Der Stürmer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Der Stürmer (algo como "O Tempestuoso") foi um semanário nazista publicado por Julius Streicher de 1923 até o fim da Segunda Guerra Mundial em 1945, com breves interrupções de circulação devido a dificuldades legais. Foi parte significativa da máquina de propaganda nazista e era veementemente anti-semita. Diferentemente do Völkischer Beobachter, o jornal oficial do partido que dava a si mesmo uma aparência externamente séria, o Der Stürmer fazia o estilo tablóide e freqüentemente publicava material obsceno, tais como caricaturas anti-semitas e acusações de cunho panfletário contra os judeus. Além disto, fazia propaganda de pornografia, textos anti-católicos, anti-capitalistas e anti-"reacionários", com o objetivo de conquistar um público mais amplo, especialmente na classe baixa.

Depois da guerra, Streicher foi julgado nos Julgamentos de Nuremberg por crimes contra a humanidade por seu papel no incitamento de alemães no extermínio de judeus. Sua a(c)tividade editorial representou a parte principal das evidências apresentadas contra ele.

Referências

  • Imbleau, Martin. "Der Stürmer". "Encyclopedia of Genocide and Crimes Against Humanity". Ed. Dinah Shelton. Vol. 1. Detroit: Macmillan Reference USA, 2005. 247-249. 3 vols. Gale Virtual Reference Library. Thomson Gale.
  • Wistrich, Robert. "Who’s Who in Nazi Germany". Routledge, Nova York, 1995, q.v. Streicher, Julius.
  • Bytwerk, R.L. Julius Streicher. Nova York: Cooper Square, 2001, p. 59.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Der Stürmer
Ícone de esboço Este artigo sobre a Alemanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.