Kenyanthropus platyops

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaKenyanthropus platyops
Kenyanthropus platyops.jpg

Estado de conservação
Pré-histórica
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primates
Subordem: Haplorrhini
Família: Hominidae
Subfamília: Homininae
Género: Kenyanthropus
Espécie: K. platyops
Nome binomial
Kenyanthropus platyops
(Leakey et al., 2001)

Kenyanthropus platyops é a única espécie de hominídeo extinto da ordem Kenyanthropus. Foi descoberta próxima ao Lago Turkana, Quênia, em 1999, por Justus Erus, que fazia parte de uma equipe dirigida por Meave Leakey e sua filha Louise. O fóssil achado era datado de 3,5 a 3,2 milhões de anos (Plioceno). Possui traços faciais planos e delicados e dentes relativamente pequenos.

Os cientistas propuseram definir o género Kenyanthropus, pois o crânio encontrado mostra uma mistura equilibrada de traços de Australopithecus e Homo, se parece com o KNM ER 1470, outro fóssil encontrado na região e classificado como Homo rudolfensis, e com uma datação muito menor, de uns 1,8 milhão de anos. Não obstante, dado que a espécie-tipo (KNM-WT-4000) está terrivelmente distorcido, há autores que não o consideram nem um género e nem uma espécie válida e que poderia tratar-se simplesmente de um espécime de Australopithecus afarensis, inclusive alguma espécie de Homo (tal como Homo rudolfensis).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Martin, Fernando Diéz, Breve Historia del Homo Sapiens (título original), nowtilus saber (editora original), 2008, ISBN 978-84-9763-774-9
Ícone de esboço Este artigo sobre Primatas pré-históricos, integrado ao WikiProjeto Primatas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.