Loyal Griggs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Loyal Griggs (15 de agosto de 1906 - Laguna Hills, 6 de maio de 1978), foi um diretor de fotografia norte-americano.

Griggs entrou para o staff da Paramount Pictures em 1924 após se graduar na escola e inicalmente trabalhou no Departamento de Processamento do Estúdio. Ele foi promovido de fotógrafo assistente para segundo fotógrafo e fotógrafo processador antes de se tornar Diretor de Fotografia para 3 lançamentos de 1951: Crosswinds, Passage West and The Last Outpost. Griggs ganhou o Oscar de melhor fotografia pelo filme de faroeste de 1953 Shane. [1]

Outros filmes da Paramount com Grigg como diretor de fotografia incluem Natal Branco, o épico de 1956 de Cecil B. DeMille Os Dez Mandamentos, e as comédias de Jerry Lewis The Sad Sack (1958) e Visit to a Small Planet (1960). Ele também foi diretor de fotografia lançamento de 1965 de George Stevens e da United Artists The Greatest Story Ever Told. Seu último filme foi a comédia de 1971 da American International Pictures, Bunny O'Hare, que tinha no elenco Bette Davis e Ernest Borgnine.[2]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]