Vought F-8 Crusader

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
F-8 (F8U)
Crusader
Avião
Um F-8E em 1965
Descrição
Tipo / Missão Caça de superioridade aérea supersônico embarcado monoplano turbojato monomotor
País de origem  Estados Unidos
Fabricante Vought
Quantidade produzida 1219
Desenvolvido em Vought XF8U-3 Crusader III
LTV A-7 Corsair II
Primeiro voo em 25 de março de 1955 (65 anos)
Introduzido em março de 1957
Aposentado em 2000
Tripulação 1
Carga útil 2 300 kg (5 070 lb)
Especificações (Modelo: F-8E)
Dimensões
Comprimento 16,53 m (54,2 ft)
Envergadura 10,87 m (35,7 ft)
Altura 4,80 m (15,7 ft)
Área das asas 34,8  (375 ft²)
Alongamento 3.4
Peso(s)
Peso vazio 7 956 kg (17 500 lb)
Peso carregado 13 000 kg (28 700 lb)
Propulsão
Motor(es) 1 x turbojato de pós combustão Pratt & Whitney J57-P-20A
Força de empuxo (por motor) 8 164 kgf (80 100 N)
Performance
Velocidade máxima 1 975 km/h (1 070 kn)
Velocidade de cruzeiro 917 km/h (495 kn)
Velocidade máx. em Mach 1,86 Ma
Alcance bélico 730 km (454 mi)
Alcance (MTOW) 2 795 km (1 740 mi)
Teto máximo 17 700 m (58 100 ft)
Razão de subida 162,3 m/s
Aviônica
Tipo(s) de radar(es) Radar de controle de tiro Magnavox AN/APQ-84 ou AN/APQ-94
Armamentos
Metralhadoras / Canhões 4 x canhões Colt Mk 12 de 20 mm (0,787 in)
Foguetes 4 x Zuni de 127 mm (5,00 in)
Mísseis Ar-ar

Ar-terra

Bombas
Notas
Dados de: The Great Book of Fighters,[1] Quest for Performance[2] e Combat Aircraft since 1945[3]

O F-8 Crusader teve seu primeiro voo em 5 de março de 1955, ultrapassando a velocidade do som neste primeiro voo. Entrou oficialmente em serviço em 25 de março de 1957 e foram construídos 1.259 aparelhos ao todo.

Desenvolvido pela Vought foi operado pela Marinha dos Estados Unidos, Fuzileiros Navais Norte-Americanos, Marinha francesa e Força Aérea Filipina.[4]

Desenvolvido especialmente para ser utilizado em porta-aviões ele possuía a capacidade de dobrar as asas, diminuindo assim o espaço necessário para estacionar no deck e nos hangares.

Outra característica marcante do Crusader é a de alterar o ângulo de ataque de suas asas, aumentando assim a performance em baixa velocidade, facilitando operações embarcadas.

Em ação[editar | editar código-fonte]

Os F-8 Crusader norte-americanos entraram em ação na guerra do Vietnã, conseguindo excelentes resultados nos combates aéreos. Foram 19 vitórias frente as forças Norte vietnamitas e seus Mig-17 e Mig-21, sendo que a maioria das vitórias foram usando os AIM-9 Sidewinder.[5]

Operadores[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Green, William and Gordon Swanborough. The Great Book of Fighters. St. Paul, Minnesota: MBI Publishing. 2001. ISBN 0-7603-1194-3.
  2. Loftin, L.K. Jr. "Quest for Performance: The Evolution of Modern Aircraft, NASA SP-468." NASA.
  3. Wilson, Stewart. Combat Aircraft since 1945. Fyshwick, Australia: Aerospace Publications, 2000. ISBN 1-875671-50-1.
  4. "F-8 Crusader."
  5. "THE MIG MASTERS."
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação é um esboço relacionado ao Projeto Aviação. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.