Afonso Cláudio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde julho de 2010).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Município de Afonso Cláudio
""Capital da Biodiversidade"
"Cidade das Cachoeiras"
"Baixada Serrana"
"Capital Serrana"
"Princesa Serrana"
"AfC City""
Bandeira de Afonso Cláudio
Brasão de Afonso Cláudio
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 20 de janeiro de 1891
Gentílico afonso-claudense
Prefeito(a) Wilson Berger Costa (PSB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Afonso Cláudio
Localização de Afonso Cláudio no Espírito Santo
Afonso Cláudio está localizado em: Brasil
Afonso Cláudio
Localização de Afonso Cláudio no Brasil
20° 04' 26" S 41° 07' 26" O20° 04' 26" S 41° 07' 26" O
Unidade federativa  Espírito Santo
Mesorregião Central Espírito-Santense IBGE/2014[1]
Microrregião Afonso Cláudio IBGE/2014[1]
Municípios limítrofes Laranja da Terra e Itarana ao norte, Santa Maria de Jetibá a leste, Domingos Martins e Venda Nova do Imigrante e Conceição do Castelo ao sul e Brejetuba e Minas Gerais a oeste
Distância até a capital 136 km
Características geográficas
Área 954,656 km² [2]
População 32,551 hab. Censo IBGE/2013[3]
Densidade 0,03 hab./km²
Altitude (Urbano) 150 metros (Rural) 350 m
Clima Tropical Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,667 médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 211 176,952 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 6 706,37 IBGE/2008[5]
Página oficial

Afonso Cláudio é um município brasileiro do estado do Espírito Santo. Localiza-se na latitude 20° 4'22.86"S e longitude 41° 7'11.05"O.

Informações gerais[editar | editar código-fonte]

Afonso Cláudio é o maior município de toda a Região Serrana do Estado, tendo muitos bairros e 9 distritos. Concentra no Centro da cidade, os maiores centros comerciais da região e é também sede da Microrregião de Afonso Cláudio, que abrange a maioria dos municípios da Região Serrana. Além de ter a maior concentração urbana, é o maior polo industrial e econômico da região serrana. Possui a maior frota de veículos da região serrana, totalizando em cerca de 10.221 veículos de todos os tipos. Em todo o estado, nenhuma cidade apresenta maior conurbação na área rural como a cidade de Afonso Cláudio, em média, a cada 100 metros existe pelo menos 1 casa nos trechos de estradas principais.

É um município de clima tropical e a terceiro mais quente do estado, seguido de Cachoeiro de Itapemirim e Colatina, superando em dias de verão até mesmo a capital litorânea Vitória.

Antes do município de Brejetuba se desmembrar, Afonso Cláudio era o maior produtor de café do Brasil. Além disso, é um município de porte médio, já que é o maior polo industrial-econômico-político-urbano serrano. Sua principal avenida é a Av. Presidente Vargas, localizada do Centro da cidade e possui cerca de 1 km de extensão, com os maiores edifícios da região.

É conhecida por dois apelidos: Cidade das Cachoeiras pelo elevado número de cachoeiras presentes no município que atraem milhares de turistas o ano todo, já que seu clima é quente, o que faz de Afonso Cláudio uma das cidades mais belas e prosperas do estado do Espírito Santo e; Baixada Serrana, já que a partir do território do município, começa a baixa elevação das terras em relação ao nível do mar. Afonso Cláudio é o município mais baixo da região serrana.

Informações adicionais: * Rede Social

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome da cidade, Afonso Cláudio, é uma homenagem ao primeiro governador do Estado do Espírito Santo, Afonso Cláudio de Freitas Rosa.

História[editar | editar código-fonte]

Os índios Botocudos foram os primeiros habitantes dessa região. Diz-se, também, que desbravadores aqui se estabeleceram em busca de ouro, em meados do século XVIII. O primeiro a fundar uma pequena vila foi Sabino Coimbra de Oliveira, que com sua família e outros cidadãos se estabeleceu às margens do córrego Três Pontões, onde construíram alguns casebres, uma capela, um cemitério, e começaram pequenas plantações. Em certas épocas houve necessidade de se suprirem da água do Rio Guandu, buscando-a e levando-a sobre o lombo de animais. O vilarejo não prosperou porque uma grande seca que atacou a região na época, secando o córrego. Os habitantes decidiram procurar nas redondezas melhores condições para que pudessem instituir uma outra vila.

Este vilarejo passou a ser chamado de Arrependido. Foi nesta época que começaram a surgir as primeiras casas nas imediações da atual Av. Ramiro de Barros, no centro da cidade. Os primeiros habitantes que vieram para o município eram provenientes dos estados do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. Quando fundaram a cidade, na mesma época em que Cachoeiro de Itapemirim (a quem já pertenceu) foi fundada também, Afonso Cláudio prosperou como nunca e hoje é a maior cidade da região serrana do estado.

Afonso Cláudio já pertenceu a outros municípios: Cachoeiro de Itapemirim, Serra e Santa Leopoldina. No dia 9 de janeiro de 1891 se emancipou deste último devido ao crescimento acelerado na época que o município passou. Assim também, como muitos outros municípios da região serrana do estado pertenceram a Afonso Cláudio, como Brejetuba, Laranja da Terra e Itarana, o que fazia de Afonso Cláudio o maior município da região em extensão, porém, pouquissímo povoado pela extensão.

A população de Afonso Cláudio é de maioria descendente italiana, sendo que na região serrana, Santa Tereza, Afonso Cláudio, Venda Nova do Imigrante e Castelo, são as cidades com maior número de imigrantes italianos do estado. Os italianos chegaram na região (maioria) por volta de 1860, quando a cidade já estava fundada e já era a maior cidade da região. Logo depois, mais italianos foram para o município de Venda Nova do Imigrante onde fundaram a mesma.

Além dos italianos, Afonso Cláudio abriga vários pomeranos e alemães do estado que vieram de Domingos Martins e Santa Maria de Jetibá. Por seu passado ligado a cafeicultura, a presença de população negra e afrodescendente, descendente de escravos, é significativa.[1]

O Hino de Afonso Cláudio tem a letra dada por dona Diana Gomes Weirich.

Geografia[editar | editar código-fonte]

"Entre grandes pedras rios e matas, Um dia uma cidade Despontou(…)" (Hino Oficial de Afonso Cláudio)

A cidade é dividida em seis distritos: Afonso Cláudio (sede), Piracema, Fazenda Guandu, Pontões, Serra Pelada (Lagoa) e São Francisco Xavier do Guandu. No passado o Laranja da Terra e Brejetuba pertenceram à Afonso Cláudio, e hoje são municípios independentes.

Economia[editar | editar código-fonte]

A cidade é o maior pólo industrial da região serrana, onde são produzidos blocos de pedra em suas industrias do tipo, além do café, leite, milho, tomate, batata, manga e entre outros produtos.

Projetos de construção[editar | editar código-fonte]

Afonso Cláudio tem muitos projetos de ampliação, criação e reformas de seus principais prédios. Um exemplo é o projeto de criação do novo IFES, o 2º da região serrana. Antigamente, existia um cinema na cidade, que foi fechado. A cidade conta com um Centro de Eventos, o maior da região serrana, porém, fica afastado do Centro da cidade.

Festas[editar | editar código-fonte]

Festa de São Sebastião
Carnaval Afonso Cláudio
Afonso Claudense Ausente
Festival Som nas Montanhas (Evento Evangélico)
Festa Hawaiana
AFONSO FOLIA - micareta
AFC Folia - micareta
Baile do Jeans
Baile do Sinal
Exposição Agroécuária (Festa do Peão - do Agricultor)
Reveillon
Em Afonso Cláudio acontece em todos os anos a maior festa de reveillon da região serrana. Pessoas Conceição do Castelo, Laranja da Terra, Brejetuba, Santa Maria de Jetibá e outros municípios vizinhos descem a serra para o centro da cidade e prestigiam a virada do ano com classe e diversão. Sem contar às inúmeras festas privativas e religiosas que ocorrem na cidade.

'Wurst Fest e Danz Fest- Festa da Linguiça' e Festa das Danças- Festas Culturais com a participação de grupos de Danças e defile típicos,que acontecem no Distrito de Serra Pelada entre Julho e Setembro,é a Wurt fest é a maior Festa do Distrito. As festas começaram em 2010,e em 2014 estarão juntas,na 5º edição com uma programação ampliada e diversificada!

Cultura

No município existem dois Grupos de Danças Folclóricas Alemãs;um é do Bairro da Grama, chamando de "Land berg" e o outro grupo de de danças é de Serra Pelada e o nome é Grupo de Dança Land der Wasserfalle" que significa "Terra das Cachoeiras" em homenagem ao município,este grupo existe desde o ano de 1986, e tem o Apoio da ADL e do Distrito de Serra Pelada.

Religiosidade[editar | editar código-fonte]

Afonso Cláudio tem uma maioria de fieis da Igreja Católica.

Os protestantes luteranos dos dois segmentos de igrejas luteranas: IELB (Igreja Evangélica Luterana do Brasil), originária da missão luterana americana (estadunidense) e IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, possuem muitos fiéis.

Há também um grande número de evangélicos: Igreja Batista, Assembléia de Deus, Presbiteriana, Deus é amor, Adventista e Batista Nacional.

Educação[editar | editar código-fonte]

Possui 80 escolas (55 de ensino fundamental, 18 de ensino infantil e 7 de ensino médio)[6] . A Superintendência Regional Sudoeste-Serrana do Estado sedia em Afonso Cláudio. Ela abrange múnicipios como Venda Nova do Imigrante, Laranja da Terra, Brejetuba, Conceição do Castelo entre outros. É o maior polo educacional da região serrana, e é principalmente na cidade onde são realizados os principais eventos realizados pela Secretaria de Educação do Governo, pela localização estratégica do município, que se localiza no centro, rodeado pelos outros da microrregião, e pela estrutura de suportar eventos grandes como palestras.

A cidade conta com a maior escola da região, a EEEFM "Afonso Cláudio", por onde já passaram, segundo registros 360.000 alunos desde sua fundação na década de 1950.

Origem da população[editar | editar código-fonte]

Grande parte da população afonso-claudense é de origem italiana e alemã. A cidade recebeu os primeiros colonizadores italianos e alemães do estado, e hoje o idioma secundário mais falado é o alemão seguido pelo italiano. A presença de população negra e de ascendência indígena é significativa no município.

Relevo[editar | editar código-fonte]

Localiza-se na Serra do Castelo, porém faz a mesma sofrer com a baixa elevação das terras, já que o município é o mais baixo da região. O Pico mais alto é a Pedra Três Pontões. Afonso Cláudio possui relevo ondulado e em sua maior área é montanhoso. Com vales em torno de suas mais altas montanhas e áreas planas ao contorno dos rios. O centro da cidade se localiza a pouco mais de 150m acima do nivél do mar porém, mais de 70% do território da cidade fica acima dos 300m.

Assim como todos os municípios da costa oeste-central do estado do Espírito Santo, Afonso Cláudio faz parte da Macrorregião Metropolitana de Vitória.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Afonso Cláudio, ganhou por 4 vezes, o título de melhor água potavél do Brasil.

Em virtude do relevo acidentado, Afonso Cláudio possui inúmeros rios e riachos que cortam todo o território do município, e a maioria deságua no principal rio da cidade, o Rio Guandu. Também, devido ao relevo, a cidade é uma das que possuem maior número de cachoeiras de todo o estado, sendo considera a Cidade das Cachoeiras.

Clima[editar | editar código-fonte]

Gráfico climático para

Afonso Cláudio

J F M A M J J A S O N D
 
 
173
 
30
19
 
 
94
 
31
19
 
 
123
 
31
19
 
 
81
 
29
17
 
 
57
 
27
15
 
 
26
 
27
13
 
 
33
 
26
13
 
 
34
 
27
14
 
 
61
 
27
15
 
 
121
 
28
17
 
 
186
 
29
18
 
 
204
 
29
19
Temperaturas em °CPrecipitações em mm
Fonte: [2]

Apesar de predominantemente ameno, a depender da estação a temperatura varia muito. No verão, chega a atingir até 37°C (como Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Colatina e Vitória), já que é a cidade mais baixa da região serrana. Todavia, em épocas frias, tem temperatura comparável às outras cidades da região, inferiores a 18°C. Devido a sua altitude, relevo, hidrografia e condições florestais, Afonso Cláudio conta com um clima ameno e agradável. Nos dias mais frios, a temperatura média é de 21°C e nos mais quentes em cerca de 30°C.

Tabela climática de Afonso Cláudio
Temperatura
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Média
Máxima registada °C 37,0 39,5 36,0 31,6 28,0 27,2 25,1 27,9 29,1 30,0 31,0 33,0 33,1
Média Máxima °C 30,3 30,8 28,1 25,7 24,3 22,1 22,2 22,9 24,5 24,6 25,8 29,0 27,8
Média minima °C 18.7 18.8 18.8 16.1 13,9 10,2 12,2 10,0 13,5 16,3 18,6 19,8 16,0
Mínima registada °C 16,7 16,0 16,6 10,7 10,7 5,8 7,9 4,9 7,9 12,5 15,1 16,0 14,5
Dados referentes a 2010.

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A vegetação predominante é de Mata Atlântica. A cidade possui muito de sua mata conservada, principalmente na região rural. A região de mata urbana, é quase toda devastada devido ao crescimento da cidade.

Traensporte[editar | editar código-fonte]

Possui a maior frota de veículos da região serrana, totalizando em cerca de 11,529 (registrados na cidade)[7] veículos de todos os tipos, excluindo os mais de 10,000 veículos intermunicipais que circulam diariamente no município. Devido ao relevo acidentado, a cidade possui rodovias de velocidade média.

Frota de Veículos de Afonso Cláudio[8] Total
Automóveis 11.529
Caminhões 468
Caminhões-trator 12
Caminhonetes 1,017
Micro-ônibus 178
Motocicletas 4175
Motonetas 586
Ônibus 587
Tratores 101

A principal rodovia da cidade é a ES-165 (Rodovia Sebastião Alves de Lima), recentemente reformada, que liga a cidade a BR-262. A BR-484, rodovia federal que se inicia em Afonso Cláudio e que liga o Centro a BR-259 e as outras cidades ao norte do estado como Colatina, Laranja da Terra, Santa Maria de Jetibá e demais localidades é a principal rodovia de escoamento de cargas e produtos industriais produzidos no município.

Tráfego[editar | editar código-fonte]

A cidade possui um nivél de trânsito extremamente alto, incompativél com sua população, ou seja, o número de veículos que transitam diariamente pela cidade é maior que o previsto para sua população. Isso acontece pelo fato de a cidade estar entre as 2ª e 3ª principais rodovidas da região serrana, respectivamente: a BR-484 e a ES-165 - Rodovia Sebastião Alves de Lima, além de ser o maior centro econômico da região, isso faz com que inúmeros veículos de cargas e automovéis pessoais percorram a cidade, principalmente no Centro.

O problema está centralizado principalmente no Centro, onde as avenidas, construídas em 1890, não comportam todo o trânsito e acabam por sendo congestionadas diariamente. Em um projeto do Governo Estadual em parceria com a Prefeitura Municipal de Afonso Cláudio, planejavam construir uma ponte sobre o Rio Guandu (Espírito Santo), ligando a nova extensão da Av. Presidente Vargas, onde o problema é ainda maior, com congestionamentos em todo momento, que se inicia atualmente no bairro Campo 20 até os primeiros metros da Av. José Giestas, no sentido Norte, onde o trânsito continuaria com sentido único, ao contrário da Av. Presidente Vargas, que teria o trânsito alterado para mão única sentido Sul. Porém, com o plebiscito realizado na cidade, a população decidiu que a nova ponte deveria ser construída sobre o Rio Guandu, porém ao antigo final da Av. Presidente Vargas sentido Sul, ligando o novo trecho ao antigo, continuando com mão dupla no sentido Norte-Sul. Persiste o problema até que outra via seja aberta.

Energia[editar | editar código-fonte]

Há uma substação da ESCELCA(uma das principais da região serrana), responsável pelo fornecimento da energia para todo o município e outras partes da região.

Saneamento[editar | editar código-fonte]

O fornecimento de água tratada é de responsabilidade da CESAN, e todo o território urbano e dos distritos possuem água tratada. O sistema de lixo da cidade, antes quase dentro da cidade, foi transferido para outra localidade mais afastada da cidade, e com os devidos cuidados em relação ao impacto ambiental. Até 2007, Afonso Cláudio não contava com o sistema de saneamento básico, mas a partir de 2008, uma obra financiada pelo Governo do Estado, implantou o sistema de esgotamento em 100% do território urbano.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Cordilheira do Empoçado

Formação montanhosa pertencente a Serra do Castelo, que possui diversas pedras com formatos diferentes, algumas listadas abaixo. Consiste em inúmeras formações geológicas de pedras formadas ao longo do tempo e uma das maiores altitudes da Serra do Castelo. A Cordilheira forma um paredão de pedras e matas muito preservadas. A Vila do Empoçado leva esse nome devido ao fato de estar localizada em volta da Cordilheira, com um vale muitíssimo extenso em sua volta, e nos dias de chuva, partes mais baixas se alagam.

Casa do Artesanato Municipal

Funciona como Casa do Artesanato, posto de Informações turisticas e lanchonete.

Pedra do Gato

A Pedra que se localiza na comunidade do Empoçado, em Afonso Cláudio é atração municipal pelo desenho formado na face da pedra.

Pedra do Elefante

Localização: Empoçado

Igreja Matriz São Sebastião

É a Matriz da região. Considerada uma das igrejas mais originais e antigas do estado, em estilo neogótico. É a maior da região e possui a gruta de Nossa Senhora e a antiga escola religiosa onde hoje é ensinado o catecismo.

Localização: Praça Aderbal Galvão

Centro Cultural "José Ribeiro Tristão"

Teatro e Centro de Convenções de Afonso Cláudio. Além disso, do alto do Centro Cultural, se tem uma vista prazeroza e incrivél do Centro de Afonso Cláudio.

Pedra da Broa
Cachoeira Bonita
Cachoeira Fio de Ouro
Lazer Belphi
Comunidades de Fazenda Guandu e Serra Pelada com seus atrativos
Patrimonio Municipal
Museu das Grandes Guerras

O museu traz vestigios das Grandes Guerras Mundiais, retratando um pouco da história, roupas, vídeos temáticos da guerra entre outros além de mostrar um pouco da cultura pomerana afonso-claudense.

Localização: BR-484

Parque Municipal Pedra Três Pontões

Afonso Cláudio possui um dos maiores parques estaduais da região.

Localização: Siga pela BR-484 em direção a Serra Pelada. É o símbolo de Afonso Cláudio.

Pista de Aeromodelismo

Pista asfaltado de 120 x 10 mts, com toda infra extrutura necessária para a prática do hobby/esporte, com energia 110 x 220 vtz, banheiros masculino e feminino, cozinha, churrasqueira, usada exclusivamente para a pratica de aeromodelismo. Frequentemente ocorrem eventos voltados para o aeromodelismo geralmente no mês de julho.

Localizaçao: Empoçado

Praça Aderbal Galvão

Maior praça de Afonso Cláudio onde são atraídas muitas pessoas nas noites de sábado, devido as feirinhas que ocorrem. Ela passou por uma reforma de 100% de sua área (todas as praças da cidade passaram por essa reforma).

Localização: Centro de Afonso Cláudio

Afonso Claudense Ausente e Presente

É a maior festa municipal, que acontece todo ano no centro da cidade (Praça Aderbal Galvão) e além disso reúne muitos artistas famosos que fazem shows gratuitos.

Cachoeira de Santa Luzia

A cachoeira é a mais procurada ao longo do ano pelos visitantes.

Localização: Santa Luzia

Pedra da Lajinha

Procurada principalmente pelos praticantes do alpinismo e possui rampa de voo.

Localização: Lajinha

EcoEstação

Um dos principais pontos turisticos da cidade, que atrai muitos visitantes no verão.


Hospedagem

A cidade tem hotéis e pousadas na áera urbana e várias pousadas rurais.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2013 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2013). Página visitada em 11 de dezembro de 2013.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 31 de agosto de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. http://www.ibge.gov.br/cidadesat/painel/painel.php?codmun=320010#topo
  7. http://www.ibge.gov.br/cidadesat/painel/painel.php?codmun=320010#topo
  8. http://www.ibge.gov.br/cidadesat/painel/painel.php?codmun=320010#topo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Divisão Política do Brasil.png Este município precisa ser adaptado aos critérios do Projeto Subdivisões do Brasil.
Você pode ajudar a Wikipédia editando-o.