Oscar Honorário

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde fevereiro de 2011)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

Esta é uma lista de vencedores do Oscar honorário dado pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

Década de 1920[editar | editar código-fonte]

Ano Receptor(es) Notas Prêmio
1929 Warner Bros. "por produzir O Cantor de Jazz [1927], o ilustre filme falado pioneiro, que revolucionou a indústria." Estatueta
Charlie Chaplin "pela versatilidade e genialidade em atuar, escrever, dirigir e produzir O Circo [1928]." Estatueta

Década de 1930[editar | editar código-fonte]

Década de 1940[editar | editar código-fonte]

Década de 1950[editar | editar código-fonte]

Década de 1960[editar | editar código-fonte]

Década de 1970[editar | editar código-fonte]

Década de 1980[editar | editar código-fonte]

Década de 1990[editar | editar código-fonte]

Década de 2000[editar | editar código-fonte]

Década de 2010[editar | editar código-fonte]

Ano Receptor(es) Notas Prêmio
2010 Lauren Bacall Em reconhecimento do seu papel central na Idade de Ouro do cinema. Estatueta
Roger Corman Por sua produção rica de filmes e cineastas.
Gordon Willis Por sua mestria inigualável de luz, sombra, cor e movimento.
2011 Kevin Brownlow Para o sábio e dedicado registro da parada cinematográfica.
Jean-Luc Godard Para a paixão. Para o confronto. Para um novo tipo de cinema.
Eli Wallach Para valor de uma vida de personagens indeléveis.
2012 James Earl Jones Por seu legado de excelência consistente e versatilidade incomum.
Dick Smith Por sua maestria incomparável de textura, sombra, forma e ilusão.
2013 D. A. Pennebaker Inspirou gerações de cineastas com seu estilo "você está aqui". Ele é considerado um dos fundadores do movimento Cinema Verite.
Hal Needham Um pioneiro na melhoria da tecnologia de dublês e procedimentos de segurança.
George Stevens Jr. Um campeão incansável das artes na América e, especialmente, o mais americanos deles: o filme de Hollywood.
2014[1] Angela Lansbury Pelas suas conquistas na indústria do cinema ao longo de uma carreira de 75 anos.
Steve Martin Pelo seu desempenho de excelência como comediante de Stand-Up, músico e produtor.
Piero Tosi Pela sua extraordinária carreira como designer de guarda-roupa ao longo de 75 anos.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

(em inglês)

Referências