Jean Simmons

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde junho de 2010)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.


Jean Simmons
Jean Simmons no trailer do filme Angel Face (1952)
Nome completo Jean Merylin Simmons
Outros nomes Jean Simmonds
Nascimento 31 de janeiro de 1929
Londres
Nacionalidade  Reino Unido
Morte 22 de janeiro de 2010 (81 anos)
Santa Mônica,  Estados Unidos
Ocupação Atriz
Cônjuge Stewart Granger (1950-1960)
Richard Brooks (1960-1977)
Emmy Awards
Emmy Minisséries Atriz Coadjuvante (“The Thorn Birds”) (1976-2000)
Prêmios Globo de Ouro
Globo de Ouro Atriz (“Guys and Dolls”) (1955)
Outros prêmios
Volpi Cup Melhor Atriz no Festival de Veneza ("Hamlet") (1948)
IMDb: (inglês)


Jean Simmons, OBE (nascida Jean Merilyn Simmons; Londres, 31 de janeiro de 1929Santa Mônica, 22 de janeiro de 2010) foi uma atriz britânica durante as décadas de 1950 e 1960.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filha de um antigo atleta olímpico e instrutor de ginástica, Charles Simmons, e de sua esposa, Winifred Ada, Jean Simmons teve uma infância feliz num subúrbio da classe operária de Londres, onde estudou na Orange Hill School para Moças, em Golders Green.

Quando do início da 2ª Guerra Mundial, em 1939, Jean e seus irmãos mais velhos, Edna, Harold e Lorna, foram para Somerset. Em 1943, ela retornou a Londres onde, juntamente com a irmã Edna, matriculou-se na Ada Foster School of Dance. Duas semanas depois, o produtor cinematográfico Val Guest esteve na escola à procura de uma jovem para interpretar o papel da filha adolescente de Margaret Lockwood, no filme Give Us The Moon, de 1944. Embora não tivesse experiência, Jean ganhou o papel e deixou o produtor impressionado com seu talento instintivo. Depois de atuar em pequenos papéis, seu trabalho em The Way to the Stars (título BR: O Caminho das Estrelas), de 1945, chamou a atenção do produtor Gabriel Pascal, que lhe ofereceu um contrato de sete anos com o J. Arthur Rank Studio. Assim, aos 16 anos de idade, ela fez o papel de uma harpista no filme britânico de Pascal, Caesar and Cleopatra (BR:César e Cleópatra), protagonizado por Vivien Leigh. No mesmo ano, o cineasta britânico David Lean colocou-a no papel de Estella, na adaptação para o cinema da obra de Charles Dickens, Great Expectations (BR: Grandes Esperanças).

Em 1950, Jean Simmons foi eleita a mais popular estrela do cinema britânico. No outono daquele mesmo ano, viajou aos Estados Unidos para promover Trio, uma coletânea de três contos de Somerset Maugham, na qual ela atuava, sendo escolhida pela revista Life para aparecer numa de suas capas. Poucas semanas depois, Jean voltou aos Estados Unidos, desta vez para estrelar seu primeiro filme americano, Androcles and the Lion (BR: Androcles e o Leão), ao lado de Victor Mature.

Jean Simmons no trailer do filme A rainha virgem ("Young Bess", 1953).

O pico de sua carreira ocorreu em 1960, ao participar de três grandes produções: Spartacus, Entre Deus e o Pecado e Do Outro Lado, o Pecado. Durante os anos 80, passou a dar maior atenção à televisão, aparecendo num grande número de séries e filmes feitos para a TV.

Em 1986, esteve internada no Betty Ford Center, em Rancho Mirage, Califórnia, para tratamento de alcoolismo, voltando em seguida às suas atividades na televisão. No cinema, voltou a aparecer em Star Trek: The Next Generation, de 1991, e em Colcha de Retalhos, de 1995, não abandonando, entretanto, seus trabalhos para a televisão.

Jean Simmons casou-se aos 21 anos com o ator Stewart Granger, de quem se divorciou oito anos depois, e com o cineasta Richard Brooks, em novembro de 1960, de quem se divorciou em 1977. Teve dois filhos, um de cada casamento.

Em 1994, foi agraciada com o título de Membro do British Film Institute.

Morreu no dia 22 de janeiro de 2010. Segundo sua agente, Jean sofria de câncer de pulmão.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Prêmio e indicações[editar | editar código-fonte]

Recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz, por "The Happy Ending" (1969).
Recebeu 2 indicações ao Globo de Ouro de Melhor Atriz - Drama, por "Home Before Dark" (1958) e "The Happy Ending" (1969).
Recebeu 2 indicações ao BAFTA de Melhor Atriz Estrangeira, por "Eles e Elas" (1955) e "Entre Deus e o Pecado" (1960).
Recebeu 2 indicações ao Globo de Ouro de Melhor Atriz - Comédia/Musical, por "Eles e Elas" (1955) e "This Could Be the Night" (1957). Venceu por "Eles e Elas".
Recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante, por "Hamlet" (1948).
Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante - Série/Mini-série/Filme para TV, por "Os Pássaros Feridos" (1983).
Ganhou o Volpi Cup de Melhor Atriz no Festival de Veneza, por "Hamlet" (1948).

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Em seus primeiros filmes era creditada como Jean Simmonds.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Jean Simmons