Brasil Central Linhas Aéreas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:
Brasil Central Linhas Aéreas
IATA
JJ
ICAO
BRC
Indicativo de chamada
Fundada em 1976
Iniciou atividades em 1986
Encerrou atividades em 2003
Sede Brasil Brasília, Brasil
Pessoa(s)
chave
Klaus Richard Hoelck e Rolim Adolfo Ammaro

Brasil Central Linhas Aéreas foi uma companhia aérea brasileira fundada em 1976 como VOTEC Serviços Aéreos Regionais. Em 1986, após a compra pela da VOTEC pela TAM, o nome foi alterado para Brasil Central Linhas Aéreas também conhecida como BRC. Operava voos regionais no Norte e Centro-Oeste do Brasil, também tinha um acordo code-share com a TAM. Em 2000, foi incorporada pela TAM - Transportes Aéreos Regionais , criando a TAM Linhas Aéreas. A marca Brasil Central, entretanto, continuou até 2003.

História[editar | editar código-fonte]

Em 11 de novembro de 1975, o Governo Federal criou o Sistema Brasileiro Integrado de Transporte Aéreo Regional e dividiu o país em cinco regiões diferentes, para as quais cinco recém-criadas linhas aéreas regionais receberam uma concessão para operar serviços aéreos. VOTEC Serviços Aéreos Regionais S/A foi uma companhia aéreas regional. Seus serviços começaram em 11 de outubro de 1976 e a sua área de atuação compreendia os estados de Goiás, Distrito Federal, Pará, Maranhão, Minas Gerais além de serviços de conexão para o Rio de Janeiro e de São Paulo.

Votec ( Vo OS Tec nicos e Executivos) era originalmente um táxi aéreo empresa criada em 1966 por Klaus Richard Hoelck. Em 17 de fevereiro de 1976, a identidade de VOTEC Táxi Aéreo foi mudado para VOTEC Serviços Aéreos Regionais S A, uma empresa aérea regional autorizada a operar serviços regulares. Esta companhia aérea cresceu rapidamente e em 1978 serviu dezenas de cidades e operava voos fretados para empresas estatais como Petrobras e os Correios.

Em 1983 começaram os problemas de administração, o que levou à redução da frota para apenas três Fokker F27 em 1985, e, finalmente, em janeiro de 1986, até o fim dos serviços regulares.

Percebendo uma boa oportunidade para o crescimento em um mercado ainda muito restrito, em Junho de 1986 a TAM - Transportes Aéreos Regionais (IATA código KK) adquiriu a VOTEC, que foi então renomeada Brasil Central Linhas Aéreas. TAM e Brasil Central foram as duas companhias aéreas regionais e operado em diferentes áreas designadas. Eles, porém, funcionava como um consórcio com redes integradas e frota, com as diferenças mais notáveis ​​sendo o vôo número IATA códigos (enquanto a TAM teve o Código IATA KK, Brasil Central atuou com o código JJ herdado da VOTEC), os esquemas de cores diferentes de aeronaves, e sua designado áreas de operação.

Em 15 de maio de 1990, o governo brasileiro suspendeu as restrições de áreas operacionais das companhias aéreas regionais, o que lhes permitiu voar para qualquer lugar no Brasil. Como consequência, a Brasil Central foi rebatizado TAM - Transportes Aéreos Meridionais, adquiriu o mesmo esquema de cores da TAM (KK), mas ainda manteve o código JJ IATA.

Mesmo que a linha VOTEC / Brasil Central / TAM Meridionais (JJ) é tecnicamente a linha original onde a TAM Regionais (KK) foi incorporada, historicamente é considerado o oposto, porque TAM Regionais foi a companhia aérea culturalmente que deu identidade a nova entidade nasce da fusão. Na verdade, o único ativo remanescente da companhia aérea original é o código IATA.