Tau Ceti e

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Tau Ceti e é um exoplaneta não confirmado que pode estar nas proximidades do Sol orbitando um estrela chamada "Tau Ceti", localizada a 11,90 anos-luz (3,65 pc) do Sol,[1] [2] na constelação de Cetus. É o quarto planeta em distância de sua estrela no seu sistema planetário. O planeta é notável devido à sua habitabilidade e propriedades semelhantes à Terra, com um Índice de Similaridade com a Terra de 0,78 e uma órbita que o coloca na borda interna quente da zona habitável de Tau Ceti.[3]

Descoberta[editar | editar código-fonte]

Tal como aconteceu com os outros quatro planetas de seu sistema, foi detectado através da realização de análises estatísticas dos dados de variações da estrela em velocidade radial, que por sua vez foram obtidos usando o HIRES, o AAPS e o HARPS.[4]

Características[editar | editar código-fonte]

Devido ao método de detecção utilizado, algumas propriedades do planeta são conhecidos como a sua órbita e massa.

Ele orbita Tau Ceti a uma distância de 0,552 UA, com um período orbital de 168 dias e tem uma massa mínima de 4,3 massas terrestres. Porque a massa mínima de uma superterra é de 5 massas terrestres,[5] Tau Ceti e é classificado como sendo do tamanho da Terra.

Habitabilidade[editar | editar código-fonte]

Pouco se sabe sobre a natureza deste exoplaneta, provavelmente seria 1,8 vezes maior em tamanho do que a Terra. Se ele tiver uma atmosfera como a Terra, a temperatura da superfície seria de cerca de 68 °C (154 °F).[6]

O planeta encontra-se na zona habitável,[7] [8] [9] a uma distância de sua estrela de 0,552 UAs (entre as distâncias de Mercúrio e Vênus no nosso sistema solar), com um período orbital de 168 dias. Se confirmado será o exoplaneta potencialmente habitável mais perto de nós.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «tau Ceti» (em inglês). Open Exoplanet Catalogue. Consultado em 13 de janeiro de 2016. 
  2. «Planet tau Cet e» (em inglês). The Extrasolar Planet Encyclopaedia. Consultado em 13 de janeiro de 2016. 
  3. «Two Nearby Habitable Worlds?» (em inglês). Planetary Habitability Laboratory. Consultado em 17 de dezembro de 2015. 
  4. Tuomi, M.; et al. «Signals embedded in the radial velocity noise: Periodic variations in the tau Ceti velocities» (PDF). Astronomy & Astrophysics [S.l.: s.n.] (preprint). arXiv:1212.4277. 
  5. «Habitable Exoplanets Catalog» (em inglês). Consultado em 17 de dezembro de 2015. 
  6. Giovanni F. Bignami (2015). The Mystery of the Seven Spheres: How Homo sapiens will Conquer Space Springer [S.l.] ISBN 9783319170046. , Page 110
  7. «"Planeta a 12 anos-luz da Terra poderá ser habitável"». Boas Notícias. Consultado em 23 de dezembro de 2012. 
  8. «Estrela vista a olho nu tem em órbita planeta potencialmente habitável». G1 Globo Notícias. Consultado em 23 de dezembro de 2012. 
  9. «Astrônomos descobrem cinco exoplanetas que orbitam estrela "próxima" da Terra». Tecmundo. Consultado em 23 de dezembro de 2012.