Associação de Tenistas Profissionais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Association of Tennis Professionals
ATP
Ano de criação 1972
Origem  Estados Unidos
Equipamento Bola de ténis, Raquete

A Associação de Tenistas Profissionais (em inglês: Association of Tennis Professionals - ATP) foi criada em 1972 para defender os interesses dos jogadores masculinos de tênis. As jogadoras femininas constituíram a Associação de Tênis Feminino (WTA) no ano seguinte com o mesmo objectivo. Em 1990, a Associação começou a organizar os principais torneios mundiais da modalidade, atualmente conhecidos como Torneios da ATP.

Estrutura da ATP[editar | editar código-fonte]

Presidente

  • Nenhum no momento

Equipe Executiva

  • Gayle David Bradshaw
  • Laurent Delanney
  • Flip Galloway
  • Alison Lee
  • Andre Silva
  • Mark Young

Diretores

  • Representantes dos Torneios:
    • Gavin Forbes
    • Mark Webster
    • Charles Smith
  • Representantes dos Jogadores:
    • Giorgio di Palermo
    • David Egdes
    • Justin Gimelstob

Torneios[editar | editar código-fonte]

A ATP apresenta cinco categorias de torneios de tênis:

  1. Grand Slams
  2. ATP World Tour Masters 1000
  3. ATP World Tour 500 Series
  4. ATP World Tour 250 Series
  5. Challengers

Torneios Satélite de quatro semanas e "Torneios Futuro" de uma semana são eventos da Federação Internacional de Tênis (ITF). Apesar de eles representarem um nível inicial de torneios profissionais, seus resultados contam para a Classificação de Entrada da ATP. No entanto, torneios satélites foram extintos depois da temporada 2006.

Jogadores e times de duplas que obtêm mais pontos disputam o Tennis Masters Cup no final da temporada, que hoje se chama ATP World Tour Finals[1] .

O circuito ATP ainda inclui o World Team Cup (Copa Mundial de Times), que é disputada no mês de maio em Düsseldorf.

As seguintes tabelas fornecem detalhes da estrutura dos torneios de tênis da ATP:

Categoria do Evento No. De Eventos em 2013 Prêmio em dinheiro Comitê Responsável
Grand Slams 4 6 700 000 a 8 300 000 ITF
Campeonatos da ATP (Tennis Masters Cup e Copa Davis ) 2 2 100 000 a 4 450 000 ATP
Masters 1000 9 2 450 000 a 3 450 000 ATP
ATP 500 Series 11 615 000 a 1 000 000 ATP
ATP 250 Series 40 333 000 a 1 000 000 ATP
Torneio de Séries de Desafio - (ATP Challenger Series) 146 25 000 a 150 000 ATP & ITF
Circuitos Satélites de Séries 29 25 000 a 75 000 ATP & ITF
Torneios de Tênis do Futuro 356 10 000 e 15 000 ATP & ITF

Classificação[editar | editar código-fonte]

ATP[editar | editar código-fonte]

O ATP divulgava um ranking anual, em que cada jogador começava com zero pontos no começo do ano e o jogador que acumulava mais pontos no fim da etapa era o número 1 do mundo. Se chamava Corrida dos Campeões. Em 2009 foi abolido para a categoria Simples, sendo usado somente nas Duplas para designar as 8 duplas que se classificarão ao fim do ano para a Masters Cup.

O ranking mais antigo e mais importante contina sendo o Ranking de Entradas. Os tenistas de simples podem acumular até 18 dos seus melhores resultados ao longo do ano, e os de duplas, 14 resultados. O resultado tem um prazo de validade de 1 ano, ao fim desse período ele é descartado - por isso diz-se no mundo do tênis que o jogador vai tentar "defender" os pontos do ano passado, principalmente ao jogar os mesmos torneios do ano anterior.

No caso dos tenistas de simples, existem regras mais elaboradas: os resultados dos Grand Slams e Masters Series 1000 permanecem obrigatoriamente no ranking por 1 ano, mesmo se o tenista possuir pontuações melhores em outros torneios. Em 2009 também foram criadas algumas novas regras sobre a pontuação dos ATPs 500.

Ranking Corrida dos Campeões(EXTINTO)[editar | editar código-fonte]

Categoria do Torneio Total Financeiro W F SF QF R16 R32 R64 R128 Pontos qualificativos
adicionais
Grand Slam 2000 1400 90 50 30 15 7 1 3
ATP Masters Series 100 70 45 25 15 7 1(3) (1) 3*
Torneios de Séries Internacionais de Ouro $1,000,000 60 42 27 15 5 3 1 2*
Torneios de Séries Internacionais de Ouro $800,000 50 35 22 12 5 3 1 2*
Séries Internacionais $1.000.000 50 35 22 12 5 3 1 2*
Séries Internacionais $800.000 45 31 20 11 4 2 1 2*
Séries Internacionais $600.000 40 28 18 10 3 1 1
Séries Internacionais $400.000 35 24 15 8 3 1 1
Tennis Masters Cup 150 se invicto (ganha-se 20 para cada rodada ganha,
+40 por vencer a semifinal, +50 por vencer a final)

(*) 1 ponto somente se a competição principal for maior que 32 (Séries Internacionais) ou 64 (Master Series)

Lista de Números 1 do Mundo ao final do ano[editar | editar código-fonte]

Veja a lista completa.

Essa lista mostra os tenista que terminaram um ano como números 1 do mundo, a partir do inicio do ranking de Corrida dos Campeões. A partir de 2009, o ranking passou a ter novas regras.

Ano Campeão País Pontos
2000 Gustavo Kuerten  Brasil 8390
2001 Lleyton Hewitt  Austrália 8970
2002 Lleyton Hewitt  Austrália 8730
2003 Andy Roddick  Estados Unidos 9070
2004 Roger Federer Suíça 12670
2005 Roger Federer Suíça 13450
2006 Roger Federer Suíça 16740
2007 Roger Federer Suíça 14560
2008 Rafael Nadal  Espanha 13350
2009 Roger Federer Suíça 10550
2010 Rafael Nadal  Espanha 12450
2011 Novak Djokovic  Sérvia 13285
2012 Novak Djokovic  Sérvia 12920 [2]
2013 Rafael Nadal  Espanha 13030

Ranking de Entradas da ATP[editar | editar código-fonte]

Categoria do Torneio Total Financeiro
comprometimento
W F SF QF R16 R32 R64 R128 Pontos qualificativos
adicionais
Grand Slam 2000 1200 720 360 180 90 45 10 25
ATP Masters 1000 1000 600 360 180 90 45 10(25) (10) 25*
ATP 500 500 300 180 90 45 20 0 20*
ATP 250 250 150 90 45 20 (5) 0 12*
Challenger $150,000+H 125 75 45 25 10 0 5
Challenger $150,000 110 65 40 20 9 0 5
Challenger $125,000 100 60 35 18 8 0 5
Challenger $100,000 90 55 33 17 8 0 5
Challenger $75,000 80 48 29 15 8 0 5
Challenger $50,000 75 45 27 13 6 0 3
Challenger $35,000+H 75 45 27 13 5 0 3
Future $15,000+H 33 19 9 4 1 0
Future $15,000 25 14 7 3 1 0
Future $10,000 17 9 5 2 1 0
Tennis Masters Cup 1500 se invicto (ganha-se 200 para cada rodada ganha,
+400 por vencer a semifinal, +500 por vencer a final)

Pontuação das Olimpíadas de Londres 2012[3] [editar | editar código-fonte]

  • Medalha de ouro - 750
  • Prata - 450
  • Bronze - 340
  • 4º lugar - 270
  • Quartas de final - 135
  • Oitavas de final - 70
  • 2ª rodada - 35
  • 1ª rodada - 5

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências