Leslie Caron

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Leslie Caron
Leslie Caron em Lili (1953)
Nome completo Leslie Claire Margaret Caron
Nascimento 1º de julho de 1931
Boulogne-Billancourt, Hauts-de-Seine, França
Nacionalidade França
Ocupação Atriz
Cônjuge Geordie Hormel (1951–1954)
Peter Hall (1956–1965)
Michael Laughlin (1969–1980)
Atividade 1951–
Emmy Awards
Destaque Série Dramática em 2007, em "Law & Order: Special Victims Unit"
Prêmios Globo de Ouro
Melhor Atriz (Filme Dramático) em The L-Shaped Room (1962)
BAFTA
Melhor Atriz Estrangeira 1954 em Lili (1953)
Melhor Atriz 1963 em The L-Shaped Room (1962)
Outros prêmios
Melhor Performance Feminina no Laurel Awards em Musical 1959 por Gigi (1958)
Women in Film Crystal Awards em 1989
IMDb: (inglês)

Leslie Claire Margaret Caron (Boulogne-Billancourt, Hauts-de-Seine, 1 de julho de 1931), mais conhecida como Leslie Caron, é uma atriz francesa. É mais reconhecida por ter atuado em vários musicais da década de 1950.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Leslie Claire Margaret Caron nasceu em Boulogne-Billancourt em 1 de julho de 1931. Seu pai, Claude Caron, era um químico francês e sua mãe, Margaret Petit, uma dançarina estadunidense. A carreira artística de Caron foi estimulada desde cedo pela mãe.

Caron já foi casada três vezes e possui dois filhos com o diretor britânico Peter Hall, seu segundo marido.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Leslie Caron, 2009.

Caron iniciou sua carreira como bailarina. No entanto, logo foi descoberta por Gene Kelly, com quem atuou no musical An American in Paris, vencedor do prêmio Oscar de melhor filme do ano em 1951. O sucesso deste filme lhe rendeu um contrato com a MGM e dois anos depois, estrelou no musical The Story of Three Loves. Naquele mesmo ano, Caron recebeu uma indicação ao Oscar de melhor atriz principal por sua atuação no musical Lili.

Em 1955 atuou ao lado de Fred Astaire em Daddy Long Legs e em 1958 fez o papel-título de Gigi, musical também vencedor do Oscar de melhor filme do ano.

Em 1961, após alguns filmes não tão bem sucedidos, atuou no romance Fanny, indicado ao Oscar de melhor filme. No ano seguinte, recebeu outra indicação ao Oscar de melhor atriz pelo drama The L-Shaped Room, que também lhe rendeu os prêmios BAFTA e Globo de Ouro.

Em 1964 estrelou na comédia romântica Father Goose, ao lado de Cary Grant. Em 1966 estrelou em Is Paris Burning?. Depois disso sua carreira começou a declinar, mas ainda recebeu papéis de destaques em L'homme qui aimait les femmes e Valentino, ambos de 1977.

Em 1984 estrelou no filme franco -suíço La diagonale du fou, vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro. Desde então, Caron aparece esporadicamente em alguns filmes de destaque como Damage de 1992, Funny Bones de 1995, Chocolat de 2000 e Le Divorce de 2003 (seu último filme até hoje).

Em 2006 fez uma participação especial no episódio "Recall" do seriado Law & Order: Special Victims Unit, o que lhe rendeu um prêmio Emmy.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Leslie Caron no filme Fanny (1961).

Trabalhos na televisão[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre Leslie Caron
Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o