Leoberto Leal (Santa Catarina)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Leoberto Leal
Bandeira de Leoberto Leal
Brasão de Leoberto Leal
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 12 de dezembro de 1962 (52 anos)
Gentílico leobertense
Prefeito(a) Tatiane Dutra Alves da Cunha (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Leoberto Leal
Localização de Leoberto Leal em Santa Catarina
Leoberto Leal está localizado em: Brasil
Leoberto Leal
Localização de Leoberto Leal no Brasil
27° 30' 25" S 49° 17' 13" O27° 30' 25" S 49° 17' 13" O
Unidade federativa  Santa Catarina
Mesorregião Grande Florianópolis IBGE/2008 [1]
Microrregião Tijucas IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Alfredo Wagner, Angelina, Botuverá, Imbuia, Major Gercino, Nova Trento, Rancho Queimado e Vidal Ramos
Distância até a capital 137 km
Características geográficas
Área 291,191 km² [2]
População 3 365 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 11,56 hab./km²
Altitude 550 m
Clima subtropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,748 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 51 534,507 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 13 992,54 IBGE/2008[5]
Página oficial

Leoberto Leal é um município brasileiro do estado de Santa Catarina. Localiza-se a uma latitude 27º30'25" sul e a uma longitude 49º17'13" oeste, estando a uma altitude de 550 metros. Sua população estimada em 2011 era de 3.336 habitantes. Fica na extremidade oeste da Região da Grande Florianópolis, microrregião do vale do Rio Tijucas, embora suas ligações economicas e culturais sejam com a região do Alto Vale do Itajaí, devido ao centro regional de Ituporanga.

História[editar | editar código-fonte]

A ocupação efetiva de terras do município se deu a partir de 1917, sendo os primeiros visitantes descendentes de colonos da antiga colônia Santa Teresa, atual Alfredo Wagner. Mas a população vai se formar majoritariamente com famílias vindas de Angelina e Águas Mornas, descendente dos colonizadores vindos originalmente da Colonia São Pedro de Alcântara, no município de mesmo nome, Santa Teresa e Santa Isabel, atual município de Águas Mornas. Fez parte do núcleo federal de colonização Senador Esteves Junior. O seu nome é uma homenagem ao Deputado Leoberto Leal, falecido em desastre aéreo, natural de Tijucas, muito ligado às comunidades de colonos do vale do Rio Tijucas e Alto Vale do Itajaí.

Sua Economia é pautada na agricultura, com destaque para a cebola, milho, feijão e fumo. A industria é inexistente,e o turismo vem sendo desenvolvido com base no agroturismo, tendo seis famílias integrantes da Associação de Agroturismo Acolhida na Colônia. A migração de nativos se da principalmente para as cidades de Florianópolis e região urbana próxima, Itapema, Porto Belo e Balneário Camboriú. Possui uma área de 298,34 quilômetros, altamente acidentada, com montanhas e muitos rios e córregos, dotando a cidade de um forte potencial hídrico. Praticamente a única região de terra plana é o centro da cidade, às margens do Rio do Braço, afluente do rio Tijucas.

A cidade dista 139 quilômetros de Florianópolis, via BR-282 entrando por Alfredo Wagner, contando com cerca de 29 quilômetros de estrada de chão em precário estado ou 88 quilômetros partindo de Florianópolis e indo por São Pedro de Alcântara via Angelina, mas as estradas são de difícil acesso e é necessário ter conhecimento da região.

Possui uma pequena hospedaria, agência bancária (BESC), dois restaurantes, padaria, farmácia, loja de produtos colônias, um pequeno museu particular, e os atrativos são basicamente a natureza e a festa do colono, realizada em julho. A cidade é um ótimo local para praticantes de trilhas de motocross e jipe.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.