Forças Armadas da Estônia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Forças Armadas da Estônia
Efetivo militar
Idade militar 18 anos de idade
Disponibilidade homens de 15-49 anos: 360.440 (est. 2003)
Aptos para o serviço militar 283.278 (est. 2003)
Atingem a idade militar anualmente homens: 11.123 (est. 2003)
Gastos militares
Valor em dólar $259 milhões (FY06)
Percentagem do PIB 1,44% (FY06)

As Forças Armadas da Estônia (em estoniano: Kaitsevägi) consistem de 5.120 militares. O orçamento do Estado em 2002 disponibilizou 2% do produto interno bruto para os gastos militares.

As Forças Armadas da Estônia são uma força de reserva, e como tal, "todos os cidadãos do sexo masculino física e mentalmente saudáveis" devem prestar compulsoriamente o serviço militar com a duração de oito a onze meses, durante esse período aos conscritos são ensinadas habilidades básicas necessárias para serem utilizadas em caso de necessidade real.[1]

Organização[editar | editar código-fonte]

Soldado estoniano.

As Forças Armadas da Estônia é constituída de unidades militares regulares, o Kaitsevägi, totaliza 5.120 oficiais e soldados, e um corpo de voluntários, a Liga Armada da Estônia (Kaitseliit) com cerca de 10.000 soldados. As Forças Armadas estão posicionadas dentro de quatro regiões militares com os quartéis-generais nas cidades de Tallinn, Rakvere, Tartu e Pärnu.

A Estônia participa, juntamente com a Letônia e a Lituânia, do batalhão de infantaria conjunta BALTBAT e da esquadra naval BALTRON que são utilizados em operações para a manutenção da paz.

A estrutura do Exército da Estônia
Soldados estonianos no Iraque.

Exército (Maavägi)[editar | editar código-fonte]

O Exército da Estônia é constituído de onze batalhões divididos em unidades:

  • Batalhão de Infantaria Independente Kuperjanov
  • Batalhão de Infantaria Independente de Pärnu
  • Batalhão de Infantaria Independente de Viru
  • Batalhão de Batedores
  • Batalhão de Guarda Independente
  • Grupo de Artilharia
  • Batalhão de Defesa Aérea
  • Batalhão de Sinalização Independente
  • Batalhão (Apoio) de Intendência
  • Batalhão de Engenharia
  • Centro de Operações de Paz

Marinha (Merevägi)[editar | editar código-fonte]

A Marinha da Estônia tem uma base naval em Miinisadam e opera uma divisão de draga-minas:

  • EML Almirante Pitka - navio de comando e apoio, ex-dinamarquês Beskytteren, classe Hvidbjørnen modificada
  • EML Tasuja - navio de mergulho naval e apoio, ex-dinamarquês Lindormen, classe Lindormen
  • EML Ahti - escaler, ex-dinamarquês, classe Maagen
  • EML Almirante Cowan - caça-minas, ex-britânico, classe Sandown, mais dois adicionais para serem entregues em 2008
  • EML Sulev - caça-minas, ex-alemão, Tipo 331 classe Fulda
  • EML Wambola - caça-minas, ex-alemão, Tipo 331 classe Fulda

Aeronáutica (Õhuvägi)[editar | editar código-fonte]

A Força Aérea da Estônia está localizada na Base Aérea de Ämari e opera com duas aeronaves Antonov An-2 e quatro helicópteros Robinson R44. Dois Aero L-39 Albatros estão sendo arrendados para fins de treinamento.

A defesa aérea da Estônia é garantida pela OTAN, que efetua um rodízio a cada quatro meses entre os seus Estados-membros e envia quatro aeronaves para a Lituânia a fim de efetuarem esse policiamento aéreo nos três países bálticos.

As baterias de defesa aérea são equipadas com 100 canhões ZU-23-2 e mísseis Mistral.

O radar primário Lockheed Martin TPS-117 da Estônia está localizado em Kellavere e está integrado com a rede de defesa aérea BaltNet dos Países Bálticos. A Base Aérea de Ämari também hospeda o radar analógico de curto-alcance ASR-8.

Insígnia[editar | editar código-fonte]

Código OTAN OF-9 OF-8 OF-7 OF-6 OF-5 OF-4 OF-3 OF-2 OF-1 OF-D
Estónia ES-Army-OF9.gif ES-Army-OF8.gif ES-Army-OF7.gif ES-Army-OF6.gif ES-Army-OF5.gif ES-Army-OF4.gif ES-Army-OF3.gif ES-Army-OF1b.gif ES-Army-OF1c.gif
Kindral Kindralleitnant Kindralmajor Brigaadikindral Kolonel Kolonelleitnant Major Kapten Leitnant Nooremleitnant Lipnik
Cógigo OTAN OR-9 OR-8 OR-7 OR-6 OR-5 OR-4 OR-3 OR-2 OR-1
Estónia ES-Army-OR9a.png ES-Army-OR9b.png ES-Army-OR9c.png ES-Army-OR8a.png ES-Army-OR8b.png ES-Army-OR7.png ES-Army-OR6.png ES-Army-OR5.png ES-Army-OR4.png Sem insígnia
Ülemveebel Staabiveebel Vanemveebel Veebel Nooremveebel Vanemseersant Seersant Nooremseersant Kapral Reamees

Relações internacionais[editar | editar código-fonte]

Em 2004, a Estônia juntou-se à OTAN, que havia sido uma das suas primeiras prioridades desde a restauração da independência. Os Estados Unidos da América estão entre os países com os quais a Estônia mantém forte cooperação nos campos da defesa e segurança. A Estônia utiliza muitas armas produzidas pelas Indústrias Bélicas de Israel, incluindo as submetralhadoras Uzi, os rifles Galil e metralhadoras leves IMI Negev. A Estônia atualmente tem 35 soldados lutando ao lado das Forças dos Estados Unidos no Iraque e 120 soldados, ou cerca de 3% do total de militares ativos, lutando ao lado das Forças Britânicas no Afeganistão. Nos dois casos, as unidades são regularmente substituídas. A Estônia é também membro do Grupo de Combate Nórdico, um dos dezoito grupos de combate da União Européia.

Equipamento[editar | editar código-fonte]

Emblema militar aeronáutico da Estônia.
O presidente George W. Bush, acompanhado do presidente da Estônia, Toomas H. Ilves, passando em revista à tropa estoniana em Tallinn, 2006.
Soldados estonianos em posição de ataque no Iraque.

Veículos blindados

Veículos

Armamento antitanques

Artilharia

Armamento antiaéreo

Armamento de infantaria

Aeronaves

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e citações[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]