David and Bathsheba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde maio de 2013)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
David and Bathsheba
David e Betsabé (PT)
Davi e Betsabá (BR)
 Estados Unidos
1951 • cor • 123 min 
Direção Henry King
Roteiro Philip Dunne
Elenco Gregory Peck
Susan Hayward
Raymond Massey
Kieron Moore
James Robertson Justice
Género drama
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

David and Bathsheba (br.: Davi e Betsabá / pt:David e Betsabé) é um filme de drama dos Estados Unidos de 1951, realizado por Henry King.

Resumo[editar | editar código-fonte]

Há três mil anos Davi de Belém (Gregory Peck) reinava sobre as tribos de Israel e os judeus estavam em guerra contra os amonitas, os seus tradicionais inimigos.

O exército do rei Davi, sob o comando de Joabe (Dennis Hoey), acampou perto da cidade de Rabá, onde o inimigo se concentrava. Lá Davi conheceu Urias (Kieron Moore), um destemido soldado que considerava lutar e até mesmo morrer pelo seu rei, a coisa mais importante do mundo. Davi volta do campo de batalha, apesar dos combates ainda persistirem. Da janela do seu palácio ele vê uma bela mulher, que fica a saber que é Betsabá (Susan Hayward), a mulher de Urias.

Ele ordena que ela vá cear com ele e Davi fica a saber que, em 7 meses de casado, Urias passou apenas 6 dias com Betsabá. Davi fica fortemente atraído por ela e é correspondido. Os dois tornam-se amantes, mas esta é uma situação delicada, pois ela é adúltera e pelas leis hebraicas a mulher infiel deve morrer apedrejada.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ficha Técnica[editar | editar código-fonte]

Título Original: David and Bathsheba

Prémios e nomeações[editar | editar código-fonte]

  • Recebeu cinco nomeações ao Óscar, nas seguintes categorias:
    • Melhor Direcção de Arte – Colorida
    • Melhor Fotografia – Colorida
    • Melhor Guarda-Roupa – Colorido
    • Melhor Banda Sonora
    • Melhor Argumento

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Os Melhores Filmes de Todos os Tempos, de Alan Smithee, 1995