Fábula

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um coelho com características humanas

As fábulas (do Latim fabula, significando "história, jogo, narrativa", literalmente "o que é dito")[1] são uma aglomeração

de composições literárias em que os personagens são animais que apresentam características humanas , tais como a fala, os costumes, etc. Estas histórias terminam com um ensinamento moral de caráter instrutivo.[2] [3] É um gênero muito versátil, pois permite diversas maneiras de se abordar determinado assunto.Fábulas naturalmente tem como descrição animais como personagens e no seu final apresenta um ensinamento ou seja a MORAL.

Gênero Simples[editar | editar código-fonte]

A fábula é uma narração alegórica , cujos personagens são geralmente animais , que encerra uma lição moral.A fábula é um gênero narrativo que surgiu no Oriente, mas foi particularmente desenvolvido por Esopo, escravo que viveu no século V a.C., na Grécia. À Esopo foi atribuído um

conjunto de grandes histórias, de caráter moral e alegórico, cujos papéis principais eram desenvolvidos por animais ou

mitos. . Por meio dos diálogos entre os bichos e das situações que os envolviam, ele procurava transmitir sabedoria de caráter moral ao homem. Assim, os animais, nas fábulas, tornam-se exemplos para os seres humanos. Cada animal simboliza algum aspecto ou qualidade do homem como, por exemplo, o leão representa a força; a raposa, a astúcia; a formiga, o trabalho etc. É uma narrativa inverossímil, com fundo didático. Quando os personagens são seres inanimados (objetos), a fábula recebe o nome de apólogo.

La Fontaine foi outro grande cultor do gênero, imprimindo à fábula grande refinamento. George Orwell, com sua "Revolução dos Bichos" (Animal Farm), compôs uma fábula (embora em um sentido mais amplo e de sátira política).

No início do século XXI napolitana escritor Sabatino Scia é o autor de mais de duas centenas de contos de fadas do que ele chama de "protesto ocidental". [4] .

Autores[editar | editar código-fonte]

Escritores de língua portuguesa que cultivaram o gênero:

Referências

  1. "Fable". Online Etymology Dictionary. (em inglês) (acesso em 08/05/2011)
  2. "FABLE (Fr. fable, Lat. fabula)". Online Encyclopedia (Originally appearing in Volume V10, Page 115 of the 1911 Encyclopedia Britannica). (em inglês) (acesso em 08/05/2011)
  3. Bacha, Edmar. "O rei da Belíndia (uma fábula para tecnocratas)". Publicado no portal do "Instituto de Estudos de Políticas Econômicas - Casa das Garças". (acesso em 09/05/2011)
  4. Sabatino Scia, Maria Orsini Natale, La favola del cavallo Avagliano,2007
Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.