Cuauhtémoc Blanco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cuauhtémoc Blanco
Cuauhtémoc Blanco
Blanco atuando pelo Dorados de Sinaloa
Informações pessoais
Nome completo Cuauhtémoc Blanco Bravo
Data de nasc. 17 de Janeiro de 1973 (41 anos)
Local de nasc. Cidade do México, México México
Altura 1,77 m[1]
Destro
Apelido Temo
Informações profissionais
Clube atual México Puebla
Número 10
Posição Atacante
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
19922007
19971998
20002002
2004
20072008
2008
2010
20102011
20112013
2013-2014
2014-
México América
México Necaxa (emp.)
Espanha Real Valladolid (emp.)
México Veracruz (emp.)
Estados Unidos Chicago Fire
México Santos Laguna (emp.)
México Veracruz
México Irapuato
México Dorados de Sinaloa
México Lobos de la BUAP
México Puebla
0333 00(125)
0028 000(13)
0023 0000(3)
0013 0000(5)
0071 000(17)
0004 0000(1)
0014 0000(5)
0047 0000(9)
0040 000(14)
0022 0000(6)
0000 0000(0)
Seleção nacional3
19952014 Flag of Mexico.svg México 0122 000(39)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 2 de junho de 2014.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 2 de junho de 2014.

Cuauhtémoc "Temo" Blanco Bravo (Cidade do México, 17 de janeiro de 1973) é um futebolista mexicano que atua como atacante e meia. Atualmente, joga pelo Puebla.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira profissional aos dezessete anos no América, seu clube de coração, em 1990. Por esse clube, venceu a Copa dos Campeões da CONCACAF, o Campeonato Mexicano (Clausura) e a copa Campeão dos Campeões, todas em 2005.

Teve passagens pelas equipes do Necaxa, Veracruz e pela equipe espanhola Valladolid. Pela Seleção do México conquistou a Copa Ouro em 1996 e 1998 e a Copa das Confederações em 1999, pela qual também foi o artilheiro. Jogou pela seleção de seu país as Copas do Mundo de 1998, 2002 e Copa do Mundo de 2010. Por causa de sua personalidade forte, não jogou a Copa do Mundo de 2006, pois brigou com o técnico argentino Ricardo La Volpe que, então, dirigia a seleção mexicana.

Em 1º de abril de 2007, assinou contrato com a equipe estadunidense de futebol Chicago Fire [1], com estréia em 22 de julho desse mesmo ano [2]. Aos trinta e quatro anos e sentindo-se em plena forma, quer fazer história na MLS, a liga estadunidense de futebol. E começou essa história muito bem marcando um belo gol em sua estréia no empate em 1 a 1 contra o Glasgow Celtic [3]. Em 19 de agosto, marcou mais um belo gol na vitória do Fire sobre o Real Salt Lake por 2 a 0. Volta a marcar e dar uma assistência na vitória do Fire sobre o Kansas City Wizards também por 2 a 0. Virou o "dono" da equipe e um astro nos EUA [4]. Chegou até as finais da MLS Cup, porém sua equipe foi eliminada pelo New England Revolution. Em seu primeiro ano no Chicago Fire marcou 4 gols e fez 7 assistências.

A 10 de Setembro de 2008, antes do jogo pertencente à terceira fase das Eliminatórias da América do Norte, Central e Caribe para a Copa do Mundo FIFA de 2010, anunciou o fim da sua carreira como internacional pelo México [5].Entretanto, em meados de 2009 foi chamado de volta à seleção mexicana, que se encontrava em dificuldades para se classificar para a Copa do Mundo de 2010. Fez excelentes partidas e conseguiu ajudar o México a se classificar para mais uma Copa, sendo uma das esperanças da equipe para o mundial de 2010. Com o Chicago Fire, obteve o vicecampeonato da Superliga em 2009.

Ainda em 2009, anunciou oficialmente que não renovaria seu contrato com o Chicago Fire assinando em seguida com a equipe mexicana Veracruz, onde permaneceu por uma temporada, assinando com o Irapuato.

Em 2010-2011 atuou na novela El Triunfo del amor (O Triunfo do amor) com o personagem Juanjo.

Títulos[editar | editar código-fonte]

México Seleçao do México

México América

Artilharia[editar | editar código-fonte]

México Seleçao do México

México América

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Estados Unidos Chicago Fire

Notas[editar | editar código-fonte]

Blanco nos tempos de América
  • Blanco foi eleito o melhor jogador do México em 2004 e 2005.
  • O técnico que deu a primeira oportunidade para o então jovem Blanco jogar no time principal do América foi o brasileiro Paulo Roberto Falcão.
  • O primeiro nome de Blanco, Cuauhtémoc, vem do dialeto asteca Nahuatl e significa águia que cai. Cuauhtémoc foi o último imperador asteca.
  • O gol que marcou contra o Real Salt Lake em 19 de agosto de 2007, foi eleito O Gol do Ano [6].
  • No jogo MLS All-Star 2008, realizado em 24 de julho, além de um gol e uma assistência na vitória da seleção da MLS contra a equipe inglesa West Ham por 3x2, Blanco ainda foi eleito o melhor jogador da partida [7].

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de MéxicoSoccer icon Este artigo sobre futebolistas mexicanos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.