Economia do mundo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Avanço das economias, classificadas pela FMI em Abril de 2008 em World Economic Outlook, Azul para países considerados avançados.[1]

A economia do mundo refere-se à economia de todos os países em conjunto. Pode ser avaliada de várias formas. Por exemplo, e dependendo dos modelos usados, pode ser representada pela valorização a que se chega numa determinada moeda, como o "dólar de 2006".[2] [3] [4]

Está intrinsecamente ligada à geografia e ecologia do mundo, mas o título pode induzir em erro, pois, enquanto que as definições e representações da "economia do mundo" variam bastante, elas devem excluir qualquer consideração sobre recursos ou valores que estejam baseados fora da Terra.[5] [6] [7]

Por exemplo, embora seja possível calcular o valor do potencial de exploração mineira em territórios da Antártica, um cálculo semelhante para Marte não poderia ser considerado parte da economia do mundo - ainda que estivesse sendo explorado de alguma forma - e só poderia ser considerado um valor latente, tal como pode acontecer com propriedade intelectual ainda não criada, por exemplo, relativa a invenções ainda não concebidas.

Salvo um standard mínimo de medição do valor da produção, uso e trocas no planeta, as definições, representações modelos e avaliações da economia do mundo variam substancialmente.

É comum limitar as questões da economia do mudo exclusivamente à atividade económica, sendo a economia do mundo tipicamente avaliada em termos monetários, mesmo nos casos onde não existe um mercado eficiente para ajudar na avaliação de certos bens e serviços, ou nos casos em que a falta de pesquisa independente ou cooperação governamental torna difícil a obtenção de indicadores. Exemplos típicos são o narcotráfico e outras formas de mercado negro, que efetivamente fazem parte da economia do mundo, mas para os quais não existe, por definição, um mercado legal de qualquer tipo.

Líderes do G20 posam para fotos na Cimeira do G20 sobre Mercados Financeiros e a Economia Mundial, em Washington, Estados unidos, em 15 de novembro de 2008.

Mas mesmo nos casos onde temos um mercado transparente e eficiente para estabelecer o valor monetário, os economistas tipicamente não recorrem às taxas de câmbio oficiais para traduzir os valores monetários numa única moeda. Isto porque as taxas de câmbio nem sempre traduzem corretamente o valor, como é o caso onde o volume ou preço das transações é fortemente regulado pelo governo.

Por esses motivos, a valorização dos mercados em moeda local tipicamente são convertidas recorrendo ao conceito de poder de compra. Este é o método usado adiante, para estimar a atividade econômica do mundo em USD ((dólares americanos) reais. Apesar disso, a economia mundial pode ser expressa de muitas mais formas. Não está claro, por exemplo, quanto da população mundial tem a sua atividade económica refletida nestas avaliações.

Em 2012, as maiores economias do mundo eram os EUA, China, Japão, Alemanha, França, Brasil, Reino Unido, Itália e Rússia.

Economia por Região[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. World Economic and Financial Surveys (em inglês)
  2. Pierre-Noel Giraud, A desigualdade do mundo: a economia do mundo contemporâneo, Terramar, 1998 ISBN 9-727-10186-0
  3. Stuart Corbridge, World Economy , Oxford University Press, 1993 ISBN 0-195-20946-X (em inglês)
  4. KATHLEEN KELLEY-LAINE, DOMINIQUE ROUSSET, Contos cruéis da mundialização , Edicoes Loyola ISBN 8-515-03458-1
  5. Bernard M. Hoekman, Michel M. Kostecki, The Political Economy of the World Trading System: The WTO and Beyond; Oxford University Press, 2009, ISBN 0-199-55377-7 (em inglês)
  6. Paul Knox, John Agnew, Professor of Geography John Agnew, Linda McCarthy, The Geography of the World Economy 5th Edition , Routledge, 2014 ISBN 1-444-14528-2 (em inglês)
  7. Roberto Patricio Korzeniewicz, William C. Smith, Latin America in the World-economy , Greenwood Publishing Group, 1996 ISBN 0-275-95423-4 (em inglês)


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal
A Wikipédia possui o
Portal da economia.


Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.