Itatiaiuçu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde Dezembro de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Município de Itatiaiuçu
"Itatiaia"
Bandeira de Itatiaiuçu
Brasão de Itatiaiuçu
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 1º de Março
Fundação 1° de março de 1963
Gentílico itatiaiuçuense
Prefeito(a) Matarazzo (MD)
(2013–2016)
Localização
Localização de Itatiaiuçu
Localização de Itatiaiuçu em Minas Gerais
Itatiaiuçu está localizado em: Brasil
Itatiaiuçu
Localização de Itatiaiuçu no Brasil
20° 11' 49" S 44° 25' 15" O20° 11' 49" S 44° 25' 15" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Metropolitana de Belo Horizonte IBGE/2008 [1]
Microrregião Itaguara IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Belo Horizonte
Municípios limítrofes Mateus Leme, Igarapé, Brumadinho, Rio Manso, Itaguara, Carmo do Cajuru e Itaúna
Distância até a capital 72 km
Características geográficas
Área 295,062 km² [2]
População 9 938 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 33,68 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,727 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 371 670,406 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 39 998,97 IBGE/2008[5]
Página oficial

Itatiaiuçu é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.Site: http://www.itatiaiucu.com

Localizado em plena Cordilheira do Espinhaço, nas encostas da Serra do Itatiaiuçu, na Zona Metalúrgica, o município, com 267 quilômetros quadrados, tem como principal atividade econômica a mineração de ferro. É, também, grande produtor de hortifrutigranjeiros além de possuir pecuária de corte e leite. Num clima temperado tendendo para o frio, a cidade-sede está a 890 metros de altitude e a 70 quilômetros de Belo Horizonte, localizada às margens da BR-381 (Rodovia Fernão Dias), que liga o estado de Minas Gerais ao estado de São Paulo.

O município é dividido em 8 povoados e dois distritos: Santa Terezinha de Minas e Pinheiros.

Toponímia[editar | editar código-fonte]

"Itatiaiuçu" é um vocábulo tupi que significa "grande pedra pontuda", através da junção dos termos itá ("pedra"), atîaî ("pontudo") e usu ("grande")[6] .

História[editar | editar código-fonte]

Descoberta meados de 1670, suas origens relatadas ligam-se à chegada dos bandeirantes paulistas na região que, vencidos na guerra dos Emboabas, embrenharam-se pelos sertões do oeste da província, liderados por Borba Gato, em busca do ouro da serra do Itatiaiuçu.

Na época do descobrimento do Brasil pelos portugueses, a região onde se encontra o município de Itatiaiuçu era cercada de florestas, água, caça e pesca. Era povoada por índios Cataguás. Ainda hoje, em muitos lugares, quando são feitas escavações em terrenos no meio rural, principalmente arando a terra, em preparação para o plantio ou abrindo estradas, são encontrados muitos objetos que eram usados pelos índios como cachimbos, machados de pedra, panelas de barro, colares, etc. Com a chegada dos Portugueses, as terras do Brasil passaram a pertencer ao rei de Portugal.

Com isto surgiria mais tarde o Bandeirismo, ou seja, a desbravarão das terras do interior com o objetivo de aquisição de pedras preciosas para a coroa de Portugal.

Assim, no dia 21 de junho de 1674 saía a expedição de Fernão Dias Pais, contando com a participação de sertanistas experientes como seu genro Manoel de Borba Gato e de seu filho Garcia Rodrigues entre outros.

O objetivo desta expedição foi muito além do que a aquisição e povoamento da região pode-se dizer que a descoberta de Itatiaiuçu deu-se ao interesse dos portugueses pelo ouro que se encontrava por estas "bandas".

A história de Itatiaiuçu, propriamente dita, começa quando Bartolomeu Bueno de Siqueira, bandeirante, saindo da região dos campos em frente ao Itatiaia, parecendo-lhe ver nos recortes da serra do Morro Velho Itacolomi, só conseguiu certificar-se que estava enganado. Recordou-se então que em Santana do Paraopeba era corrente entre os índios, a notícia de uma serra chamada Itatiaia. Assim no ano de 1963 era descoberta Itatiayussú (assim foi escrito por vários anos) que na linguagem indígena significa Pedra/Pontada ou Denteada/Grande. Esta terra viria anos mais tarde a ser explorada principalmente por paulistas e portugueses devido a presença de ouro.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Sua população aferida em 2008 era de 9.292 habitantes.

  • Localização: Central
  • Área: 295,64 km
  • Altitude:
    • Máxima: 1334 m
    • Local: Pico do Itatiaiuçu
    • Mínima: 993 m
    • Local: Represa de Benfica
    • Ponto central da cidade: 880m
  • Temperatura:
    • Média anual: 20,5 C
    • Média anual máxima: 27,8 C
    • Média mínima anual: 14,2 C
  • Índice médio pluviométrico anual: 1480 mm
  • Relevo:
    • Topografia: %
    • Plano 5
    • Ondulado 80
    • Motanhoso: 15
  • Principais rios:
  • Bacia: Bacia Rio São Francisco

População[editar | editar código-fonte]

Anos[7] Urbana Rural Total
1970 1.543 3.787 5.330
1980 2.077 3.349 5.426
1991 3.735 3.631 7.366
2000 5.018 3.490 8.508

Transportes[editar | editar código-fonte]

Rodoviário[editar | editar código-fonte]

Atividades econômicas[editar | editar código-fonte]

Principais empresas industriais classificadas segundo o número de empregados (2000).[9]

  • Extração de minerais metálicos
    • Ferrous [10]
    • London Mining do Brasil
    • Somisa Siderurgica Oeste de Minas
    • Mineração Usiminas
    • MBL - Materiais Basicos Ltda
    • Magmun Ltda, Minerita
    • Minérios Itaúna Ltda
    • CMC Companhia Mineira de Concentração de Minérios Ltda
  • Produtos químicos
    • Orica Brasil Ltda.
  • Metarlurgia básica
    • Siderúrgica São Sebastião de Itatiaiuçu S/A.
    • Vicente Alves Pedrosa - ME.

Turismo e lazer[editar | editar código-fonte]

No meio turístico, destaca-se na cidade o Cristo Redentor, que do alto de uma das serras abre seus braços rumo a cidade. A Cachoeira do Chaves é outro ponto bastante visitado por apresentar uma paisagem exuberante.

Nos finais de semana, o ponto de encontro da galera jovem é a praça Antônio Quirino da Silva, "O coração da cidade", localizada bem no centro da cidade, onde também se encontram os principais comércios da região.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  6. NAVARRO, E. A. Método Moderno de Tupi Antigo. Terceira edição. São Paulo: Global, 2005. pp. 312-313
  7. *Fonte: IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (1) Dados Preliminares
  8. Fonte: Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais
  9. *Fonte: Cadastro de Empresas do IBGE - CEMPRE
  10. Jornal Hoje em Dia - Nairo Alméri. (16 de janeiro de 2010). "Ferrous dá partida no porto e o mineroduto" (em português). Hoje em Dia. Visitado em 27 de janeiro de 2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

[1]

  1. Site: http://www.itatiaiucu.com