Oscar de melhor filme estrangeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Oscar de Melhor Filme Estrangeiro
  Venceu o prêmio
  Indicado ao prêmio
  Estados Unidos (inelegível ao prêmio)
Apresentação Academia de Artes e Ciências Cinematográficas
País  Estados Unidos
Primeira cerimónia 1948
Detentor La Grande Bellezza (Itália)
Página oficial

Oscar de Melhor Filme Estrangeiro é um prêmio cinematográfico entregue anualmente pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos para um longa-metragem produzido fora dos Estados Unidos com diálogos predominantemente em uma língua diferente do inglês.[1]

Quando a primeira cerimônia do Oscar foi realizada em 16 de maio de 1929 para homenagear os filmes lançados em 1927–28, não havia uma categoria separada para os filmes em línguas estrangeiras. Entre 1948 e 1956, a Academia presenteou Prêmios Especiais/Honorários para os melhores filmes estrangeiros lançados nos Estados Unidos.[2] Esses prêmios, entretanto, não foram entregues regularmente (nenhum prêmio foi entregue em 1954), e não eram competitivos já que não haviam indicados além do vencedor do ano. Para o Oscar 1957, um Prêmio da Academia ao Mérito, conhecido oficialmente como Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira, foi criado para filmes que não eram falados em inglês, sendo entregues anualmente desde então.[3]

Diferentemente dos outros Oscars, o prêmio de Melhor Filme Estrangeiro não é entregue a um indivíduo específico. Ele é aceito pelo diretor do filme vencedor,[1] porém é considerado um prêmio para todo o país. Durante os anos, o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e seus predecessores foram entregues quase que exclusivamente à filmes europeus: dos 66 prêmios entregues pela Academia desde 1948, 54 foram para filmes europeus,[nota 1] cinco para asiáticos,[nota 2] três para africanos e três para filmes das Américas. Federico Fellini dirigiu quatro filmes vencedores, mais do que qualquer outro diretor. Se os Prêmios Especiais forem levados em conta, o recorde de Fellini é empatado por Vittorio De Sica.[5] O épico soviético Voyna i Mir, por sua parte, é de longe o filme mais longo e caro a vencer o prêmio de Melhor Filme Estrangeiro. Filmado por vários anos durante a década de 1960 para um custo estimado em 700 milhões de dólares e duração de aproximadamente sete horas, é o filme mais caro da história se medido ajustando-se a inflação.[6]

Vencedores e indicados[editar | editar código-fonte]

Na tabela a seguir, os anos estão listados pelo ano em que as cerimônias de premiação foram realizadas, com o lançamento dos filmes tendo ocorrido no ano anterior. Filmes em negrito e com fundo azul receberam o Prêmio Especial/Honorário; aqueles em negrito e com fundo amarelo venceram o Prêmio da Academia ao Mérito regular. Os filmes que não estão em negrito e com fundo branco são os indicados. A coluna país indica o país que submeteu o filme oficialmente à Academia, e não indica necessariamente seu principal país de produção. O nome original do filme é utilizado, como também os nomes dos diretores e os idiomas usados nos diálogos, apesar desses dois últimos elementos não serem incluídos oficialmente na indicação. Quando várias línguas são faladas no filme, a predominante é listada primeiro; as outras línguas são escritas em fontes menores e entre parênteses. Quando o título do filme não usa um alfabeto latino, seu nome aparece primeiro transliterado para o alfabeto latino e depois no alfabeto original. Filmes da antiga Iugoslávia são escritos tanto em latim quanto em cirílico porque a antiga língua servo-croata usava os dois alfabetos. Os títulos dos filmes chineses são romanizados de acordo com o sistema pinyin, e são também escritos nas letras usadas pelos países.

  Prêmio Especial/Honorário (1948–1956)
  Prêmio da Academia ao Mérito (1957–presente)

Década de 1940[editar | editar código-fonte]

Ano Filme[3] País[3] Diretor Língua(s)
1948
Sciuscià Itália Itália Vittorio De Sica Italiano
(algumas partes em inglês)
1949
Monsieur Vincent França França Maurice Cloche Francês

Década de 1950[editar | editar código-fonte]

Ano Filme[3] País[3] Diretor Língua(s)
1950
Ladri di Biciclette Itália Itália Vittorio De Sica Italiano
1951
Francês:
Au-delà des Grilles
Italiano:
Le Mura di Malapaga
França França
Itália Itália
René Clément Francês
(algumas partes em italiano)
1952
Rashōmon
羅生門
Japão Japão Akira Kurosawa Japonês
1953
Jeux Interdits França França René Clément Francês
1955
Jigokumon
地獄門
Japão Japão Teinosuke Kinugasa Japonês
1956
Miyamoto Musashi
宮本武蔵
Japão Japão Hiroshi Inagaki Japonês
1957
[nota 3]
La Strada Itália Itália Federico Fellini Italiano
Der Hauptmann von Köpenick Alemanha Ocidental Alemanha Ocidental Helmut Käutner Alemão
Gervaise França França René Clément Francês
Biruma no Tategoto
ビルマの竪琴
Japão Japão Kon Ichikawa Japonês
Qivitoq  Dinamarca Erik Balling Dinamarquês
(algumas partes em groenlandês)
1958
Le Notti di Cabiria Itália Itália Federico Fellini Italiano
Nachts, Wenn der Teufel Kam Alemanha Ocidental Alemanha Ocidental Robert Siodmak Alemão
Porte des Lilas França França René Clair Francês
Mother India
मदर इण्डिया
Índia Índia Mehboob Khan Hindi
Ni Liv Noruega Noruega Arne Skouen Norueguês
1959
Mon Oncle França França Jacques Tati Francês
Helden Alemanha Ocidental Alemanha Ocidental Franz Peter Wirth Alemão
La Venganza Espanha Espanha Juan Antonio Bardem Espanhol
Italiano:
La Strada Lunga un Anno
Servo-croata:
Cesta Duga Godinu Dana
Цеста дуга годину дана
Iugoslávia Giuseppe De Santis Italiano
I Soliti Ignoti Itália Itália Mario Monicelli Italiano

Década de 1960[editar | editar código-fonte]

Ano Filme[3] País[3] Diretor(es) Língua(s)
1960
Orfeu Negro  França Marcel Camus Português
Die Brücke  Alemanha Ocidental Bernhard Wicki Alemão
(algumas partes em inglês)
La Grande Guerra  Itália Mario Monicelli Italiano
Paw  Dinamarca Astrid Henning-Jensen Dinamarquês
Dorp Aan de Rivier  Países Baixos Fons Rademakers Holandês
1961
Jungfrukällan  Suécia Ingmar Bergman Sueco
(algumas partes em alemão)
Kapò  Itália Gillo Pontecorvo Italiano
La Vérité  França Henri-Georges Clouzot Francês
Macario  México Roberto Gavaldón Espanhol
Deveti Krug
Девети круг
Iugoslávia France Štiglic Servo-croata
1962
Såsom i en Spegel  Suécia Ingmar Bergman Sueco
Harry og Kammertjeneren  Dinamarca Bent Christensen Dinamarquês
Eien no Hito
永遠の人
 Japão Keisuke Kinoshita Japonês
Ánimas Trujano  México Ismael Rodríguez Espanhol
Plácido  Espanha Luis García Berlanga Espanhol
1963
Les Dimanches de Ville d'Avray  França Serge Bourguignon Francês
Ilektra
Ηλέκτρα
Grécia Michael Cacoyannis Grego
Le Quattro Giornate di Napoli  Itália Nanni Loy Italiano
O Pagador de Promessas  Brasil Anselmo Duarte Português
Tlayucan  México Luis Alcoriza Espanhol
1964
 Itália Federico Fellini Italiano
(algumas partes em inglês, francês e alemão)
Nóż w Wodzie  Polônia Roman Polański Polonês
Los Tarantos  Espanha Francisco Rovira Beleta Espanhol
Ta Kokkina Fanaria
Τα κόκκινα φανάρια
Grécia Vasilis Georgiadis Grego
Koto
古都
 Japão Noboru Nakamura Japonês
1965
Ieri, Oggi, Domani  Itália Vittorio De Sica Italiano
Kvarteret Korpen  Suécia Bo Widerberg Sueco
Sallah Shabati
סאלח שבתי‎
 Israel Ephraim Kishon Hebraico
Les Parapluies de Cherbourg  França Jacques Demy Francês
Suna no Onna
砂の女
 Japão Hiroshi Teshigahara Japonês
1966
Obchod na Korze  Checoslováquia Ján Kadár
Elmar Klos
Eslovaco
(algumas partes em iídiche)
To Homa Vaftike Kokkino
Το χώμα βάφτηκε κόκκινο
Grécia Vasilis Georgiadis Grego
Käre John  Suécia Lars-Magnus Lindgren Sueco
Kaidan
怪談
 Japão Masaki Kobayashi Japonês
Matrimonio all'Italiana  Itália Vittorio De Sica Italiano
1967
Un Homme et Une Femme  França Claude Lelouch Francês
Italiano:
La Battaglia di Algeri
Francês:
La Bataille d'Alger
 Itália Gillo Pontecorvo Francês e Árabe
(algumas partes em inglês e italiano)
Lásky Jedné Plavovlásky  Checoslováquia Miloš Forman Tcheco
Faraon  Polônia Jerzy Kawalerowicz Polonês
Tri
Mpu
Iugoslávia Aleksandar Petrović Servo-croata
1968
Ostře Sledované Vlaky  Checoslováquia Jiří Menzel Tcheco
(algumas partes em alemão)
El Amor Brujo  Espanha Francisco Rovira Beleta Espanhol
Skupljači Perja
Скупљачи перја
Iugoslávia Aleksandar Petrović Servo-croata
Vivre pour Vivre  França Claude Lelouch Francês
Chieko-sho
智恵子抄
 Japão Noburo Nakamura Japonês
1969
Voyna i Mir
Война и Mир
 União Soviética Sergei Bondarchuk Russo
A Pál-utcai Fiúk  Hungria Zoltán Fábri Húngaro
Hoří, má Panenko!  Checoslováquia Miloš Forman Tcheco
La Ragazza con la Pistola  Itália Mario Monicelli Italiano
(algumas partes em inglês)
Baisers Volés  França François Truffaut Francês

Década de 1970[editar | editar código-fonte]

Ano Filme[3] País[3] Diretor(es) Língua(s)
1970
Z  Argélia Constantin Costa-Gavras Francês
Ådalen 31  Suécia Bo Widerberg Sueco
Bitka na Neretvi
Битка на Неретви
Iugoslávia Veljko Bulajić Servo-croata
(algumas partes em inglês)
Bratya Karamazovy
Братья Карамазовы
 União Soviética Kirill Lavrov
Ivan Pyryev
Mikhail Ulyanov
Russo
Ma Nuit chez Maud  França Éric Rohmer Francês
1971
Indagine su un Cittadino al di Sopra di Ogni Sospetto  Itália Elio Petri Italiano
Erste Liebe Suíça Maximilian Schell Alemão
Hoa-Binh  França Raoul Coutard Francês
Paix sur les Champs  Bélgica Jacques Boigelot Francês
Tristana  Espanha Luis Buñuel Espanhol
1972
Il Giardino dei Finzi-Contini  Itália Vittorio De Sica Italiano
Dodesukaden
どですかでん
 Japão Akira Kurosawa Japonês
Utvandrarna  Suécia Jan Troell Sueco
HaShoter Azoulay
השוטר אזולאי
 Israel Ephraim Kishon Hebraico
Chaykovskiy
Чайковский
 União Soviética Igor Talankin Russo
1973
Le Charme Discret de la Bourgeoisie  França Luis Buñuel Italiano
(algumas partes em espanhol)
A Zori Zdes Tikhie
А зори здесь тихие
 União Soviética Stanislav Rostotsky Russo
Ani Ohev Otach Rosa
אני אוהב אותך רוזה
 Israel Moshé Mizrahi Hebraico
Mi Querida Señorita  Espanha Jaime de Armiñán Espanhol
Nybyggarna  Suécia Jan Troell Sueco
(algumas partes em inglês)
1974
La Nuit Américaine  França François Truffaut Francês
Ha-Bayit Berechov Chelouche
הבית ברחוב שלוש
 Israel Moshé Mizrahi Hebraico
L'Invitation Suíça Claude Goretta Francês
Der Fußgänger  Alemanha Ocidental Maximilian Schell Alemão
(algumas partes em inglês e francês)
Turks Fruit  Países Baixos Paul Verhoeven Holandês
1975
Amarcord  Itália Federico Fellini Italiano
Macskajáték  Hungria Károly Makk Húngaro
Potop  Polônia Jerzy Hoffman Polonês
Lacombe Lucien  França Louis Malle Francês
(algumas partes em inglês e alemão)
La Tregua  Argentina Sergio Renán Espanhol
1976
Dersu Uzala
Дерсу Узала
 União Soviética Akira Kurosawa Russo
Actas de Marusia  México Miguel Littín Espanhol
Ziemia Obiecana  Polônia Andrzej Wajda Polonês
algumas partes em alemão)
Sandakan Hachiban Shōkan: Bōkyō
サンダカン八番娼館 望郷
 Japão Kei Kumai Japonês
(algumas partes em malaio)
Profumo di Donna  Itália Dino Risi Italiano
1977
La Victoire en Chantant Costa do Marfim Jean-Jacques Annaud Francês
Cousin Cousine  França Jean-Charles Tacchella Francês
Jakob, der Lügner  Alemanha Oriental Frank Beyer Alemão
Noce i Dnie  Polônia Jerzy Antczak Polonês
Pasqualino Settebellezze  Itália Lina Wertmüller Italiano
1978
La Vie Devant Soi  França Moshé Mizrahi Francês
Ifigeneia
Ιφιγένεια
Grécia Michael Cacoyannis Grego
Mivtsa Yonatan
מבצע יונתן
 Israel Menahem Golan Hebraico
(algumas partes em árabe, inglês e alemão)
Una Giornata Particolare  Itália Ettore Scola Italiano
Espanhol:
Ese Oscuro Objeto del Deseo
Francês:
Cet Obscur Objet du Désir
 Espanha Luis Buñuel Francês
(algumas partes em espanhol)
1979
Préparez vos Mouchoirs  França Bertrand Blier Francês
Die Gläserne Zelle  Alemanha Ocidental Hans W. Geißendörfer Alemão
Magyarok  Hungria Zoltán Fábri Húngaro
I Nuovi Mostri  Itália Mario Monicelli
Dino Risi
Ettore Scola
Italiano
Belyy Bim, Chyornoe Ukho
Белый Бим Чёрное Yхо
 União Soviética Stanislav Rostotsky Russo

Década de 1980[editar | editar código-fonte]

Ano Filme[3] País[3] Diretor(es) Língua(s)
1980
Die Blechtrommel  Alemanha Ocidental Volker Schlöndorff Alemão
(algumas partes em hebraico, italiano, polonês e russo)
Panny z Wilka  Polônia Andrzej Wajda Polonês
Mamá Cumple Cien Años  Espanha Carlos Saura Espanhol
Une Histoire Simple  França Claude Sautet Francês
(algumas partes em inglês)
Dimenticare Venezia  Itália Franco Brusati Italiano
1981
Moskva Slezam ne Verit
Москва слезам не верит
 União Soviética Vladimir Menshov Russo
Bizalom  Hungria István Szabó Húngaro
Kagemusha
影武者
 Japão Akira Kurosawa Japonês
Le Dernier Métro  França François Truffaut Francês
(algumas partes em alemão)
El Nido  Espanha Jaime de Armiñán Espanhol
(algumas partes em inglês)
1982
Mephisto  Hungria István Szabó Alemão
(algumas partes em inglês e húngaro)
Das Boot ist Voll Suíça Markus Imhoof Alemão
Człowiek z Żelaza  Polônia Andrzej Wajda Polonês
Doro no Kawa
泥の河
 Japão Kōhei Oguri Japonês
Tre Fratelli  Itália Francesco Rosi Italiano
1983
Volver a Empezar  Espanha José Luis Garci Espanhol
(algumas partes em inglês)
Alsino y el Cóndor Nicarágua Miguel Littín Espanhol
Coup de Torchon  França Bertrand Tavernier Francês
(algumas partes em Inglês)
Ingenjör Andrées Luftfärd  Suécia Jan Troell Sueco
(algumas partes em Inglês e francês)
Chastnaya Zhizn
Частная Жизнь
 União Soviética Yuli Raizman Russo
1984
Fanny och Alexander  Suécia Ingmar Bergman Sueco
(algumas partes em inglês, alemão e iídiche)
Carmen  Espanha Carlos Saura Espanhol
Coup de Foudre  França Diane Kurys Francês
Jób Lázadása  Hungria Imre Gyöngyössy
Barna Kabay
Húngaro
Le Bal  Argélia Ettore Scola
(sem diálogos)
1985
La Diagonale du Fou Suíça Richard Dembo Francês
MeAhorei HaSoragim
מאחורי הסורגים
 Israel Uri Barbash Hebraico
(algumas partes em árabe)
Camila  Argentina María Luisa Bemberg Espanhol
Sesión Continua  Espanha José Luis Garci Espanhol
Voenno-Polevoy Roman
Военно-Полевой Роман
 União Soviética Pyotr Todorovsky Russo
1986
La Historia Oficial  Argentina Luis Puenzo Espanhol
Bittere Ernte  Alemanha Ocidental Agnieszka Holland Alemão
Oberst Redl  Hungria István Szabó Alemão
Trois Hommes et un Couffin  França Coline Serreau Francês
Otac na Službenom Putu
Отац на Службеном Путу
Iugoslávia Emir Kusturica Servo-croata
1987
De Aanslag  Países Baixos Fons Rademakers Holandês
(algumas partes em inglês e alemão)
37°2 le Matin  França Jean-Jacques Beineix Francês
Le Déclin de l'Empire Américain  Canadá Denys Arcand Francês
Vesničko má Středisková  Checoslováquia Jiří Menzel Tcheco
38 – Auch das war Wien  Áustria Wolfgang Glück Alemão
1988
Babettes Gæstebud  Dinamarca Gabriel Axel Dinamarquês
(algumas partes em francês e sueco)
Au Revoir les Enfants  França Louis Malle Francês
(algumas partes em inglês e alemão)
Asignatura Aprobada  Espanha José Luis Garci Espanhol
La Famiglia  Itália Ettore Scola Italiano
(algumas partes em inglês)
Sami:
Ofelaš
Norueguês:
Veiviseren
 Noruega Nils Gaup Sami
1989
Pelle Erobreren  Dinamarca Bille August Dinamarquês
(algumas partes em escandinavo e sueco)
Hanussen  Hungria István Szabó Húngaro
(algumas partes em alemão)
Le Maître de Musique  Bélgica Gérard Corbiau Alemão
(algumas partes em inglês, francês e italiano)
Salaam Bombay!
सलाम बॉम्बे
 Índia Mira Nair Hindi
(algumas partes em inglês)
Mujeres al Borde de un Ataque de Nervios  Espanha Pedro Almodóvar Espanhol

Década de 1990[editar | editar código-fonte]

Ano Filme[3] País[3] Diretor(es) Língua(s)
1990
Nuovo Cinema Paradiso Itália Itália Giuseppe Tornatore Italiano
(algumas partes em inglês e português)
Camille Claudel França França Bruno Nuytten Francês
Jésus de Montréal Canadá Canadá Denys Arcand Francês
Dansen med Regitze  Dinamarca Kaspar Rostrup Dinamarquês
Lo que le Pasó a Santiago  Porto Rico[nota 4] Jacobo Morales Espanhol
1991
Reise der Hoffnung Suíça Xavier Koller Alemão
(algumas partes em turco)
Cyrano de Bergerac França França Jean-Paul Rappeneau Francês
Ju Dou
菊豆
República Popular da China China Zhang Yimou
Yang Fengliang
Mandarim
Das Schreckliche Mädchen Alemanha Ocidental Alemanha Ocidental Michael Verhoeven Alemão
Porte Aperte Itália Itália Gianni Amelio Italiano
1992
Mediterraneo Itália Itália Gabriele Salvatores Italiano
(algumas partes em inglês, grego e turco)
Börn Náttúrunnar  Islândia Friðrik Þór Friðriksson Islandês
(algumas partes em inglês)
Obecná Škola  Checoslováquia Jan Svěrák Tcheco
Oxen  Suécia Sven Nykvist Sueco
Dà Hóng Dēnglóng Gāogāo Guà
大紅燈籠高高掛
Hong Kong Zhang Yimou Mandarim
1993
Indochine França França Régis Wargnier Francês
(algumas partes em vietnamita)
Urga
Урга
Rússia Rússia Nikita Mikhalkov Russo
(algumas partes em mandarim e mongol)
Daens  Bélgica Stijn Coninx Holandês
(algumas partes em francês, latim e espanhol)
Un Lugar en el Mundo[nota 5] Uruguai Adolfo Aristarain Espanhol
Schtonk! Alemanha Alemanha Helmut Dietl Alemão
1994
Belle Époque Espanha Espanha Fernando Trueba Espanhol
Bàwáng Bié Jī
霸王別姬
Hong Kong Chen Kaige Mandarim
Hedd Wyn  País de Gales Paul Turner Galês
(algumas partes em inglês)
Mùi đu đủ xanh  Vietname Tran Anh Hung Vietnamita
Xǐyàn
喜宴
República da China Taiwan Ang Lee Mandarim
(algumas partes em inglês)
1995
Utomlyonnye Solntsem
Утомлённые Солнцем
Rússia Rússia Nikita Mikhalkov Russo
(algumas partes em francês)
Pred Doždot
Пред Дождот
 Macedónia Milčo Mančevski Macedônio
(algumas partes em albanês e inglês)
Yǐn shí nán nǚ
飲食男女
República da China Taiwan Ang Lee Mandarim
Farinelli  Bélgica Gérard Corbiau Francês
(algumas partes em italiano)
Fresa y Chocolate Cuba Cuba Tomás Gutiérrez Alea
Juan Carlos Tabío
Espanhol
1996
Antonia  Países Baixos Marleen Gorris Holandês
Lust och Fägring Stor  Suécia Bo Widerberg Sueco
(algumas partes em inglês, português e espanhol)
Poussières de Vie  Argélia Rachid Bouchareb Francês
O Quatrilho Brasil Brasil Fábio Barreto Português
(algumas partes em italiano)
L'Uomo delle Stelle Itália Itália Giuseppe Tornatore Italiano
1997
Kolja  República Checa Jan Svěrák Tcheco
(algumas partes em russo e eslovaco)
Shekvarebuli Kulinaris Ataserti Retsepti
შეყვარებული კულინარის 1001 რეცეპტი
 Geórgia Nana Jorjadze Georgiano
(algumas partes em francês e russo)
Søndagsengler Noruega Noruega Berit Nesheim Norueguês
Kavkazskiy Plennik
Кавказский Пленник
Rússia Rússia Sergei Bodrov Russo
(algumas partes em checheno e turco)
Ridicule França França Patrice Leconte Francês
1998
Karakter  Países Baixos Mike van Diem Holandês
(algumas partes em inglês, francês e alemão)
Jenseits der Stille Alemanha Alemanha Caroline Link Alemão
(algumas partes em inglês e espanhol)
O Que É Isso, Companheiro? Brasil Brasil Bruno Barreto Português
(algumas partes em inglês)
Secretos del Corazón Espanha Espanha Montxo Armendáriz Espanhol
Vor
Вор
Rússia Rússia Pavel Chukhrai Russo
1999
La Vita è Bella Itália Itália Roberto Benigni Italiano
(algumas partes em inglês e alemão)
Central do Brasil Brasil Brasil Walter Salles Português
Bacheha-Ye aseman
بچه های آسمان
Irã Irã Majid Majidi Persa
El Abuelo Espanha Espanha José Luis Garci Espanhol
Tango, no me Dejes Nunca Argentina Argentina Carlos Saura Espanhol

Década de 2000[editar | editar código-fonte]

Ano Filme[3] País[3] Diretor Língua(s)
2000
Todo Sobre mi Madre Espanha Espanha Pedro Almodóvar Espanhol
Himalaya – l'Enfance d'un Chef Nepal Éric Valli Nepalês
(algumas partes em alemão)
Est-Ouest França França Régis Wargnier Francês
(algumas partes em russo)
Solomon a Gaenor  País de Gales Paul Morrison Galês
(algumas partes em iídiche)
Under Solen  Suécia Colin Nutley Sueco
2001
Wòhǔ Cánglóng
臥虎藏龍
República da China Taiwan Ang Lee Mandarim
Amores Perros México México Alejandro González Iñárritu Espanhol
Musíme si Pomáhat  República Checa Jan Hřebejk Tcheco
(algumas partes em alemão)
Iedereen Beroemd!  Bélgica Dominique Deruddere Holandês
(algumas partes em inglês e espanhol)
Le Goût des Autres França França Agnès Jaoui Francês
2002
Ničija Zemlja  Bósnia e Herzegovina Danis Tanović Bósnio
(algumas partes em inglês, francês e alemão)
Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain França França Jean-Pierre Jeunet Francês
Elling Noruega Noruega Petter Næss Norueguês
Lagaan
लगान
Índia Índia Ashutosh Gowariker Hindi
(algumas partes em awadhi e inglês)
El Hijo de la Novia Argentina Argentina Juan José Campanella Espanhol
2003
Nirgendwo in Afrika Alemanha Alemanha Caroline Link Alemão
(algumas partes em inglês e suaíli)
El Crimen del Padre Amaro México México Carlos Carrera Espanhol
Yīngxióng
英雄
República Popular da China China Zhang Yimou Mandarim
Mies Vailla Menneisyyttä  Finlândia Aki Kaurismäki Finlandês
Zus & Zo  Países Baixos Paula van der Oest Holandês
(algumas partes em inglês, francês e português)
2004
Les Invasions Barbares Canadá Canadá Denys Arcand Francês
(algumas partes em inglês)
Ondskan  Suécia Mikael Håfström Sueco
(algumas partes em finlandês)
Tasogare Seibei
たそがれ清兵衛
Japão Japão Yoji Yamada Japonês
De Tweeling  Países Baixos Ben Sombogaart Holandês
(algumas partes em inglês, francês e alemão)
Želary  República Checa Ondřej Trojan Tcheco
(algumas partes em alemão e russo)
2005
Mar Adentro Espanha Espanha Alejandro Amenábar Espanhol
(algumas partes em catalão e galego)
Så Som i Himmelen  Suécia Kay Pollak Sueco
(algumas partes em inglês e italiano)
Les Choristes França França Christophe Barratier Francês
Der Untergang Alemanha Alemanha Oliver Hirschbiegel Alemão
(algumas partes em russo)
Yesterday África do Sul Darrell Roodt Zulu
2006
Tsotsi África do Sul Gavin Hood Isotsitaal
(algumas partes em africâner e inglês)
La Bestia nel Cuore Itália Itália Cristina Comencini Italiano
(algumas partes em inglês)
Joyeux Noël França França Christian Carion Francês
(algumas partes em inglês, alemão e latim)
Al-Jannah al'ān
الجنة الآن
Estado da Palestina Territórios Palestinianos[nota 6] Hany Abu-Assad Árabe
Sophie Scholl – Die Letzten Tage Alemanha Alemanha Marc Rothemund Alemão
2007
Das Leben der Anderen Alemanha Alemanha Florian Henckel von Donnersmarck Alemão
Efter Brylluppet  Dinamarca Susanne Bier Dinamarquês
(algumas partes em inglês, iídiche e sueco)
Indigènes  Argélia Rachid Bouchareb Francês
(algumas partes em árabe)
El Laberinto del Fauno México México Guillermo Del Toro Espanhol
Water
वाटर
Canadá Canadá Deepa Mehta Hindi
2008
Die Fälscher  Áustria Stefan Ruzowitzky Alemão
12 Rússia Rússia Nikita Mikhalkov Russo
Beaufort
בופור‎
Israel Israel Joseph Cedar Hebraico
Katyń  Polônia Andrzej Wajda Polonês
(algumas partes em russo)
Mongol Cazaquistão Sergei Bodrov Mongol
2009
Okuribito
おくりびと
Japão Japão Yōjirō Takita Japonês
Der Baader Meinhof Komplex Alemanha Alemanha Uli Edel Alemão
(algumas partes em inglês, francês e sueco)
Entre les Murs França França Laurent Cantet Francês
Revanche  Áustria Götz Spielmann Alemão
(algumas partes em russo)
Vals Im Bashir
ואלס עם באשיר
Israel Israel Ari Folman Hebraico
(algumas partes em alemão e inglês)

Década de 2010[editar | editar código-fonte]

Ano Filme[3] País[3] Diretor(es) Língua(s)
2010
El Secreto de sus Ojos Argentina Argentina Juan José Campanella Espanhol
Ajami
عجمي
עג'מי
Israel Israel Scandar Copti
Yaron Shani
Árabe
(algumas partes em hebraico)
La Teta Asustada  Peru Claudia Llosa Espanhol
(algumas partes em quíchua)
Un Prophète França França Jacques Audiard Francês
(algumas partes em corsa e árabe)
Das Weiße Band Alemanha Alemanha Michael Haneke Alemão
2011
Hævnen  Dinamarca Susanne Bier Dinamarquês
(algumas partes em sueco e inglês)
Biutiful México México Alejandro González Iñárritu Espanhol
(algumas partes em mandarim e wolof)
Kynodontas
Κυνόδοντας
 Grécia Yorgos Lanthimos Grego
Incendies Canadá Canadá Denis Villeneuve Francês
(algumas partes em árabe)
Hors-la-loi
خارجون عن القانون
 Argélia Rachid Bouchareb Árabe
(algumas partes em francês)
2012
Jodái-e Náder az Simin
جدایی نادر از سیمین‎
Irã Irã Asghar Farhadi Persa
Rundskop  Bélgica Michael R. Roskam Holandês
(algumas partes em francês e limburguês)
He'arat Shulayim
הערת שוליים‎
Israel Israel Joseph Cedar Hebraico
W Ciemności  Polônia Agnieszka Holland Polonês
(algumas partes em alemão, iídiche e ucraniano)
Monsieur Lazhar Canadá Canadá Philippe Falardeau Francês
2013
Amour  Áustria Michael Haneke Francês
Kon-Tiki  Noruega Joachim Rønning
Espen Sandberg
Inglês
(algumas partes em norueguês)
No  Chile Pablo Larraín Espanhol
En Kongelig Affære  Dinamarca Nikolaj Arcel Dinamarquês
Rebelle  Canadá Kim Nguyen Francês
2014
La Grande Bellezza Itália Itália Paolo Sorrentino Italiano
The Broken Circle Breakdown  Bélgica Felix Van Groeningen Holandês
L'Image Manquante Camboja Rithy Panh Francês
Jagten  Dinamarca Thomas Vinterberg Dinamarquês
Omar
عمر
 Palestina Hany Abu-Assad Árabe

Notas

  1. O cálculo da Europa inclui três prêmios vencidos pela União Soviética e um pela Rússia. Também inclui cinco Prêmios Especiais/Honorários: dois vencidos pela Itália, dois pela França e um dividido entre os dois por Le Mura di Malapaga/Au-delà des Grilles.[4]
  2. O cálculo de quatro vitórias para o Japão inclui três Prêmios Honorários.[4]
  3. No Oscar 1957, os nomes dos produtores foram incluídos nas indicações de Melhor Filme Estrangeiro. Dino De Laurentiis e Carlo Ponti venceram por La Strada. Gyula Trebitsch e Walter Koppel foram indicados por Der Hauptmann von Köpenick, Agnès Delahaie por Gervaise, Masayuki Takagi por Biruma no Tategoto, e O. Dalsgaard-Olsen por Qivitoq.[3]
  4. Apesar de filmes produzidos dentro dos Estados Unidos não serem elegíveis para o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro,[1] aqueles produzidos na área insular norte-americana são. Porto Rico, um território não incorporado dos EUA, tinha permissão para receber uma indicação por Lo que le Pasó a Santiago.[7] Entretanto, essa regra foi alterada em 2011 impedindo submissões vindas de Porto Rico.[8]
  5. Essa não é uma indicação oficial. Depois dos indicados terem sido anunciados, descobriu-se que Un Lugar en el Mundo tinha sido produzido totalmente na Argentina e teve pouco controle artístico uruguaio. O filme foi declarado inelegível e foi removido da votação final.[9]
  6. Al-Jannah al'ān foi inicialmente indicado como um filme da Palestina. Entretanto, após protestos de grupos pró-Israel nos Estados Unidos, a Academia decidiu designá-lo como uma indicação da Autoridade Palestiniana, um ato que foi condenado pelo diretor do filme, Hany Abu-Assad. Durante a cerimônia, o filme foi eventualmente anunciado pelo apresentador Will Smith como uma indicação dos Territórios Palestinianos.

Referências

  1. a b c Rule Fourteen: Special Rules for the Best Foreign Language Film Award Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Visitado em 18 de maio de 2012.
  2. History of the Academy Awards Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Visitado em 18 de maio de 2012.
  3. a b c d e f g h i j k l m n o p q r Foreign Language Film Awards Database Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Visitado em 18 de maio de 2012.
  4. a b Foreign Language Film Facts Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.[ligação inativa]
  5. Dirks, Tim. Academy Awards Best Picture - Facts & Trivia (2) Filmsite AMC. Visitado em 18 de maio de 2012.
  6. Arnold, William (6 de dezembro de 2007). A rare chance to see a legendary - and lengthy - 'War and Peace' Seattle Post-Intelligencer. Visitado em 18 de maio de 2012.
  7. Lo Que Le Paso a Santiago (1989) The New York Times. Visitado em 20 de maio de 2012.
  8. Trelles, Luis R. (5 de outubro de 2011). Puerto Rico queda excluído de la carrera por el Oscar El Nuevo Día. Visitado em 20 de maio de 2012.
  9. Marx, Andy (25 de fevereiro de 1993). Acad rejects 'World' Variety. Visitado em 20 de maio de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]