Galibis-maruornos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Galibi-Marworno
(Galibi do Uaçá, Aruá)
População total

2.529

Regiões com população significativa
 Brasil (AP) 2.529 Siasi/Sesai, 2014[1]
Línguas
Religiões

Os galibis-maruornos são um subgrupo dos galibis que habita o Norte do estado brasileiro do Amapá, mais precisamente nas Áreas Indígenas Uaçá I e II, e Juminá. Em 2000 a tribo era composta por 1.794 indivíduos. Sua língua é o Kheuol (língua creoula, patois). Sua alimentação é simples e sadia: peixe, farinha e tucupi. Nas festas não pode faltar o caxiri, vinho dos índios, dos xamãs e dos espíritos karuãna. A Festa Grande é de Santa Maria, o axis-mundi é o mastro do Turé, a cobra-grande a lenda mais querida, mas o herói mesmo é Iaicaicani. Também são chamados de galibis-do-uaçá.

Referências

  1. Instituto Socioambiental. «Quadro Geral dos Povos». Enciclopédia dos Povos Indígenas no Brasil. Consultado em 17 de setembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre povos indígenas é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.