Fritz Todt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fritz Todt
Fritz Todt, 1940
Nascimento 4 de Setembro de 1891
Pforzheim
Morte 8 de Fevereiro de 1942 (50 anos)
Nacionalidade Alemanha Alemão
Prêmios Anel Werner von Siemens (1937)

Fritz Todt (Pforzheim, 4 de Setembro de 18918 de Fevereiro de 1942) foi um engenheiro alemão e um personagem fundamental Nazi, fundador da Organisation Todt. Faleceu durante a Segunda Guerra Mundial após o avião em que seguia ter-se despenhado.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Fritz Todt nasceu em Pforzheim, filho de proprietário de uma pequena fábrica. Estudou engenharia em Karlsruhe e na Escola de Estudos Técnicos Avançados de Munique. Participou na Primeira Guerra Mundial, inicialmente na infantaria e mais tarde como observador para a força aérea, ganhando assim a Cruz de Ferro. Após a guerra terminou os seus estudos em 1920 e entrou para a companhia de engenharia civil Sager & Woerner.

A 5 de Janeiro, 1922 entrou para a Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei (NSDAP) (melhor conhecido como o Partido Nazista). Tornou-se num Oberführer (um posto equivalente a brigadeiro-general) nas Sturmabteilung (S.A.), comandado então por Ernst Röhm, em 1931 e completou o seu doutoramento (em "Fehlerquellen beim Bau von Landstraßendecken aus Teer und Asphalt").

Após Hitler tornar-se Chanceler (Reichskanzler) a 30 de Janeiro de 1933, Todt tornou-se (em Julho) Generalinspektor für das deutsche Straßenwesen ("Inspector Geral das Auto-estradas Alemãs") e ficou envolvido na nova empresa de construção (Reichsautobahnen). Mais tarde tornou-se Leiter des Hauptamts für Technik in der Reichsleitung der NSDAP ("Director de Engenharia na Administração do Reich da NSDAP"). Com privilégios especiais, foi permitido a Todt possuir um poder considerável.

Em 1938, fundou a Organisation Todt (OT), juntando assim departamentos govermentais, empresas privadas e o Reichsarbeitsdienst (Serviço de Trabalho do Reich), para a construção da "Parede de Leste", mais tarde renomeada "Linha Siegfried" para a defesa do território do Reich. A 17 de Março de 1940, foi apontado como Reichsminister für Bewaffnung und Munition ("Ministro do Armamento e Munições do Reich") e tomou conta do trabalho da Organisation Todt no território ocupado do Leste. Após da invasão da União Soviética em Junho 1941, foi apontado para organizar a reconstrução das infra-estruturas.

Em 1941, ficou mais distante dos comandantes da Wehrmacht e de Reichsmarschall Hermann Göring, o Oberbefehlshaber da Luftwaffe em especial. Continuando próximo de Hitler a este tempo, contudo, após a inspecção da Frente Leste, queixando-se a Hitler que, sem melhor equipamento e fornecimentos para as forças armadas, seria melhor terminar a guerra com a URSS. Inevitável, Hitler ignorou tal comentário e começou uma ofensiva contra os Soviéticos.

A 8 de Fevereiro de 1942, enquanto num voo para se encontrar com Hitler em Wolfsschanze ("Toca do lobo") em Rastenburg, o seu avião explodiu e despenhou-se. Sendo sucedido por Albert Speer. Foi enterrado em Invalidenfriedhof, localizado no Scharnhorst-Strasse de Berlim. Foi até sugerido que Todt foi vitima de uma conspiração de assassinato, mas tal nunca foi confirmado.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.