Quiniquinaus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os quiniquinaus, também conhecidos como Kinikinau[1] ou Kinikináo [2] são um povo indígena que habita as margens do médio rio Miranda, no estado brasileiro do Mato Grosso do Sul, mais precisamente na Área Indígena Lalima. Constituíram-se como um subgrupo dos guanás.[3] [1]

Durante muito tempo, os Kinikinau foram foram convencidos, pelo órgão indigenista oficial brasileiro, a renunciar à sua identidade, autodeclarando-se Terena - grupo com os qual têm estreitos vínculos históricos e culturais. Porém, nos últimos anos, os Kinikinau passaram a reivindicar o reconhecimento de sua singularidade étnica e a reconquista de parte de seu território tradicional.[4]

Referências

  1. a b Kinikinau. Por José Luiz de Souza e Giovani José da Silva, maio de 2005. Instituto Socioambiental (ISA).Povos Indígenas no Brasil'.'
  2. Segundo a grafia dos etnônimos brasílicos estabelecida na 1ª Reunião Brasileira de Antropologia (Rio de Janeiro, novembro de 1953), os substantivos e adjetivos são invariáveis e grafam-se, no caso dos primeiros, com inicial maiúscula: os Apinayé, os Borôro, a cerâmica kadiwéu. Ver Dicionário Houaiss: Kinikináo.
  3. Sem terra, quiniquinaus podem perder ainda sua língua
  4. Kinikinau - Introdução. Por José Luiz de Souza e Giovani José da Silva, maio de 2005. Instituto Socioambiental (ISA).Povos Indígenas no Brasil'.']
Ícone de esboço Este artigo sobre povos indígenas é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.