Rosalind Russell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rosalind Russell
Outros nomes Roz
Nascimento 4 de Junho de 1907
Waterbury, Connectticut
Morte 28 de novembro de 1976 (69 anos)
Los Angeles, Califórnia
Ocupação atriz
Cônjuge Frederick Brisson (1941 - 1976)
Oscares da Academia
1973 Prêmio Humanitário Jean Hersholt
Prêmios Globo de Ouro
1963 Gypsy
1962 A Majority of One
1959 Auntie Mame
1948 Mourning Becomes Electra
1947 Sister Kenny
IMDb: (inglês)


Rosalind Russell (Waterbury, 4 de junho de 1907Los Angeles, 28 de novembro de 1976) foi uma atriz estadunidense.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Rosalind recebeu esse nome depois de uma viagem de seus pais no navio S.S. Rosalind. Educada em um convento, ela teve uma grande liberdade para a sua época: podia tomar as próprias decisões desde muito jovem. A mãe sempre desejou que ela fosse atriz e, com isso, estudou na Academia Americana de Arte Dramática.

Rosalind Russell nunca se apresentou na Broadway mas, em 1934, foi convidada para trabalhar para dois grandes estúdios de Hollywood. Seu primeiro sucesso veio em 1936 com Mulher sem Alma, e durante algum tempo era chamada só para papéis dramáticos. Mas no final da década de 1930 fez duas comédias de muito sucesso: As Mulheres (1939), dirigida por George Cukor, e Jejum de Amor (1940), de Howard Hawks.

Em 1948, junto com seu marido, fundou a Independent Artists, produtora responsável por grande parte de seus filmes. Estreou na Broadway somente em 1953, com a peça Wonderful Town, ganhando um prêmio Tony.

Fez um papel secundário no filme Férias de Amor (1955), de Joshua Logan, estrelado por William Holden e Kim Novak. Era o de uma solteirona frustrada que bebia demais e fazia escândalo num piquenique. Rosalind fez um personagem que poderia lhe valer um Oscar, mas ela não concordou em ser indicada como atriz coadjuvante pelo estúdio (Columbia Pictures).

A atriz foi casada por 35 anos com o produtor Frederick Brisson, com quem teve seu único filho em 1943. Russel morreu aos 69 anos, após uma longa batalha contra o câncer de mama. Encontra-se sepultada no Cemitério de Santa Cruz, Culver City, Califórnia nos Estados Unidos.[1]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Rosalind Russell em The Feminine Touch (1941).
Rosalind Russell em Auntie Mame (1958).
Cary Grant, Rosalind Russell e Ralph Bellamy em His Girl Friday (1940).

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

A atriz concorreu quatro vezes ao Oscar, pelos filmes Solteira às Soltas (1942), Sacrifício de uma Vida (1946), Conflito de Paixões (1947) e A Mulher do Século (1958), mas acabou ganhando apenas o Prêmio Humanitário Jean Hersholt, pelas suas obras de caridade, em 1972.

Russell ganhou cinco vezes o Globo de Ouro de melhor atriz: em 1947, por Solteira às Soltas (1946); em 1948, por Conflito de Paixões (1947); em 1949, por A Mulher do Século (1958); em 1962, por Do Outro Lado da Ponte (1961); e em 1963, por Em Busca de um Sonho (1962).

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Rosalind Russell