Pucobié-gavião

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pucobié-gavião
(Gavião Pykopjê, Gavião do Maranhão, Gavião Pukobiê, Gavião do Leste, Timbira, Pykopcatejê)
População total

769

Regiões com população significativa
 Brasil (MA) 769 Siasi/Sesai, 2014[1]
Línguas
timbira
Religiões

Os Pucobié-gavião, também conhecidos como "Pykopcatejê", "Pukobiê" e "Gavião do Maranhão" são um povo indígena do grupo Gavião do Oeste. Seu dialeto é o Timbira, da família , os Pucobié se localizam no sudoeste do estado do Maranhão. Em 2005, sua população perfazia um total de 473 indivíduos.

Para os Pykopjê, como para os demais povos Timbira, o tempo é visto como uma sequência de verão ("amcró") e inverno ("ta’ti"), ou seja, da estação da seca (que compreende os meses de abril até setembro, aproximadamente) e da estação das chuvas (de outubro a março, aproximadamente). Estas duas estações regulam os dois períodos cerimoniais da vida social e o conjunto das atividades produtivas.

As festas ("amji kin"", que significa "alegrar-se") Pykopjê são relativas ao ciclo anual (festa do milho, da batata-doce, da mudança da estação do ano), à iniciação dos jovens, à regulamentação das relações de parentesco e interpessoais (como a festa do peixe, do papa-mel, das máscaras), as festas relativas à assunção ou à entrega da dignidade de "vyty" (menino ou menina ritualmente associado aos indivíduos do sexo oposto da aldeia) ou ainda as festas e pequenas cerimônias relativas ao ciclo vital de um indivíduo (como o fim de resguardo do casal pelo nascimento de filhos e ritos de reintrodução de alguém que ficou afastado por muito tempo do convívio na aldeia, por doença ou luto).

Referências

  1. Instituto Socioambiental. «Quadro Geral dos Povos». Enciclopédia dos Povos Indígenas no Brasil. Consultado em 17 de setembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre povos indígenas é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.