Jornal do SBT

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2014).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jornal do SBT
Informação geral
Formato Telejornal
Gênero Jornalismo
Duração 60 minutos
País de origem  Brasil
Idioma original (português brasileiro)
Produção
Diretor(es) Marcelo Parada
Apresentador(es) Hermano Henning (1999-2006; desde 2014)
Karyn Bravo (desde 2012)
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil SBT
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 20 de maio de 1991 - presente
Cronologia
Último
Último
TJ Brasil
Próximo
Próximo
Programas relacionados Notícias da Manhã
SBT Manhã
SBT Brasil

Jornal do SBT (estilizado como Jornal SBT) é um telejornal noturno brasileiro, produzido e exibido pelo SBT, que vai ao ar de segunda a sexta, logo após The Noite com Danilo Gentili. Estreou em 1991 sob o comando de Lillian Witte Fibe. Atualmente, é apresentado por Hermano Henning e Karyn Bravo.

História[editar | editar código-fonte]

Estreou em 20 de maio de 1991[1] sob o comando da jornalista Lilian Witte Fibe como um dos 10 presentes em comemoração aos 10 anos do SBT.

Em 1993, Lilian voltou para a Rede Globo e o casal Eliakim Araujo e Leila Cordeiro vindos da extinta Rede Manchete, assumem o comando do telejornal, que mudou de cenário e vinheta.

Em 1997, o jornal passa a ser co-produzido pela CBS, passando a se chamar Jornal do SBT/CBS Telenotícias exibido antes e depois do Jô Soares Onze e Meia, logo depois em março de 1998, o SBT decidiu produzir uma edição às 19h30, com Leila e Eliakim dos EUA e Hermano Henning dos estúdios do SBT em SP.

Em 1999, Hermano Henning assumiu como editor-chefe e apresentador do Jornal do SBT, que mais uma vez mudou de vinheta e cenário, com direção do jornalista Walter Santos.

Em 2005, com as estreias do SBT Brasil e do Jornal do SBT Manhã, o Jornal do SBT trocou novamente de cenário e vinheta.

Em 2006, com a vinda de Carlos Nascimento da Band para o SBT, Hermano Henning assumiu o Jornal do SBT Manhã e Nascimento, o Jornal do SBT. No fim do mesmo ano, houve mais uma troca de cenário e vinheta.

No fim de 2007, com o cancelamento do SBT Manchetes, Cynthia Benini assumiu ao lado de Carlos Nascimento o comando do telejornal.

Em 3 de março de 2009, houve uma renovação na abertura, na trilha e nos gráficos do programa. A abertura e trilha do Jornal do SBT deixou de ser inspirada no Telediario, da TVE da Espanha, passando a ser uma criação do Setor de Criação Visual do SBT. Apesar da alteração, o cenário do telejornal continuou sendo o mesmo e o formato não sofreu alterações.

Em 29 de abril de 2011, o SBT anuncia que, a partir de 2 de maio, o Jornal do SBT teria novos apresentadores: Carlos Nascimento continua e Karyn Bravo no lugar de Cynthia[2] , o que não ocorreu[3] ; Karyn Bravo assume o lugar de Cynthia somente em 1 de agosto de 2012.[4]

Em setembro de 2013, Nascimento licencia-se da ancoragem para tratar um câncer no intestino, sendo substituído por Marcelo Torres. [5]

Em janeiro de 2014, Karyn entra de licença maternidade, sendo substituída por Neila Medeiros.[6]

No dia 5 de maio de 2014, Karyn retorna ao seu posto ao lado de Marcelo. Em 22 de Setembro de 2014, Hermano retorna ao comando do jornal no lugar de Marcelo e depois de 8 anos passa a dividir a bancada com Karyn Bravo e assume também como Editor- Chefe, cargos que eram de Nascimento que voltou ao SBT Brasil em Junho; além disso, o telejornal passa ser reapresentado entre 4h e 6h ocupando o lugar do SBT Manhã que foi extinto em 19 de setembro de 2014.

Histórico de Apresentadores[editar | editar código-fonte]

Histórico de Apresentadores[editar | editar código-fonte]

Apresentadores Eventuais[editar | editar código-fonte]

Comentários[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.