e, em 2012, havia 545 indivíduos desse grupo, no Acre, segundo dados do Sistema de Informações da Atenção à Saúde Indígena (Siasi) da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) do Ministério da Saúde.[4]

Referências

  1. Instituto Socioambiental. «Quadro Geral dos Povos». Enciclopédia dos Povos Indígenas no Brasil. Consultado em 17 de setembro de 2017 
  2. Ethnologue. "Katukina, Panoan"
  3. "Os 'índios' e a sociodiversidade nativa contemporânea no Brasil". Por Carlos Alberto Ricardo, p. 8. In: SILVA, Aracy Lopes da; GRUPIONI, Luís Donisete Benzi. A temática indígena na escola. Brasília: MEC/MARI/UNESCO, 1995.
  4. Instituto Socioambiental. Enciclopédia dos Povos Indígenas no Brasil. Verbete "Arara Shawãdawa". Acessado em: 23 de março de 2013.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre povos indígenas é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.